domingo, 4 de abril de 2010

Surpresas de amor.

Domingo de páscoa, dia de estar com a família, de comer bacalhau, de celebrar a reissurreição de Jesus e de procurar os ovos e sentar no chão e devorar sem culpa.
Todo ano eu e meu irmão descobriamos onde os ovos estavam escondidos (sempre no maleiro do guarda-roupa) e ficavamos dias antes da páscoa pendurados checando se era um ovo número 12, 14..., nesse caso o tamanho é sim documento e quanto maior fosse maior também era nossa felicidade....mas a grande surpresa ainda estava por vir, era descobrir onde estava o ninho feito pela minha mãe e cada ano ela se superava....seguiamos as pegadas da coelhinha mãe (rs) feitas com farinha de trigo em quanto ela e meu pai diziam se estava frio ou quente. Que Delícia!
Hoje são o Rafa e Bia que se divertem....e é delicioso vê-los correndo pela casa, desesperados para encontrar o ninho feito pela coelhinha tia (rs).
Hoje eu não sento mais e como sem culpa, nem ganho mais ovos de chocolate, mas esse ano em especial compramos um para minha mãe, por que, é necessário sempre demostrar o amor que sentimos pelas pessoas, a toda hora, a todo momento...
Seu sorriso de contentação...foi emocionante, encheu meus olhos de lágrimas, principalmente agora que minha mãezinha não anda bem de saúde.
Páscoa é isso, é demostrar o amor que sentimos, é renascer todos os dias, é espalhar sorrisos e alimentar esperanças.
E minha mãe que tantas vezes nos surpreendeu foi surpreendida.
Feliz páscoa a todos e não esqueçam de surpreender a quem amam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário