sábado, 15 de maio de 2010

O QUE É SEPSE E CHOQUE SÉPTICO?

O QUE É SEPSE E CHOQUE SÉPTICO?




Gente eu tive sepse e choque séptico, e embora, eu tenha vivido todo esse drama, tem dias que eu preciso ler e reler para tentar entender.
Muitas pessoas também me perguntam como foi, por que aconteceu, e eu sempre respondo o que sei, mas quanto mais eu leio, mas eu percebo o quanto ainda somos atrasados, embora, a medicina seja tão evoluída.
Acho que somos atrasados, por que, a maioria dos médicos perde a sensibilidade, a humanidade.
Hoje eu sei que uma das grandes causadoras da Infecção generalizada (sepse) evoluí rapidamente, e mata rapidamente, por que, a maioria dos médicos não a diagnosticam previamente.
Muitos pacientes morrem em seus quartos ou em macas nos hospitais públicos antes mesmo de descobrirem o que tem.
A Sepse é muito rápida, e a cultura que identifica as bactérias que estão atacando nosso organismo demoram dias (4 se não me engano), eu fiquei três dias no quarto até entrar em coma, três dias fazendo exames, sem descobrirem que aquela infecção que eu apresentava estava se tornando um sepse...longos dias que não me recordo, que foram apagados da minha memória, longos dias em que o médico que me tratava julgou ser apenas uma infecção que estava sendo controlada.
Mal sabia ele que eu já estava caindo, meus orgãos não estavam aguentando, e minha alma pensava em me abandonar.
Eu estava afundando, como os enfermeiros depois me disseram, e ninguém parecia perceber, até que entrei em coma, meu corpo entrou em colapso para que percebessem que eu estava muito mal.
Depois foram 40 dias lutando para combater as bactérias que tentavam matar meus orgãos e a mim e que transformavam a cada novo antibiótico em uma nova mutação, assim eram necessários novas culturas, novos antibióticos e nova espera para que ele fizesse efeito e pudesse eliminar a praga que me destruía.
Hoje sei também que o choque que tive pode ter sido por infecção hospitalar, dado que hospital nenhum confirma, mas que é relativamente comum em quadros como o meu, infecção urinária, que evoluí para sepse, que evoluí para choque...(várias bactérias te atacando, seu corpo ficando debilitado, e você fraco num ambiente que tem milhões de bactérias...afff...uma combinação perfeita para seu corpo desistir).
Com esse quadro, eu acho até que minhas sequelas são pequenas, as pontas dos dedos do pé não aguentaram o tranco, algumas células super fragéis do ouvido também, assim como meu rim totalmente infeccionado, que sendo a fonte das bactérias teve que ser retirado, meu outro rim abalou e com o tempo foi desistindo também, até que ele lutou bravamente durante quatro anos.
É ao ler todos os textos que leio eu percebo que meu corpo, minha alma e eu, lutamos bravamente, e somos vencedores, diante de porcentagens tão altas.
É difícil haver quadros de sepse grave como o meu, mas quando há o percentual de mortes é de quase 60%.
Eu quero sempre informar meus amigos, parentes e familiares, que toda e qualquer infecção, probleminha devem ser levados a sério, antes eu não imagina que infecção urinária pudesse desencadear algo tão grave, nunca pensei que ao entrar por aquela porta do pronto socorro, com infecção urinária, eu saísse de lá, sem as pontas do meu pé, com perda de audição, sem um rim, tendo que fazer diálise, em uma cadeira de rodas, com uma traqueostomia, pesando 30 kilos, e muitas cicatrizes de muitos procedimentos (cateteres, fístulas, cirúrgias, etc).
Por isso, se cuide, se informe, e por favor, não deixe de procurar ajuda, um médico mesmo que os sintomas sejam apenas de uma gripe.
Por favor!

103 comentários:

  1. oi Déa.
    Sei muito bem oque aconteceu com vc.
    também tive sepse ou como dizem hoje Super Bacteria.
    Fiquei 3 meses internadas e ainda luto por causa das sequelas.
    Hoje sou muletante, quase cadeirante, sinto muitas dores no corpo todo.
    hoje vejo como demoraram para começar o tratamento correto, pois no começo era tratado como uma simples infecção e depois...
    temos que divulgar e denunciar o ocorrido, pois enquanto faço esse comentario, pessoas morrem por esse mal.
    O pior é que muitas Super bacterias poderiam ser evitadas pelos profissionais da saude com o simples ato de lavar as mãos.
    E tem mais um detalhe, a maioria dos hospitais não avisam a Anvisa do ocorrido.
    Temos que dar grito de alerta.
    Att

    ResponderExcluir
  2. Olá,
    Que delícia ver um comentário de alguém que passou por algo semelhante a mim.
    Gostaria muito de ter amigos "sobreviventes"...fortes....destemindos...rsss
    Pois é, depois que sabemos o que nos aconteceu fica mais fácil entender algumas coisas...quanto a lutar, creio que cada um fazendo sua parte seja um começo.
    Estou a disposição para idéias e ações que possamos iniciar.
    Se quiser, anote meu e-mail, fica mais fácil conversarmos a respeito (andreahprado@hotmail.com)
    Obrigada por dividir sua história aqui no blog.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. minha filha stefany, vitória faleceu dia 7 se janeiro de 2011,devido a infecção muito forte,essa infecção tomou conta de todo seu organismo, até que virou uma infecção generalizada(sepse),levando ela ao óbito,ela tinha 11 meses,até agora estou tentando entender porque isso aconteceu.....
    romildarocha34@hotmail.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Romilda,
    Fiquei muito sensibilizada com o seu comentário, principalmente pelo tempo de vida da sua filhinha.
    Do lado médico, tenha certeza que ter infecção generaliza, choque é um tranco tão forte para qualquer pessoa, imagine para um organismo tão frágil, ainda se formando como o da sua filhinha, por isso, pelo menos desse lado (médico), nós leigos que somos nem imaginamos como é essa luta quimica entre as bactérias e o nosos organismo...é uma luta muito dura e na maioria das vezes desigual.
    Sinto muitissimo que sua filhinha tenha passado por esta luta.
    É muito dificil saber por onde a bactéria, o virus se alojou no corpo da sua filha...
    Quanto a parte espiritual Romilda, espero que vc tenha, não importe qual, isso ajuda demais a aceitarmos que Deus tem seus propositos na vida de cada um de nós, o dia de chegar e de partir, e infelimente não temos capacidade para entender agora, neste momento, mas eu Andrea acredito que Deus é justo e pai amoroso e não nos castigaria, ou coisa assim.
    Eu acredito que ela está no céu, cumpriu sua missão embora tenha sido tão poucos meses...
    E está em paz..
    E a você fica aqui o meu carinho, o meu desejo que vc aceite, que sinta sim saudade, amor incondicional, mas aceite os designos de Deus em todas as vida, com a serinidade que for possível.
    Conte comigo para ajudá-la no que for possível.
    Lhe mandei um e-mail, pois gostaria de presentêa-la com meu livrinho.
    Um beijo grande e obrigada por ter deixado seu comentário.

    ResponderExcluir
  5. Oiiii
    eu passei aqui por esta pagina,por que acabei de voltar do velório da mãe do namorado de minha filha.Ela ficou mais de 3 meses internada,e agora fiquei sabendo pela minha sobrinha que ela morreu desta maldita doença(infecção)eu não entendo e me revolto,por que os médicos não agem mais rápido,sabendo que é tão grave!!ela ficou com falencia múltipla dos órgãos,e disseram para a família que não adiantava por na uti...e sim deixasse ela morrer...ela estava só sofrendo e a família tbm...que na uti ela só aguentaria 2 dias,e ia só sofrer..eu estou imprecionadíssima com tudo isso.me revolta...ver uma pessoa tão maravilhosa como ela morrer,por descaso...Ele fiseram várias cirurgias nela e não adiantava nada,ela só enfraquecia e piorava mais..tão cheia de vida!!Deixos seus filhos queridos,2 rapazes,e 1 moça de 14 anos...como que os hospitais estão jogando os pacientes nos quartos e não fazem nada pelas vidas...Ou nem menos descobrem rápido essa maldita infecção!!Desculpe o desabafo,mas estou chocada...e isso vai ficar por muito tempo...
    Felicidades!!!Agradeço a DEUS por vc e muitas outras pessoas que sobreviveram...
    abraços...
    25 de março de 2011 20:08

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Realmente há um descaso médico em relação a vagas em UTIs, quartos, forma de tratamentos, etc.
      Infelizmente nosso país é gigante e as condições financeiras com a corrupção fazem com os mais humildes passem por uma situação desumana de falta de leito, de cuidados.
      Só no resta nesse quesito pensar em quem votamos e exercer nossa cidadania.
      Já a parte espiritual, eu acredito que cada um de nós tem sua hora de chegada e partida, e que isso nunca é errado, embora quem fique sofra demais e sinta essa saudade sufocante.
      Mas não é por que cada um tem sua hora que devemos abandonar as pessoas em enfermarias e corredores, sem cuidados, pois, entre o chegar e partir, todos nós temos direito a uma vida plena, com carinho amor, e todo cuidado e condições que forem possíveis.
      Fico aqui com meus sentimentos e a esperança de que Deus possa acalantar o coração dessa família por essa perda tão bruta.
      Se puder fazer algo por vocês estou a disposição.
      Meu abraço carinhoso
      Andrea Prado.

      Excluir
    2. Minha mãe morreu dia 21/10/2014,morreu com essa infecção(sepse),ela internou no domingo e na terça pela manhã veio a óbito,não consigo intender,não compreendo.
      Conversei com ela na segunda inteira,pela noite ela deu uma crise,e teve que ficar entubada,mais mesmo minha mãe estando em estado grave,na cidade em que ela morava não tinha UTi,estava esperando vaga,ela ficou com mais 2 pessoas internadas no mesmo quarto,ela tinha diabetes e entrava e saia pessoas,se a imunidade baixa porque não transferiram ela de quarto.Me doí muito saber que não tive tempo para ajudar minha mãe,pois eu e meu esposo tentamos muito conseguir UTI,para ela até em outro estado,mais foi inútil..
      Minha mãe não teve nem chances de tentar sobreviver ,foram menos de 2 dias até a morte,conversando com ela,ela me disse que iria sair dali,mais ela disse em vida e não num caixão....
      Esta doendo muito...

      Excluir
    3. Vanessa,
      Procurei seu e-mail para lhe responder e não encontrei.
      Espero que encontre forças para superar essa perda tão doloroso e com a sensação de que não foi feito o suficiente...
      Acredito que todos nós temos nossa hora, no entanto, em caso de sepse ela realmente deveria ter ido para uma UTI, eu acredito que era realmente a hora dela, mas entendo a sua dor dela não recebido os devidos tratamentos.
      Infelizmente é comum no nosso país as pessoas morrerem sem o atendimento adequado.
      Infelizmente também a família tem que lidar com a dor da perda e administrar essa sensação de que não foi feito tudo que se podia ser feito.
      Sinto muito por ela e por vocês...
      Estarei rezando por vocês .
      Um abraço carinhoso e meus sentimentos a sua família.
      Beijos.

      Excluir
    4. Olá eu também passei por esta infecção por causa de um tromboembolismo pulmonar 24 dias cti muito inchaço até que por fim uma magreleza de dar vergonha apesar de já ter passado 13 anos ainda sofro muitas dores no corpo e uso vários medicamentos a base de corticóide os médicos me dizem que quem fez uso da vancomicina em dosagem alta terão problemas com outros médicamentos pois criam resistência, é uma luta ainda mais agora que meu médico faleceu e muitos médicos não tem conhecimento das sequelas e como é penoso mas eu não me entrego se vencí varias batalhas até agora tenho fé que vencerei a guerra. ABRAÇOS a todos!

      Excluir
  6. Gente, por favor, suplico que me ajudem a orar por Carolina Souza Nascimento - 20 anos - minha sobrinha que está passando por isto no hosp.servidor publico de sp., o pior é que não aceita dieta pela sonda, está a 20 dias vomitando bili, como vai vencer bacterias sem resistencia nutricional??? Então, peçam a Deus por ela! Muitíssimo obrigada.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá,
      Fiquei muito sentida ao ler seu comentário, e saiba que o nome da Carolina já está em minhas orações e também do meu grupo de oração, que irá se reunir dia 27 de abril...
      Espero que essa moça tão nova consiga sair deste quadro, consiga se alimentar, consiga sobreviver.
      Se puder fazer mais do que rezar estou a disposição.
      Um beijo grande e carinhoso.
      Andrea Prado.
      (andreahprado@hotmail.com).

      Excluir
  7. Olá!
    Eu tive um choque séptico tbm, pois tive apendicite, tomei um antibiótico q acabou me dando uma infecção no cólon, meu coração chegou a 150, minha pressão 9 por 6, eu n conseguia nem falar direito de tão cansada, minha mão foi ficando roxa, só que graças a Deus n entrei em coma, apenas fui correndo para o CTI para fazer uma série de exames e começar logo com o tratamento, pois meu coração ja estava mto rápido. Eu nunca tinha passado por nada igual, pois tenho apenas 17 anos. Confesso que não foi uma experiência agradável, mas me fez crescer mto em Deus, eu lembro que quando estava no CTI uma música sempre vinha na minha cabeça onde dizia "Entre raios e trovões ouço a Sua voz através da chuva: Eu sou contigo", e eu sempre cantava bem baixinho para mim mesma. Isso me fortalecia a cada segundo. E o que eu tenho a deixar para vocês é q sempre confiem em Deus, nada acontece por acaso, hj eu dou mais valor a peqenas coisas q acontecem com meu corpo, pois quando estava internada eu lutei para q meu intestino voltasse ao normal, pois minha infecção de início estava no cólon intestinal. Isso serve para mim tbm, para que todas nós confiemos sempre em Deus, pois Ele é tudo, é segurança, descanço, amparo, consolo, tudo o que nós precisamos quando estávamos internadas, e tudo o que nós precisamos sempre!
    Que Deus abençoe a todas !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente a fé em Deus, em algo maior, numa música que seja, no leva seguros pra onde quer que a vida nos leve.
      A Graça de Deus nunca irá nos levar onde ele não possa estar conosco.
      Fico muito feliz que tenha superado, vencido, com fé em vc e em Deus.
      Realmente é preciso procurar os médicos da terra, e ouvir nosso próprio corpo que sempre fala conosco.
      Fique em Paz.
      Fique com Deus.
      Beijos.

      Excluir
  8. corrigindo o " descanso " (:

    ResponderExcluir
  9. boa noite...estou muito sensibilizada com as historias que li e tb com o meu sobrinho que esta internado na uti ha 7 dias, entubado, por conta de uma pneumonia que adiquiriu no hospital ao fazer um tratamento para leucemia. estou apavorada...mas preciso acreditar e confiar em Deus...e apos ler estes relatos tenho que ter muita fé e esperança...meu sobrinho é forte, tem 28 anos..é saudavel...espero de coração que ele consiga sair da uti e voltar pra casa o mais rapido possivel..estamos muito ansiosos para ve-lo em casa. obrigada pela oportunidade de me pronunciar e fico feliz por cada historia vitoriosa..um gde bj e que Deus abençoe a todos sempre

    ResponderExcluir
  10. meu e-mail é ebazzi@hotmail.com meu nome é elaine...eu que escrevi sobre meu sobrinho..podem me mandar mensagens..um bj

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Li,
      Nos tornamos amiga no Face.
      Não tenho tido mais notícias do seu sobrinho, mas a última que tive era de que ele estava melhorando e fico muito feliz por isso.
      Espero que ele esteja bem, assim como você...
      Beijos grande.

      Excluir
  11. Minha mae esta no hospital nesse momento lutando contra isso... teve um choque septico... estou desolada... me ajudem.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá querida ou querido.
      Se quiser mandar o nome da sua mãe gostaria de rezar por ela.
      Infelizmente é o que posso fazer nessse momento, se houver algo mais que eu possa fazer, não deixe de me contar.
      Visitar, conversar, telefonar, o que for possível.
      Espero que ela esteja melhor.
      Beijos,
      Déa.

      Excluir
  12. Meu pai está na UTI com esse quadro. Os médicos dizem que ele teve uma pequena melhora. Mas eu confio em Deus, fico na certeza que Deus está cuidando dele, e que ele sendo a imagem e semelhança de Deus só pode expressar a saude perfeita. A vontade de Deus é vida. Acredito que ele vai sair desse quadro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso mesmo confie em Deus.
      Faça tudo que os médicos pedirem, e faça tudo que estiver ao seu alcance...
      visita, médicos, cuidados, estar presente...
      O resto está nas mãos de Deus e ele sabe o que é melhor para nós, só de ter fé, eu creio que meio caminho foi andado para a cura.
      Beijos,
      Déa.

      Excluir
  13. Boa noite, meu pai também teve choque séptico, hoje faz um mês que ele voltou para casa.
    Foram dias terriveis, um sofrimento enorme!
    Mas Deus é maior e libertou ele daquela triste situação!
    Hoje ele está ótimo e cada dia com mais fé!
    Todos que estão passando por situação semelhante, confie em Deus e nunca perca as esperanças!
    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá...
      Fico feliz ao saber que não era a hora de seu pai e que ele está em casa se recuperando.
      Assim seja pra sempre.
      Beijos

      Excluir
  14. Boa noite Déa, espero q esteja tudo bem... também passei por situação semelhante, 78 dias de internação, 68 na UTI, sepse e choque séptico, fui retirar uma pedra no meu rim E, e não voltei mais para casa, evolui em febre altíssima e dores, fique na semi-intensiva, quando meu pulmão parou, eles resolveram fazer alguma coisa, também perdi meu rim E, foram dias horríveis naquela UTi, nos dias em que fiquei lúcida, lutando para não ter febre e os novos antibióticos matar o que tinha dentro de mim, tive sepse por fungos, candidiase, foram meses de lutas e incertezas, mas graças a Deus, também fui uma sobrevivente. Faz 5 meses q sai do hospital, estou fazendo tratamento psicológico, hoje tenho medo de tudo, de respirar principalmente, são poucas as informações que temos sobre sepse, as sequelas a longo prazo, os médicos apenas dizem que tudo passou, que acabou, mas eu continuo com um medo terrivel, ainda está bem vivo tudo o que passei, e como você, não consigo entender como tudo aconteceu, eu apenas fui retirar uma pequeno calculo renal. Obrigada por este espaço,ajuda a nos sobreviventes, a desabafar e falar com pessoas que passaram pelos mesmos sofrimentos. Que Deus te abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. boa noite kate fernarnadez faz mais ou menos 11 meses q tb tive sepse por causa de pedra na visucula fiquei 24 dias enternada e perto do estou lendo poucas sequelas tive muita queda de cabelo muita dor no ombro e igual a vc tb tenho muito medo de td infezmente nao tenho acompanhamento psicologico mais me forta leco com meus filhos e familia peco a deus todos os dias q apague td isso da minha mente

      Excluir
    2. precisamos de mais informacoes sobre a vida depois da sepse

      Excluir
    3. Olá Kate,
      Fico muito feliz ao ler sobre os sobreviventes.
      Acho que ainda não chegou nossa hora, mas realmente é necessário tratamento psicologico depois de uma coisa grave, eu fiz durante dois anos e gostaria de fazer para sempre...é muito importante.
      Quanto ao medo ele vai passar, mas nós sabemos tudo que pode acontecer, prefiro essa realidade a ilusão de cada irá acontecer.
      Hoje sabemos que a qualquer momento tudo pode mudar drasticamente.
      Faça seu atendimento psicológico, tenha fé, apoio e siga a vida sabendo que ela é muito rara...meu beijo carinhoso...

      Excluir
  15. oi Déa primeiramente muito feliz por sua recuperação e que Deus continue te abençoando e te dando saúde sempre... estou nesse momento passando por essa situação e estava tentando entender essa doença, porque ocorre e acabei chegando aqui, fiquei impressionado como que uma infecção pode ser tão perigosa e como nos dias de hoje e tão dificil p profissionais da saude descobri-la e trata-la a tempo infelizmente... meu pai esta a mais de 1 mês na UTI ele teve inúmeros problemas de infecções e um deles foi a Sepse grave e choque séptico, provavelmente provocado por uma pneumonia hospitalar, os médicos falaram que ja tinha sido resolvido e ele tava se recuperando bem, chegaram ate a tirar os antibióticos so que ele teve uma grande recaída e com novos exames descobriu que a Sepse voltou e que essa super bactéria esta se reproduzindo novamente... nossa família ta meia sem chão, ele tava se recuperando tão bem o medico disse que meu pai nasceu de novo, e agora essa bactéria volta, esto muito triste e muito difícil ver meu pai tão debilitado... mais tenho fé e sei que pra Deus nada e impossível, so de meu pai ja estar vivo e um milagre de Deus e mostra que nunca em nenhuma situação por mais difícil que seja devemos perder a esperança e essa esperança continua viva no meu coração sei que Deus vai cura-lo...peço por favor para orarem pelo meu pai José Alves dos Santos... e que Deus conforte as pessoas e familiares que estão passando por essa situação.... vivianealves_ao@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivi,
      Realmente cuidar de uma infecção generalizada é complicado, os médicos não sabem e não são Deus....não tem como saber se nosso organismo irá reagir, ainda mais que as bactérias mudam a todo momento, é um processo longo, cuidadoso e que infelizmente poucos conseguem vencer, espero que seu pai consiga.
      Mas eu repito que eu acredito que Deus é quem sabe de nossa hora, os médicos tem que fazer tudo que está ao alcance para que seja possível vencer, mas a verdade é que não entendemos por que uns saram e outros partem....
      Nem sabemos de onde essa coisa vem...
      Mas devemos aprender com isso, sermos fortes e termos fé em Deus e na vida.
      Em quanto há esperança devemos lutar.
      Estou rezando pelo seu pai.
      Um beijo grande e carinhoso e força aí.

      Excluir
  16. Estou passando pela mesma situação com minha mãe, ela esta internada faz 1 mês curando de uma infecção que tomou seus pulmões, devido a uma forte pneumonia está entubada ela apresentou melhora, mas está muito debilitada ela tem 57 anos.Estamos orando muito por ela, em breve sair dessa situação Deus é bom eu acredito e tenho muita fé nele que ela vai ser curada. ¨Deixo meu e-mail para qualquer contato Deus abençoe a todos" (brunapaulina@hotmail.com)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bruna,
      Peço pela sua mãe...e é isso mesmo tenha fé e esperança que para Deus nada é impossível.
      Beijos.

      Excluir
  17. Agradeço o espaço, e relatos aqui descritos, e acho sim que podemos fazer algo, ou cobrarmos das autoridades, acabei de perder minha mãe ...e como alguém mesmo citou nenhum Hospital assume e muitos menos chega aos órgãos responsáveis- Déa vc é uma vitoriosa, assim como muitos aqui !!! Irei escrever para vcs, e quem sabe unindo forças possamos evitar que mais mortes ocorram ou que ao menos não fiquem escondidas nos bastidores de hospitais e na dor de cada família ou sobreviventes!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode contar comigo, segue meu email- marlioliveira5@hotmail.com. Meus sentimentos pela sua mãe. Abraços

      Excluir
    2. Pode contar comigo, segue meu email- marlioliveira5@hotmail.com. Meus sentimentos pela sua mãe. Abraços

      Excluir
    3. Pode contar comigo, segue meu email. marlioliveira5@hotmail.com. Sinto pela sua mãe. abraço!!!!

      Excluir
    4. Olá,
      Realmente precisamos cobrar melhores condições no atendimento hospitalar, das governantes, mais leitos, mais informação.
      No hospital onde tive a sepse hoje tem um quadro de aviso de como proceder nos quartos quando houver indicação de Infecção, achei maravilhoso, graças a Deus esse hospital evoluiu.
      Temos que cobrar nossos direitos, mas sem esquecer, que nem toda Septicemia é causada por infecção hospitalar....
      E que o grande número de mortos se deve ao despreparo para identificar que é uma Septicemia.
      Façamos nossa parte cobrando.
      E que sejamos melhores atendidos.
      Que assim seja.

      Excluir
    5. Sinto muito pela sua mãe, que hoje vocês estejam mais fortes, apesar da saudade eterna.

      Excluir
  18. nanycb2607@hotmail.com19 de novembro de 2014 04:30

    Minha cunhada esta nesta situação critica...Está na UTI desde dia 08/11/2014 e perdeu o bebê que estava esperando de 8 meses.peço orações pois tenho fé que ela vai voltar p casa pra cuidar dos seus 2 anjinhos que esperam por ela....agradeço a ajuda!

    ResponderExcluir
  19. Olá Déa;

    Venho tentando entender o que acontece comigo à alguns anos e espero receber algumas orientações ou até mesmo um ajuda neste blog.
    Tive sepse grave no ano de 2010 após ser submetido à uma litotripsia para retirada de cálculos renais. Após o diagnóstico confirmando a presença de uma bactéria chamada Klebsiella pneuminiae, entrei em total isolamento por cerca de 60 dias. Neste período, foram realizados inúmeros ciclos e seções intravenosas de antibiótico a fim de eliminar o germe. Após a melhora dos sintomas, os médicos me concederam alta e saí do hospital absolutamente sem nenhuma sequela, minha vida parecia ter voltado ao normal, porém, após um exame de urina rotineiro, foi novamente diagnosticada a presença da mesma bactéria, com a impressionante contagem de 100.000 colônias por u/l, e o mais intrigante para os médicos que me trataram é a minha falta de sintomas !
    Cheguei a fazer umas 3 seções de antibióticos intramuscular em casa, mas todos os exames apresentavam o mesmo resultado. A ultima vez que visitei um médico, ele me disse que de alguma maneira que nem ele sabe como, meu corpo aprendeu a viver em harmonia com esse germe. Desde então, venho buscando na internet casos parecidos e não consigo achar. Caso alguém queira conversar melhor, vou deixar aqui meus contatos.

    email: edsonviagens@terra.com.br
    watsapp: 973 950 879

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Edson. A minha irmã também entrou em sepse após a realização de uma litotripsia. Estudando a respeito verifiquei que existe situações proibitivas para a realização do procedimento, como a infecção urinária não tratada. No caso a minha irmão, o médico não solicitou os exames pré-operatórios o que acredito que configura no mínimo uma negligência médica. Graças a Deus minha irmã sobreviveu, mas ficou entre a vida e morte entubada na UTI por 15 dias. O médico se recusa a admitir que ela teve uma sépse provocada pelo procedimento, insiste em dizer que ela já estava com pneumonia. Infelizmente parece que muitos médicos não negligentes e não fazem a investigação necessária antes de submeter os pacientes à realização do procedimento.

      Excluir
    2. Olá, Edson. A minha irmã também entrou em sepse após a realização de uma litotripsia. Estudando a respeito verifiquei que existe situações proibitivas para a realização do procedimento, como a infecção urinária não tratada. No caso a minha irmão, o médico não solicitou os exames pré-operatórios o que acredito que configura no mínimo uma negligência médica. Graças a Deus minha irmã sobreviveu, mas ficou entre a vida e morte entubada na UTI por 15 dias. O médico se recusa a admitir que ela teve uma sepse provocada pelo procedimento, insiste em dizer que ela já estava com pneumonia. Infelizmente parece que muitos médicos não negligentes e não fazem a investigação necessária antes de submeter os pacientes à realização do procedimento.

      Excluir
  20. Olá Déa;

    Venho tentando entender o que acontece comigo à alguns anos e espero receber algumas orientações ou até mesmo um ajuda neste blog.
    Tive sepse grave no ano de 2010 após ser submetido à uma litotripsia para retirada de cálculos renais. Após o diagnóstico confirmando a presença de uma bactéria chamada Klebsiella pneuminiae, entrei em total isolamento por cerca de 60 dias. Neste período, foram realizados inúmeros ciclos e seções intravenosas de antibiótico a fim de eliminar o germe. Após a melhora dos sintomas, os médicos me concederam alta e saí do hospital absolutamente sem nenhuma sequela, minha vida parecia ter voltado ao normal, porém, após um exame de urina rotineiro, foi novamente diagnosticada a presença da mesma bactéria, com a impressionante contagem de 100.000 colônias por u/l, e o mais intrigante para os médicos que me trataram é a minha falta de sintomas !
    Cheguei a fazer umas 3 seções de antibióticos intramuscular em casa, mas todos os exames apresentavam o mesmo resultado. A ultima vez que visitei um médico, ele me disse que de alguma maneira que nem ele sabe como, meu corpo aprendeu a viver em harmonia com esse germe. Desde então, venho buscando na internet casos parecidos e não consigo achar. Caso alguém queira conversar melhor, vou deixar aqui meus contatos.

    email: edsonviagens@terra.com.br
    watsapp: 973 950 879

    ResponderExcluir
  21. Olá meu nome e Rodrigo, passei por isso em 2010 fiquei em coma ,traqueostomia , pneumonia, entre outras coisas enfrentei.....graças a Deus hoje sem nenhum dano.....tive pancreatite grave ..... Hoje vejo tudo de outra forma, as coisas simples ...que delicia ...... O andar de mãos dadas com minha filha de 6 anos que delicia....na época ela tinha 2anos e eu não via nada de diferente em fazer ....rsrsr. Tudo mudou, minha fé mudou... Me sinto engraçado agora, envergonhado do que eu era......será que e assim mesmo? Hoje só agradeço pois não tenho mais o que pedir!
    rodrigocesarsan@hotmail.com

    ResponderExcluir
  22. Olá li os comentário e gostaria que minha há amiga Saísse dessa uti e pudesse escrever aqui o seu depoimento de sobrevivente a sepse .gente como pode comecei a ler pra obter mais informações. E é deprimente que o Brasil seja o país com mais mortes por conta dessa doença e por falta de informação triste simplesmente triste abalada força keke sai dessa

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente os países mais pobres sofrem com essa doença que é desencadeada por vários motivos, como sujeira e precaridade no atendimento hospitalar, público e privado.
      Espero que a Keke tenha saído dessa e que possa trazer seus depoimento aqui, pois, só os sobreviventes são capazes de nos dar força...
      Um abraço.

      Excluir
    2. Olá!!! Infelizmente perdi meu pai no ano passado por conta de infecção hospitalar.Ele fez uma cirurgia de válvula ficou 9 dias no hospital Dante Pazzanese e deram alta para ele.Depois de uma semana ficou quieto em casa mais eu nao percebi nada e ele também não falava ate que no meu aniversario ele teve choque sepse e corremos com ele para o Dante.Chegando la fizeram exames nele e constatou infecção urinária e mandou ele para casa so que no outro dia os pontos se abriram e saiu um liquido nojento escuro do meu pai.Voltamos com ele e entao internaram ele.Fizeram ressultura e ficou um mês so que sempre saia pus dos pontos seus rins pararam começaram a fazer hemodiálise so que em vão.Comecou a ter problemas com as plaquetas,anemia,diabetes descontrolada.Ate que fizeram outra cirurgia de valvula pois causam endocardite nele.Depois se descobriu que ele estava com Klepse pnemonie e ai isolaram ele veio antibióticos como polimicina,vancomicina,depercagiam,amicacina,depenerem sei la mais o o que.Ate hiperbárica fizeram nele mais nada adiantou.seis meses de luta ate que no dia 05\11\2015 meu amado pai vou para céu.

      Excluir
  23. Também sou sobrevivente mas ainda tenho medo porque os médicos tem poucas respostas sobre isso mas me tornei um ser melhor mais fé mais família mais Deus!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso aí, tudo, mas tudo mesmo tem lados bons ou ruins e esse é o lado bom de ficar doente, algumas pessoas se tornam mais evoluídas e caridosas.... Quem bom que seu caso foi esse...

      Excluir
  24. Poxa
    Legal , ver as pessoas que venceram
    Essa doença perigosa
    Meu pai estar na uti , caso dele e grave
    Para piorar ele e diabetico
    Mas estou confiante
    Esperando em Deus

    ResponderExcluir
  25. Parabéns guerreiros vitoriosos! Minha mãezinha luta bravamente há 30 dias e conforme vocês relataram devido à demora do diagnóstico. Muito sofrimento para ela e família mas depois de ler vossos relatos fiquei mais esperançoso! Obrigado e qualquer dica, sugestão e oração será bem vinda!

    ResponderExcluir
  26. Boa tarde!
    Meu nome é Ana Paula. Como é confortante encontrar pessoas que venceram esse problema. Minha avó tem 76 anos e não tinha problema nenhum, somente diabetes, mas tudo com acompanhamento médico. No último dia 30 sentiu muita falta de ar, chiadeira ao respirar, procurou uma Unidade de Pronto Atendimento, teve uma crise e precisou de máscara de oxigênio. Foi transferida para a Santa Casa local e lá foi encaminhada para a UTI por precaução. Nova crise, não conseguia respirar e foi entubada, os pulmões estavam com muito líquido. O líquido secou, os rins funcionavam bem, pressão boa, até que adquiriu uma pneumonia (não sei se por causa do tubo, sedativo), e desde então os médicos estão tentando vencer a infecção, que me disseram ontem ser sepse. Os glóbulos brancos estão em 29.000. Todos os médicos dizem que é grave e muito delicado, que devemos estar preparados para qualquer coisa, mas minha fé em Deus e a fé de toda minha família, não nos permite desistir de acreditar. Estamos cuidando com muito amor do meu avô, com 80 anos, mas forte como um menino, e acreditando muito que Deus tem o melhor pra ela.
    Obrigada pelas informações do blog!!! Maravilhoso!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ana,
      Espero que sua vozinha esteja melhor e se recupere.
      Infelizmente infecção é rápida, traiçoeira e em pessoas mais idosas a coisa complica um pouco, mas costumo dizer que é Deus quem define nossa hora de chegar e partir...
      E em quanto a chance temos que lutar, com força e fé.
      É nossa função não desistir e fazer nossa parte.
      Vozinho querido, espero que esteja também bem.
      De nada...na verdade eu só contei minha história e quis repartir essa dúvida que todos tem: DE ONDE VEIO ESSA BACTÉRIO, INFECÇÃO...pois é, pode vir de tantos lugares, inclusive do nosso corpo, num momento de baixa imunidade...
      Bom espero realmente que ela esteja melhor...
      Beijos.

      Excluir
    2. Déa, ela faleceu no dia 11 mesmo, as 10:30 da noite, infelizmente, mas foi Deus quem quis assim e devia ter algo melhor esperando por ela lá do lado Dele. Muito obrigada pela atenção e pelas informações impostantíssimas em um momento de muita fragilidade de toda família que sofre com a perde de uma pessoa tão amada!!! Meu avô sofreu e está sofrendo muito, mas estamos cuidando dele com muito amor e carinho, principalmente minha mãe, que mesmo tendo seu trabalho, sua casa, tem cuidado dele todos os dias. Deus abençoe muito você!

      Excluir
  27. Boa Noite!
    Peçam a todos que orem a Deus pela minha tia,irmã do meu pai.
    Ela fez duas cirurgias do intestino dentro de 15 dias e agora está em uma UTI porque deu choque séptico pós operatório nela.
    Ela tem 50 anos, um filho de 20 anos e duas netinhas gêmeas com 3 meses.
    Por favor pessoal Nos ajudem em oração pq é só Deus na vida dela.
    Fui visita-lá hj e estou arrasada.
    Muito Obrigada.
    o que nos resta em Confiar em Deus

    ResponderExcluir
  28. Bom dia tive meu BB de cesariana dia 8 de novembro os médicos falaram que ele estava muito bem pra ter nascido de 8 meses ele estava do pouca dificuldades para respirar iriam levar ele pra CTI por uma hora mas logo ia levar pra me tive no domingo por volta das 15:30 levaram ele pró quarto umas 18:00 quando chegou no quarto pra me vieram olhar a glicose estava baixa trouxeram leite pra eu dar a ele .Ele não mamou de forma alguma mas falaram que era normal pós ele nasceu de 8 meses e não sabia sugar tudo era normal pra eles. ele dormia muito mas achava por conta de ser prematuro passou a segunda na madrugada ele chorou muito e tava com a barriga inchada pessei ser colicas falei com enfermeira disse ele ta chorando e parece ter cólicas a barriga ta inchada ela falou deve ser fome de o leite aí disse vc não pode dar um remédio ela falou q não que os médicos falaram que criança da idade do meu BB não tinha cólicas e q so quem podia passar remédios era a pediatra resolvi espera a pediatra que passaria pela manhã na terça quando chegou a pediatra examinou falou que ele não tava bem a barriga muito inchada e tava com dificuldade para respirar meu mundo desabou foi as pressas para UTI e na quarta de madrugada faleceu com choque séptico tou muito mal sem saber de onde meu filho contraiu isso e eles não viram se diagnósticasse antes se podesse salvar ele pois passou quase dois dias pra eles verem ele ficou na incubadora tomou antibiótico mas não resistiu tou muito triste coração partido infecção horrorosa para tirar meu anjinho de me.

    ResponderExcluir
  29. Bom dia tive meu BB de cesariana dia 8 de novembro os médicos falaram que ele estava muito bem pra ter nascido de 8 meses ele estava do pouca dificuldades para respirar iriam levar ele pra CTI por uma hora mas logo ia levar pra me tive no domingo por volta das 15:30 levaram ele pró quarto umas 18:00 quando chegou no quarto pra me vieram olhar a glicose estava baixa trouxeram leite pra eu dar a ele .Ele não mamou de forma alguma mas falaram que era normal pós ele nasceu de 8 meses e não sabia sugar tudo era normal pra eles. ele dormia muito mas achava por conta de ser prematuro passou a segunda na madrugada ele chorou muito e tava com a barriga inchada pessei ser colicas falei com enfermeira disse ele ta chorando e parece ter cólicas a barriga ta inchada ela falou deve ser fome de o leite aí disse vc não pode dar um remédio ela falou q não que os médicos falaram que criança da idade do meu BB não tinha cólicas e q so quem podia passar remédios era a pediatra resolvi espera a pediatra que passaria pela manhã na terça quando chegou a pediatra examinou falou que ele não tava bem a barriga muito inchada e tava com dificuldade para respirar meu mundo desabou foi as pressas para UTI e na quarta de madrugada faleceu com choque séptico tou muito mal sem saber de onde meu filho contraiu isso e eles não viram se diagnósticasse antes se podesse salvar ele pois passou quase dois dias pra eles verem ele ficou na incubadora tomou antibiótico mas não resistiu tou muito triste coração partido infecção horrorosa para tirar meu anjinho de me.

    ResponderExcluir
  30. Olá pessoal
    Estou numa tristeza imensa,a minha tia na qual pedi oração por ela no dia 14 de novembro, ela faleceu dia 30 de novembro e o enterro dela foi ontem dia 01 de dezembro.
    Infelizmente ela não resistiu.
    A família inclusive eu estamos arrasados e muito tristes com o acontecido.
    Orem por nós por favor para que Deus nos dê bastante forçaspara suportar essa dor terrivel.
    Muito Obrigada e Boa Noite a todos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Sinto muito pela sua perda.
      Por mais triste e saudoso que seja perder alguém, eu creio que todos nós temos a hora de chegar e a hora de partir e a ela cabe a Deus...já a nós cabe fazermos tudo para vivermos bem, com saúde, evoluirmos, e em um momento de falta de saúde que saibamos procurar tudo que esteja em nosso alcance, não desistir. Tenho certeza que sua tia lutou e infelizmente chegou a hora dela voltar para a Casa...a vocês ficam a saudade e a dor imensa, mas espero que com a certeza de que o amor que compartilharam irá amenizar essa dor...é isso que espero, que tenham curtido muito... Sinto muito...um abraço apertado...

      Excluir
  31. Olá,
    A todos...gostaria de informar que eu leio e respondo todos os comentários, se não tem minha resposta aqui é por que eu mandei e-mail diretamente para a pessoa.
    Somente os anônimos que eu preciso responder aqui no blog....portanto, se precisarem de algo é só voltar aqui e ver a resposta ou me escrever no meu e-mail andreahprado@hotmail.com
    Sinto muito por todos os relatos e espero que Deus guarde, guie e ampare cada um de vocês.

    ResponderExcluir
  32. Boa noite, estou com minha irmã na uti com sepse grave. Algumas coisas já melhoraram mas a pneumonia está difícil. O medico nos desanima muito.

    ResponderExcluir
  33. Incrível como os médicos desanimam...nem pra falar estam o s fazendo o melhor...Se Deus quiser vão dar td certo....Estou passando por isso tb com meu pai ele chama Dirceu

    ResponderExcluir
  34. Olá Déa
    Eu também tive sepse e choque septico devido uma cirurgia mau sucedida do intestino quando tive que fazer uma cirurgia de emergência porque o meu intestino obstruiu devido á descoberta de um câncer,foi feito 12 cirurgias no meu abdômen e uma no pulmão e fiquei 70 dias enternada a maioria na UTI.
    A gente não sabe se vai aguentar tanta dor,acho que quem passa por isso e não morre tem uma missão aqui para cumprir.Foi feito muitas correntes de orações por mim e nessas horas a fe remove montanhas por isso estou viva acredito.Saúde e sorte para nós todos.

    ResponderExcluir
  35. Olá Déa
    Eu também tive sepse e choque septico devido uma cirurgia mau sucedida do intestino quando tive que fazer uma cirurgia de emergência porque o meu intestino obstruiu devido á descoberta de um câncer,foi feito 12 cirurgias no meu abdômen e uma no pulmão e fiquei 70 dias enternada a maioria na UTI.
    A gente não sabe se vai aguentar tanta dor,acho que quem passa por isso e não morre tem uma missão aqui para cumprir.Foi feito muitas correntes de orações por mim e nessas horas a fe remove montanhas por isso estou viva acredito.Saúde e sorte para nós todos.

    ResponderExcluir
  36. Olá Déa
    Eu também tive sepse e choque septico devido uma cirurgia mau sucedida do intestino quando tive que fazer uma cirurgia de emergência porque o meu intestino obstruiu devido á descoberta de um câncer,foi feito 12 cirurgias no meu abdômen e uma no pulmão e fiquei 70 dias enternada a maioria na UTI.
    A gente não sabe se vai aguentar tanta dor,acho que quem passa por isso e não morre tem uma missão aqui para cumprir.Foi feito muitas correntes de orações por mim e nessas horas a fe remove montanhas por isso estou viva acredito.Saúde e sorte para nós todos.

    ResponderExcluir
  37. Alguém ficou com sequelas? Boa noite. Eu tive sepse seguida de um choque séptico devido a uma curetagem que fiz no hospital Amador Aguiar depois de um aborto espontâneo. Fui removida pro hospital público Antônio Giglio onde tive um tratamento de primeira . Quero saber se alguém ficou com sequelas. O meu órgão mais atingido foi o pulmão e não sei se é por isso que minha resistência ainda é baixa quando ando mais de 1 quarteirão.. quando levanto da cama... não consigo bocejar direito pois falta o ar... sinto fraqueza nas pernas... e subir escadas quase impossível...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim Alessandra, eu fiquei com várias sequelas, também sinto muita falta de ar, em pequenos esforços, dores horríveis pelo corpo todo...se passaram 2 anos e meio, mas muitos sofrimentos ainda, falei com o infectologista, ele respondeu que até 5 anos estamos em fase de risco ainda....pois nosso organismos ainda está se recuperando e reconstruindo toda a defesa destruída pelas bactéria. Fé em Deus q vamos conseguir....o pior já passou.

      Excluir
  38. Alguém ficou com sequelas? Boa noite. Eu tive sepse seguida de um choque séptico devido a uma curetagem que fiz no hospital Amador Aguiar depois de um aborto espontâneo. Fui removida pro hospital público Antônio Giglio onde tive um tratamento de primeira . Quero saber se alguém ficou com sequelas. O meu órgão mais atingido foi o pulmão e não sei se é por isso que minha resistência ainda é baixa quando ando mais de 1 quarteirão.. quando levanto da cama... não consigo bocejar direito pois falta o ar... sinto fraqueza nas pernas... e subir escadas quase impossível...

    ResponderExcluir
  39. Seuqelas? Dia 01/12/15 tive uma sepse que evoluiu pra um choque séptico devido a uma curetagem feita no hospital Amador Aguiar depois de um aborto espontâneo. Fui transferida pro hospital público Antônio Giglio onde tive um excelente tratamento. Hoje estou bem mas quero saber se alguém teve sequelas... meu órgão mais atingido pela infecção foi o pulmão... hoje eu sinto cansaço... fraqueza nas pernas... mal consigo subir escadas ou andar meio quarteirão sem sentor falta de ar... ainda não durmo de bruços e não consigo bocejar... alguém pode me dizer o que sentem ainda aos que forem recentes... saúde a todos nós...

    ResponderExcluir
  40. Sequelas? Dia 01/12/15 tive uma sepse que evoluiu pra um choque séptico devido a uma curetagem feita no hospital Amador Aguiar depois de um aborto espontâneo. Fui transferida pro hospital público Antônio Giglio onde tive um excelente tratamento. Hoje estou bem mas quero saber se alguém teve sequelas... meu órgão mais atingido pela infecção foi o pulmão... hoje eu sinto cansaço... fraqueza nas pernas... mal consigo subir escadas ou andar meio quarteirão sem sentor falta de ar... ainda não durmo de bruços e não consigo bocejar... alguém pode me dizer o que sentem ainda aos que forem recentes... saúde a todos nós...

    ResponderExcluir
  41. Oi Pessoal perdi minha mãe Josefa dia 30 de dezembro ela estava internada por conta de uma infecção de urina que se transformou em Sepse ela entrou em choque septico no mesmo dia e não resistiu.
    Fico pensando se os médicos tivesse descoberto antes essa bactéria se o tratamento tivesse sido iniciado antes.
    Talvez minha mãe estivesse aqui comigo agora

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daiana, sinto muito por sua mãe!
      Tive Sepse em Outubro devido a uma infecção urinária e Graças ao rápido diagnóstico (mesmo dia) já fui pra UTI e os antibióticos administrados de início foram suficientes para matar a bactéria. Hj estou passando com alguns médicos para acompanhamento e todos são unânimes, 1 dia seria tarde devido a gravidade.
      Tive sorte de ter sido atendida por médicos atenciosos que ligaram rápido meus sintomas com a doença!

      Excluir
  42. Oi pessoal perdi minha mãe dia 30 de dezembro agora.Ela deu entrada no hospital com infecção de urina e isso desenvolveu pra Sepse assim que conseguiram descobrir ela entrou em choque septico e não resistiu.
    Fico pensando se eles tivessem descoberto essa bactéria mais rapido se tivesse entrado com o tratamento mais rápido talvez minha mãe estivesse aqui comigo.

    ResponderExcluir
  43. Olá meninas,
    Estou com pelionefrite(infecção rins) e o médico me mandou pra casa pra tomar medicação via oral. Nao tenho fome, nao como e mal consigo engolir água de coco pra descer os remédios e estou com muitas dores não só nos rins mas em todo abdômen que está cada minuto mais estufado, a respiração ta curta, não tenho febre. Será que é esse o processo? Tenho que aguardar e insistir nos comprimidos?
    Quem passou por essas infecções me dêem uma opinião.

    ResponderExcluir
  44. Olá pessoal,
    Estou com infecção nos rins e o médico julgou não ser grave e me mandou tomar medicação via oral em casa. Não estou comendo, não tenho fome e mal consigo engolir a água de coco pra descer os compridos. Ele me deu cipro 500mg 1x ao dia. Será que é suficiente? Estou cada minuto mais estufada, dores na barriga toda e respiração curta. Será que faz parte do processo? Devo aguardar em casa? O que você acha Déia?

    ResponderExcluir
  45. Meu pai está internado desde o dia 8/01 ele está com infecção urinária e pegou sepsia, os rins dele não estão funcionando ele tem parkson a 14 anos e diabetes, está entubado a 3 dias e a febre não baixa, médicos disseram que não há nada a se fazer a não ser esperar sua morte, que não há mais chances de vida, estou muito triste ele tem 72 anos,agora nesta agonia,será mesmo que ele não pode voltar, ele já está com antibiotico mais forte de todos e não reage, muito triste

    ResponderExcluir
  46. Meu pai teve choque Séptico no dia 20 de novembro de 2015. Fez uma cirurgia cardiaca e em função disso teve água na pleura. Quando foi retirar, uma bactéria que estava alojada num dos coagulos caiu na corrente sanguinea. O choque atacou os rins, pulmão e coração. Após 22 dias em coma e 52 dias na UTI, ele teve alta. Está ainda internado, porém em apto. O trabalho é árduo e a recuperação já vi que será lenta, mas segue tentando sobreviver. Muito debilitado. Mas os rins voltaram a funcionar, está se alimentando por sondas. Estamos esperançosos. Ele tem 63 anos.

    ResponderExcluir
  47. Meu pai teve choque séptico no dia 20 de novembro de 2015 em função de retirada de água da pleura do pulmão. Uma bactéria chamada Kleibsiella caiu na corrente sanguinea. Foi atacado os rins, pulmão e coração. Após 22 dias de coma e 52 dias de UTI ele foi encaminhado para o apto. Está se recuperando lentamente. Os rins voltaram a funcionar e não respira mais por aparelhos. Estamos trabalhando fisioterapia para voltar movimentos de pernas e braços como também fonoaudiologia para voltar a se alimentar sem ser através de sondas. Acredito que foi um milagre, pois ele tem diabetes, o que para este tipo de caso é mais grave ainda. Seguimos confiantes na recuperação, que é lenta.

    ResponderExcluir
  48. Boa tarde à todos.

    Li todos os relatos aqui e não pude deixar de me emocionar e identificar com muitas situações expostas.

    Quero agradecer a Déa Prado pela iniciativa de criar essa espaço para acolher e informar as pessoas e famílias que passam por essa situação tão difícil que é o choque septico.

    Estou com o meu pai internado na UTI desde 16/02/16, ou seja, fazem nove dias.
    Ele chegou ao hospital depois de um desmaio e fortes dores abdominais com sérias desritimias cardíacas. Imediatamente foi transferido para UTI. Nesse primeiro dia os médicos não nos deu nenhum diagnóstico. Ao chegar ao hospital no dia seguinte, meu pai estava sedado e entubado. Fiquei chocado com aquilo pois havia deixado ele conversando no dia anterior. Os médicos me disseram que ele teve um choque septico, que se propagou provavelmente a partir de uma pancreatite aguda. Nesse mesmo dia as coisas pioraram muito, ele ficou todo inchado, teve febre alta e estava tomando altas doses de Neroadrenalina para manter a pressão arterial. Mesmo com todo aparato de uma UTI a respiração dele estava cada vez mais fraca e os médicos disseram que seria muito difícil ele conseguir sobreviver. Eu e minha família ficamos arrasados. Mas como a vontade de Deus é soberana, o meu pai conseguiu reagir e melhorar pouco a pouco o quadro, de uma forma que os médicos dizem que a melhora dele foi inacreditável, pois praticamente não se tinha mais esperança. O quadro dele ainda é muito grave, embora aparentemente a infeção tenha melhorado. Ele ainda está sedado na Uti e respirando por aparelhos. Esta fazendo dialise, mas agora estamos esperançosos que ele vai sair dessa, se for da vontade de Deus. Quero pedir aqui a todos que puderem orar por ele, o nome dele é Edílson Pinheiro de Matos. O meu e-mail é yonmacedo@hotmail.com

    Sempre que puder estarei colocando a situação dele através de resposta a esse comentário. Desde já quero agradecer a todos.

    ResponderExcluir
  49. Oie gente li alguns comentários e é lamentável mesmo,neste momento estou no hospital de governador Valadares com meu sobrinho de apenas um mês, n sei mais o que pensar pois é tao novinho e inocente com SEPSE! Ele esta nas maos de Deus pois o casa dele é gravíssimo peco que orem pela vida dele obrigado que Deus abençoe

    ResponderExcluir
  50. Oie gente li alguns comentários e é lamentável mesmo,neste momento estou no hospital de governador Valadares com meu sobrinho de apenas um mês, n sei mais o que pensar pois é tao novinho e inocente com SEPSE! Ele esta nas maos de Deus pois o casa dele é gravíssimo peco que orem pela vida dele obrigado que Deus abençoe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Desejo melhoras para o pequeno. Estarei orando por ele, que Deus possa amenizar todo o sofrimento.

      Excluir
  51. Oi gente. meu tio teve choque séptico há 15 dias mais ou menos, mas não resistiu. foi fazer uma simples cirurgia de hemorroida e contraiu Staphylococos aureus. estamos arrasados principalmente minha avó. o hospital ta tirando o deles da reta, afirmam que ivestugaram e que era bacteria do corpo, mas eu desconfio muito que foi do hospital essa bacteria, apesar dela também ocorrer na nossa pele... muita força ai pra vocês que viveram, mesmo com sequelas procurem viver bem e aproveitem a vida. creio eu que deve um sensação de renascimento.. aos que perderam parentes muita força ai também. não é facil mas vamos superar.

    ResponderExcluir
  52. Oi gente. meu tio teve choque séptico há 15 dias mais ou menos, mas não resistiu. foi fazer uma simples cirurgia de hemorroida e contraiu Staphylococos aureus. estamos arrasados principalmente minha avó. o hospital ta tirando o deles da reta, afirmam que investigaram e que era bacteria do corpo, mas eu desconfio muito que foi do hospital essa bacteria, apesar dela também ocorrer na nossa pele. muita força ai pra vocês que viveram, mesmo com sequelas procurem viver bem e aproveitem a vida. creio eu que deve um sensação de renascimento. aos que perderam parentes muita força ai também. não é facil mas vamos superar

    ResponderExcluir
  53. Olá pessoal.
    Reintero aqui que respondo a todos pelo e-mail, ou aqui nos comentários.
    Caso alguém não tenha sido respondido por mim posso não ter visto seu comentário.
    Atenciosamente,
    Andrea.

    ResponderExcluir
  54. Bom dia.

    Há alguns dias postei aqui sobre a situação do meu pai, que se encontrava internado com sepse na Uti de um hospital. Ele teve uma melhora considerável nos primeiros dias, mas acabou pegando uma outra infecção através do tubo do aparelho respirador e não resistiu. Meu pai veio a óbito em 03/03/16. A nossa dor é imensa, mas foi feita a vontade de Deus. Obrigado a todos que fizeram orações e nos tem apoiado nesse momento difícil. E para aqueles que tenham familiares nessa situação, não percam a esperança, mas estejam preparados para a vontade de Deus. Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa Noite Yon

      Encontrei agora esse blog fazendo pesquisas sobre choque septico, li todos os relatos tbm, me identifiquei com a sua história e com a de outras pessoas tbm, perdi meu pai faz uma semana hoje, pelo mesmo motivo choque septico pós operatório pancreatite, muito sofrimento, Ele tinha uma dor abdominal q ninguém descobria o q era, tiraram até a vesícula dele, mais as dores continuaram, os médicos q o operaram da vesícula assumiram q o órgão ñ estava inflamado. Foi uma peregrinação. Depois de um mês, ele estava internado em outro hospital com as msm dores resolveram abrir a barriga dele p saber o motivo das dores... daí gerou tudo... falaram q era um tumor no pâncreas e tiraram o corpo e a calda e deixaram só a cabeça do pâncreas ... depois saiu o resultado e só deu inflamação... pancreatite msm.
      Foram 48 dias de internação... 33 de uti... foi muito triste... ele era muito ativo tbm... motivava a família toda! Que Deus console o seu coração e toda a sua família assim como o meu e de todos.
      Meu e-mail : vilma.arcencio@gmail.com
      Parabéns Déa pela iniciativa
      Quero muito fazer algo p que as coisas mudem a respeito desse índice de mortalidade em consequência dessa infecção... infelizmente um simples gesto que é de lavar as mãos como mencionou a Deia, é ignorado suprimido por pessoas mal preparadas ou sem empatia.
      Eu tbm acredito q cada um tem a sua hora de chegar e tbm de partir, mais seria ótimo q antes de partirmos tivéssemos um mínimo de respeito e consideração na hora da nossa enfermidade por parte dos profissionais da saúde e dos governantes!

      Excluir
    2. Estou nesta luta com meo pai, vilma fez uma cirugia de pancreas a 8 dias e esta na uti com septicemia faz 2 dias esta consinte e muito fraco com mascara de oxigenio ja esta fazendo hemodiálise.
      Que deus console sua perda e seu coracao.

      Excluir
    3. Obrigada, Bom dia, só vi seu post agora ñ recebi notificação no meu e-mail.. espero q esteja tudo bem com seu pai, Vc é toda família! Deus abençoe

      Excluir
  55. Meus sinceros sentimentos a família...seu pai cumpriu sua missão ....te desejo paz e bem.

    ResponderExcluir
  56. Fico pela internet navegando procurando respostas... Quando de repente encontro esses relatos aqui. Me ajudam e me confortam.
    Perdi meu paizinho tem 4 meses com causa de morte: choque séptico. Ainda estou sofrendo muito... Como ele faz falta.
    Ele internou com dores fortes na vesicula. Abriram depois de 3 dias e disseram que estava necrosada e que tinha uma coleção de pus na cavidade abdominal. Fico me perguntando, por que não abriram logo? Será que não daria jeito? Meu pai saiu do centro cirúrgico direto para o CTI e depois de uma semana veio a óbito. Como dói!
    Ele era tão ativo, cheio de vida... Por que meu Deus? :(

    ResponderExcluir
  57. Oi dea. .. perdi meu filho de 2 anos e 10 meses ..por sepse. .teve choque séptico. .. ele ficou internado 1 dia apenas e faleceu em 24 horas..mas os médicos não sabiam de nada..foi fulminante..perdi me maior tesouro.. mas não entendo isso direito.. podíamos conversar..
    ka.bes@bol.com.br

    ResponderExcluir
  58. Meo pai entriu no hospital para tirar um cancer na cabeça do pâncreas, ele entrou confiante para fazer a cirugia, pois o tumor foi pego bem no começo en fim hoje 8 dia apos a cirugia ele entrou na uti dia 18/05/2016 com sepse esta com esta bacteria. Foi pego no começo . Amanha vou estar com ele, esta com antibiotico esta conciente porem muito abatido respirando com a mascara ele esta confiante eu tb,ja entraram com a hemodiálise para filtrar o sangue. Ele 65 anos . Meo pai e um grande homem sempre ajudando oproximo. Deus esta com ele ....ele vai sair desta . Paz a todos por aqui e acreditem em deus pois rompe a barreira do impossível...

    ResponderExcluir
  59. Olá hoje faz um mês que perdi minha esposa, e até hoje fico me perguntando o que poderia ter feito para evitar isso, pois estávamos no momento mas feliz de nossas vidas, pois tinha dado a luz a nossa filha .E tudo esta indo tao bem . Até o último dia da quarentena quando eram 3hs da amanhã leveivela para o hospital, foi andado tudo certo. Apesar da forte cólica, o primeiro atendimento foi rápido, mas ultrasom foi feito somente as12hs dpoi disso a médica decidiu fazer uma curetagem pois ela estava com coágulo de sangue, mas depoi que a médica fez a curetagem, ela veio falar que era uma infecção generalizada, e que iria levala para uti isso já era impossível reverter o quadro e por volta das 23hs minha esposa faleceu.
    Se já não bastasse a perda da esposa maravilhosa, agora tenho que cuidar de minha pequena de 2meses e meu filho de 9 anos, sao mnhas razões de viver. Saudade eteteterna. Deus sabe de todas as coisas

    ResponderExcluir
  60. Deus abençoe a todos que estão enfrentado essa batalha difícil, fiquem na paz de Deus! Só ele para não nos deixar desanimar.

    ResponderExcluir
  61. Me chamo Érica. 41 anos e também sou uma sobrevivente da Sepse e Choque Séptico.
    No dia 21 de Abril fiz uma cirurgia percutânea para retirada de cálculos renais. No dia 22 bem cedinho tive alta do hospital. Sentia muito enjôo, porém tanto eu quanto os médicos julgamos que fosse normal pelas longas horas em jejum. Na manhã do mesmo dia, em casa, piorei! Os enjôos eram frequentes e eu sentia muita falta de ar. Ligamos para o meu médico que nos orientou a voltar imediatamente para o hospital. Daí em diante, não me lembro de quase nada. Não conseguia andar, respirava com dificuldade, sensação de desmaio... Logo diagnosticaram a sepse e fui encaminhada ao CTI. Minha família ainda acreditava que estava tudo bem. Na madrugada deste dia, piorei drasticamente. Os médicos optaram então pela sedação e entubação. Os rins pararam de funcionar, tomava doses altíssimas de noradrenalina, fazia diálise! Graças a Deus, deste período não me lembro de nada. Não sentia dor. Era como se estivesse sonhando. O sofrimento foi da minha família... marido... filhos... Passei 12 dias em coma induzido. Quando acordei, tinha perdido quase todos os movimentos do corpo. Só mexia os dedos das mãos e pés e a cabeça. Não conseguia falar por causa do tubo. Todos me diziam que o pior havia passado. Que eu era uma sobrevivente. Mas ainda viriam longos dias no CTI e depois no quarto. Ao todo foram 18 no CTI e 12 no quarto. Fazia Fisioterapia 3 vezes ao dia e sessões com a Fonoaudióloga. No dia 20 de Maio tive alta do hospital. Ainda tinha muitas limitações motoras, de fala é estava reaprendendo a me alimentar. Mas nada como estar em casa, junto da família. Minha casa se transformou num quarto de hospital. Meu cabelo caiu todo. Como se estivesse fazendo quimioterapia. Minha pele ficou escura por causa do antibiótico. Tinha muitas manchas pretas, tipo sangue pisado nas extremidades, causadas pela noradrenalina.
    Hoje, quase 2 meses após a alta, estou perto dos 100%! Reaprendi a me alimentar, a falar e caminhar. Faço tudo sozinha! Já voltei a dirigir! Cuidar da casa! Ainda estou afastada do trabalho! Retorno em 20/08. A pressão ainda está um pouco descontrolada. O cabelo crescendo. A pele está clareando. Das escárias, cateteres e procedimentos só restaram as cicatrizes. Não faço mais diálise. A função renal está completamente restabelecida. Ainda sinto algumas dores. Principalmente nas mãos, pés e ombros. Meu médico diz que com o tempo vai passar.
    Acredito sim que sou uma sobrevivente!
    Hoje tenho mais de fé!
    Acredito que as orações dos familiares e amigos fez toda a diferença em minha vida!
    Não responsabilizo nem os médicos nem o hospital! Aconteceu o que era de meu merecimento!
    Porém, hoje, morro de medo de retornar ao hospital!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você é uma vencedora. Parabéns.

      Excluir
    2. Foi um milagre mesmo em sua vida! Fico feliz de saber q existe sobreviventes a essa infecção tão devastadora!

      Excluir
  62. Olá! Que bom que há esse espaço para as nossas dúvidas e desabafos. Minha mãe está na UTI com sepse após uma cirurgia devido ao acúmulo de água no apêndice. Ela ficou doze dias internada no hospital da Unimed de Ourinhos e foi lá que ela adquiriu essa infecção. É um absurdo que nem mesmo um hospital particular tem os cuidados básicos com a higiene, pois há vários relatos de pessoas que eu conheço que também adquiriram infecção naquele local. No momento minha mãe está na UTI da Santa Casa, está respirando sem auxílio de aparelhos e consegue se alimentar. Nós familiares estamos aflitos e ao mesmo tempo se sentido completamente incapazes. Peço que orem a Deus por ela. O nome dela é Eliana.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Luciana, apresentarei sua mãe em minhas orações 🙏
      Fica na paz de Deus!

      Excluir
  63. Seu depoimento tirou um peso de mim. Meu paizinho faleceu de choque séptico, acompanhei tudo. Ele internou pra fazer uma cirurgia de vesícula e acabou tendo uma infecção grave. Quando ele foi entubado, eu pedia a Deus todos os dias pra não deixar ele se sentir incomodado, com dor, agonia... Aquela imagem me angustiava. Aí pensava comigo: será que ele tá sofrendo? Mas acho que ele nem iria se lembrar de sobrevivesse... Agora fiquei com a saudade que me consome... Você venceu!!! Que Sua saúde seja completamente restaurada����

    ResponderExcluir
  64. Oi pessoal...tbm perdi meu amado esposo no dia 18/07/2016....com choque séptico..a partir daí passo a procurar respostas do q aconteceu,porq ele era deficiente físico,devido a um acidente de moto em 89 e devido ficar mt sentado ,pois ele locomovia so com muletas,ele deu escaras e erisipela tbm....mas avida inteira dele foi de escaras e erisipela e sempre saia delas, melhorava...tanto q nem ia ao médico...detestava hospital,devido ao q ele ja tinha passado...mas no mês passado eke ficou mt quieto, com a perna inchada e ficou mt deitado e as escaras abriu mt e veio a infeccionare passou pro sangue....a pressao dele caiu mt e tinha dificuldades em respirar,levamos ele pro hospital na sexta a noite,sabado foi pra uti e na segunda cedo ele veio a óbito....tinha 46 anos,mt alegre,amoroso.....estou sofrendo mt..mas sabemos q foi a vontade de Deus e ele vai me dar forças pra continuar.....Parabens aos sobreviventes do choque septico ,vcs sao uns vitoriosos...Deus q abençoe a tds!!
    !

    ResponderExcluir