sexta-feira, 2 de abril de 2010

Eu amo amar escrever


A primeira coisa que quero dizer a meu respeito é que amo escrever, sempre amei, desde criança, criava peças (metida!?), escrevia bilhetes de amor para meus pais, diários (os tenho até hoje), cartões imensos para os amigos que diziam que leriam depois...rsss e tantas outras coisas deliciosas...
Teve ex namorado que briguei via e-mail e que me atacou dizendo que se eu gostava tanto de escrever, deveria escrever contos...confesso que até hoje que essa ofensa é a de que mais lembro apesar das incontavéis grosserias, e é também a que mais mexeu comigo, por que, meu sonho desvairado era ser Fernando Verissimo de saia e salto alto, Walcyr Carrasco e tantos outros..
Lógico que não tenho 1/3 do talento deles, mas adoro observar as pessoas e os acontecimentos a minha volta, as reações dos olhares...e dizem "eles" gostar de gente e de vida cotidiana é meio caminho andado para ser cronista, claro que saber escrever e prender a atenção com o que escreve e como se escreve é o que faz eles terem sucesso e eu ser mais uma no espaço cibernético querendo dividir opiniões e incertezas.
Confesso que ter um blog ao meu ver é uma coisa de narcisita, vaidoso e ex namorada que sonha em ser cronista..rssss, ou seja virou universo comum, e eu confesso tenho um birra em ser comum, por isso, relutei muito quando minha amiga Rita e tantos outros comentam como escrevo bonitinho e que deveria escrever um livro, ter um blog ou coisa assim.
Esses comentários só me tiram um sorriso amarelado, mas a parte vaidosa de mim mesma fica com as orelhas em pé, e minha mente divaga...por que não?
Penso que não posso ignorar um espaço disponível, todo em branco para eu dividir minhas idéias, dúvidas, histórias tristes e muitos micos, além dos meus descompassos.
É nesse ponto que estou agora.
Agora que comecei me pergunto: QUEM O LERÁ?
Isso é o que veremos, e se ninguém ler...o que importa, realizo aqui o sonho de escrever...o quanto eu quiser, quantas vezes, e tão grande quanto eu conseguir...e sem espaço para lamentos....sejam bem vindos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário