quinta-feira, 13 de maio de 2010

O casamento de proporções inimagináveis.

O tempo é ingrato, você corre atrás dele e ele corre de você.
Não consegui fazer metade do programado em Cornélio...e sinto que as pessoas que moram lá, meus familiares sentem muito quando não consigo estar presente.
É a Vó esperando a correntinha para colocar o pingente que comprei e dois dedos de prosa para mostrar as fotos da viagem.
É a Tia de fora que vi só dois minutinhos.
É a prima que me espera para ao menos se despedir e também entregar os presentinhos separados...
É a Tia avó que está doente no asilo que não visito (essa ausência é a que mais me doí).
É a amiga de fora que deixo sem pintar as unhas para o casamento.
É tanta coisa que me sinto mal....
Mas também eu reservei esse tempo para ser madrinha da minha prima Dê e também ser anfitrião dos Chubas o melhor que eu pudesse...
Acho que essas duas funções eu consegui...espero que sim!
Na quinta chegamos e disse olá para todo mundo, só não consegui dizer adeus...rss
Na sexta, consegui dar uma passada na casa DA MÃE da noiva, fazer as unhas lá, almoçar lá com a noiva, e bater um papinho, deixar o guia de Veneza, minha contribuição para a lua de mel..rss
Consegui também comprar algumas coisinhas que faltavam para o grande dia e visitar minha prima Ká e até comer um docinho com ela, além de ver minha princesa Maria Clara desfilar..rss

Depois foram chegando a Ana (que pensei ser a Dani..rsss), depois encontrei a Dani no hotel que já tinha chegado a um tempinho, e aí fomos buscar nossos queridos Rollin e Kim e suas respectivas no aeroporto em Londrina, com a ajuda do meu querido estilista, amigo e apoiador...rsss...Edinho.
Pegamos os doces e o aprovamos com glória..rss.
Claro um pit stop para tomar uma, conversar e por que não comer também....fomos expulsos do bar...então os doidos sentaram no corredor do hotel para continuar a bebedeira, mas foram impedidos pelos bedéis..rss


Dia seguinte foi um sequência de encontros e desencontros, visita a rádio, encontra a noiva e sua escudeira na rua sem querer, tentativa de gravar a mensagem para os noivos na rádio que estava fechada bem na hora do temporal...rsss, visita o local da festa para dar uma olhada, almoça com os noivos, e vamos para os muitos horários de cabelereiros...rsss...e de noite todo mundo desprevinido conseguimos gravar a mensagem no hotel (judio do meu amigo Alê para ele repetir algumas vezes...rsss) e finalmente todos para o CASÓRIO!


O casório foi de proporções inimaginavéis como disse meu amigo Rollin.
O lugar estava lindo, super bem decorado e de bom gosto...
Os padrinhos foram tratados a pão de ló..rss
Até que chegou o grande momento...primeiro os padrinhos, todos lindos, as madrinhas de verde com enfeite de cabelo e buquet iguais, e os padrinhos de preto e gravata igual.
Depois pais, e tarammmmm....lá vem a noiva toda de branco...linda e charmosa, além de maravilhosa.
Depois as daminhas e a sobrinha da Dê de apenas um aninho deu um show, espero que o fotografo seja tão bom quanto minha amiga Dani e tenha tirado foto dela tentando subir no palco, o degrau, com o vestido todo para cima...rsss

A cerimônia foi curta e suficiente, e de repente explode no palco da noiva fogos...foi lindo e inesperado para todos, inclusive para os noivos...rss







Depois a festa começou e me diverti muito, o que meu pezinho permitiu, eu dançava um pouquinho e sentava para descansar os pés...rsss
Até que na metade da festa, tive a idéia de trocar de sapato... (Risos)
Bom tudo correu maravilhosamente bem.....
Aos poucos meus amigos foram deixando a festa, alguns eu nem vi partirem....mas eu tinha prometido à minha prima ficar até o final, e cumpri minha promessa e só fui embora depois dela.
Dancei com minhas primas e amigas que vejo sempre e que não via há muito tempo, fizemos sanduiche de noiva, vi a noiva pagar mico de dançar Rebolation, assim como o noivo...rsss..curti meus amigos do Chubas o quanto que eu podia e também a minha família.
Socorri a noiva, fiz meu papel de madrinha, amiga e prima.
Eu, Rollin, Carol (namorada do Rollin, que o cedeu como meu par...rsss) Hebert e Marina fomos os sobreviventes dessa mega festa, dessa linda festa.
Saimos de lá rindo, cheios de docinhos e resgatamos o buquet da noiva que se perdeu no caminho.
Assim com os pezinhos doloridos, o corpinho cansado, mas a alma flutuando dormi feliz.
Sonhei que a minha prima é a mulher mais feliz do mundo, já tem ao seu lado um companheiro que a ama e que estará com ela em todos os momentos de sua vida, e que ela era muito mais feliz do que já é, agregando a toda a felicidade que já tem, um amor para chamar de seu, uma nova família, e por que não muitos bebês rosados e cheirosos (no sonho claro!).
No dia seguinte só comentavamos o quanto foi lindo, o quanto é bom reunir a família em ritmo de festa, o quanto é bom rever as primas, tios, tias, que não vemos a algum tempo e dançar com eles,  o quanto é bom reencontrar os amigos que vemos sempre, e os que estão distantes fisicamente e perceber que nada mudou.
É bom demais estar com aqueles que nos amam como somos!
Foi perfeito, mágico e delicioso.
Aos noivos toda a felicidade do mundo que eles consigam ver graça e aprendizado onde for difícil, e que consigam aproveitar todos os momentos de felicidade plenamente, valorizando TODOS OS MOMENTOS, cada um deles como parte da vida.
Aos meus amigos do Chubas é sempre bom demais estar com eles, CURTIR, RIR À TOA..como dissemos na gravação para os noivos...
No dia seguinte com os noivos recuperados, meu pé sarado, e a alma ficando muxinha...rsss...com a eminente despedida, almoçamos juntos, nos despedimos, entregamos o buquet mediante o pagamento de mais docinhos...rsss...e assim os que ainda não tinham ido, foram....
Deixei meus amigos gaúchos no aeroporto de Londrina, com a ajuda da minha amiga Delega e voltei para Cornélio para me despedir de quem eu pude......
E assim com o coração cheio de recordações, já com saudades tudo, mais uma vez a vida volta ao normal...
E que venha os próximos casórios de proporções inimagináveis.

2 comentários:

  1. Lindissima!! Vc arrasou!!
    Ah, faz mais uma mala, vai!!
    bjocas

    ResponderExcluir
  2. Você não viu o meu sapato...é um luxo...verde cheio de brilho...modernissimo..rsss
    Agora não posso flor, mamys está fazendo vários exames para ver se minha prima poderá doar para ela...estamos vivendo transplante novamente..tomara que seja...reza aí!!!!
    Mas assim que passar essa fase eu quero ir para Campos...
    Beijos

    ResponderExcluir