quinta-feira, 4 de novembro de 2010

Simplesmente viver.

Eu faço questão...
Você precisa ficar com um pedaço meu.
Se você aceitar e eu doar, tudo que viver, mesmo que eu não esteja mais, será como se eu estivesse.
Se você viajar, se emocionar, amar, sorrir, de certa forma eu viajarei, emocionarei, amarei e sorrirei por meio de você.
Não é lindo pensar que mesmo que eu não esteja mais viva eu estarei!
Quando dançar até seus pés não aguentarem mais, será um pedaço de mim que a ajudará a aguentar o ritmo e que você não o perca hein, pois sou uma exima dançarina.
Faça jus a nós.
Se você pular de paraquedas e seu coração disparar será esse pedacinho meu que ajudará seu sangue a normalizar, a circular, a te saciar de adrenalina.
Se a chuva molhar seu rosto, você fechará os olhos e esse pedaço meu sentirá cada gota gelada entrar em seus poros e lhe enxarcar a alma.
E quando a grama for cortada e seus narinas se embreaguarem com o perfume um pedaço meu se perfumará também.
O que quero dizer é que não importa o que você faça, sinta, ou viva, um pedaço meu viverá para todo sempre dentro de você, no seu espírito, no seu perispirito, em seu coração, alma e corpo.
Puxa nunca imaginei que ao doar eu viveria para sempre em você.
Como imaginar que o gesto puro de amor ficará marcado eternamente em suas jornadas.
O que eu quero é que você viva todas as emoções que citei e todas que nem imaginei.
Não quero que faça nada de mais, a missão de cada um de nós é simplesmente viver, intensamente, sabiamente, um dia após o outro, não é ser grande, famoso, poderoso, na verdade é tão simples que chega a ser extremamente difícil, por que, num mundo onde se deseja tudo, o nada é o diamante sem lapidações, rústico e duro, mas por dentro, onde poucos enxergam há uma beleza cintilante.
Por isso, seja simples, seja cada vez mais insignificante para este mundo, mas cada vez mais bela para o nosso verdadeiro mundo que a espera.
Seja filha, irmã, amiga, talvez mãe, avó, dos seus e dos de todos nós.
Leve meu pedaçinho consigo onde estiver e lá eu também estarei.
Leve ele para dançar, comer, sonhar, abraçar, beijar, pisar na grama, nadar, se jogar, escandalizar, ultrapassar, imaginar, realizar, doar, fazer compras, botar a mão na massa, chorar, gargalhar, no cinema, no teatro, no circo (com muitos palhaços e sem animais explorados), para conhecer outros lugares, viajar, leve ele também nos lugares tristes para que tanto eu como o meu pedacinho possam dar valor ao todo resto.
E no mais não se preocupe ficarei orgulhosa de você por ter aceitado um pedaço meu para que você possa simplesmente VIVER!

Nenhum comentário:

Postar um comentário