sábado, 31 de julho de 2010

A vida em stand by

Ontem eu levei meu livrinho para um novo amigo que está internado, ele já venceu três cânceres e agora suas plaquetas estão baixas sem que os médicos descubram o motivo.

Assim ele tem que ficar lá no hospital, já está há mais de um mês...

Percebo o quanto somos fortes, determinados, lúcidos!

Quando a gente está no meio da tempestade, por mais que o barco balançe a gente só se joga no mar quando não tem mais jeito, assim são os marinheiros parrudos.

Eu fico assim, com a respiração faltando, lembrando dos momentos de solidão por que passei, momentos que as visitas saiam pela porta e eu ficava lá com minha dores.

Mas eu também fico assim, sorrindo, por perceber que se você passa por coisas assim, pouca coisa mais lhe mete medo.

Força aí Dani, estou te esperando aqui fora para distribuirmos os livrinhos e sermos amigos quem sabe?

Eu sei o quanto é difícil ver as pessoas saindo pela porta, irem cumprir seus compromissos, seguir sua vida,  em quanto a sua, a minha e a de várias outras pessoas estão no stand by... temos que aproveitar o momento da parada, de estar totalmente entregue ao AGORA!

Saí de lá e era dia de grupo de oração, minha energia estava fraca, um sono que não era meu...

Comecei minha prece cambaleando, depois consegui me conectar e o pisca-pisca que está se tornando comum veio me prestigiar, saí de lá sorrindo, feliz da vida, da minha vida, renovada e pronta para enfrentar o stand by, os percalços, as desaventuras...

A semana vai começar daí a pouco, meu pai ensaia sua música lá em baixo, eu me emociono sempre e que venha o tão esperado Sarau e que ele seja PURA LUZ!

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Shakira - Donde estas Corazon

Donde Estás Corazón? Shakira


Donde estas corazon?-

Ayer te busque, entre el suelo y el cielo, mi cielo

y no te encontre y puedo pensar que huyes de mi

porque mi silencio una corazonada me dice que si

Donde estas corazon?-

Ven regresa por mi que la vida

se me vuelve un ocho

si no estas aqui, y quiero pensar-

que no tardaras,

porque en el planeta no existe mas nadie a quien pueda yo amar

Donde estas corazon?-

Ayer te busque

Donde estas corazon?-

Y no te encontre

Donde estas corazon?

Saliste de aqui, buscando

quien sabe que cosas tan lejos de mi

y puedo pensar- y vuelvo a pensar- que no tardaras

porque en el planeta no existe a mas nadie a quien pueda yo amar

Donde estas corazon?-

ayer te busque

Donde estas corazon?-

Y no te encontre


Te busque en el armario,en el abecedario debajo de

el coche en el negro, en el blanco, en los libros de historia

en las revistas y en la radio.

Te busque por las calles- en donde tu madre en cuadros

de Botero en mi monedero en dos mil religiones te busque

hasta en mis canciones. oh uh oh no, no, no

Alguém que leu...

Deaaaa li seu livro alias devorei em 2 dias, só uma coisa a dizer VIVA A GUERREIRA que vc é....sem palavras simplesmente amei, todos deviam ler pq com ctz é uma aprendizado de vida

quarta-feira, 28 de julho de 2010

Desejo do meu coração...não pode faltar....

Um dos cantores desmarcouuuuu....NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO!

Estão tentando achar substitutos...eu quero tanto...é tão importante para mim....

Eu quero do fundo do meu coração......

E o universo vai conspirar ao meu favor....já que é um desejo da minha alma...certo?

Corrente do bem força aí, peçam comigo, que os amigos da Paula aceitem o convite...

ELES ACEITARAM, ELES ACEITARAM, ELES ACEITAREM...REPITAM COMIGO!

Amar é...

Esses bonequinhos aí de baixo me lembraram essas figurinhas que eu amava:

A primeira vez

segunda-feira, 26 de julho de 2010

Eu quero mais.

Estou quietinha....resguardada...rezando muito...vários pensamentos que não gostam tentando invadir meu coração
Será um teste?
Uma pergunta, um grito, um chacoalhão:
O quanto você realmente mudou?
Momento de pensamentos, mas são vagarosos, não são elétricos como antes, apesar de confusa estou calma, e isso é sim uma mudança, pequena, mas diferente.
Em breve passa...
É como a música que gosto que tocou no sábado quando fugi de mim mesma:
"Confesso acordei achando tudo indiferente, verdade acabei sentindo cada dia igual, quem sabe isso passa sendo eu tão inconstante, quem sabe o amor tenha chegado ao final...
Não vou dizer que tudo é banalidade...
Ainda há surpresas...
Mas EU sempre quero mais!!!!
É mesmo exagero ou vaidade, eu não ME (te) dou sossego, eu não me deixo em paz.
Não vou pedir a porta aberta, é como olhar pra trás.
Não vou mentir tudo que eu falei eu sou capaz.
Eu não vou roubar o MEU tempo eu já roubei demais.
Sinto falta de um vão para me esconder.
Aos poucos fui ficando sem saída.
Perder vazio é empobrecer.
Não quero ser a dona da verdade (mas quero que respeitem as minhas verdades, mesmo que elas não sejam as de mais ninguém).
Eu tenho saudade (ás vezes de quem eu era, dos sonhos que tinha, da ilusão que não me engana mais).
Mas já é tarde.
Talvez eu passe um tempo longe da cidade.
Quem sabe eu volte cedo. (e fique onde estou, já que os pensamentos, as tristeza moram dentro de mim).
Ou não volte mais."
E que ando repetindo, escutando, deixando os sentimentos me tocarem o tempo que for necessário.
Eu preciso ficar só, preciso achar minha alegria de novo, ela é como a areia, escapa da minha mão muito facilmente.

sexta-feira, 23 de julho de 2010

PAREI DE CONVIDAR....KAKAKA

Gente,
Estou com um medaaaaa danada de lotar, as pessoas ficarem bravas por não ter lugar para sentar...
Enfim...agora vai ficar restritos para os confirmados...que já passam dos 100....
Hoje com o meu desespero comprei banquinhos e espero que meus amigos mais jovens, caso não haja lugar sentem no chão e dêem lugar para os mais velhos.

MAS MEUS AMIGOS SÃO EDUCADOS, TENHO CERTEZA QUE DARÁ TUDO CERTO E QUE NINGUÉM ME XINGARÁ.
Afinal o intuito não é de festa, mas filantrópico...
Tem 100 lugares entre cadeiras e bancos disponivéis, além do tapetinho para a criançada e mais espaço no chão acarpetado...acho que dá....esperemos que sim.
Hoje o último cantor confirmou...Está praticamente fechado...são 17 apresentações, entre música, teatro, depoimentos, rezas, poemas, e videos.
É isso agora é contar as duas semanas que faltam.
Fazer os bolos na semana.
Comprar as comidinhas prontas.
As flores.
E montar tudo...
E QUE NINGUÉM SAÍ DE LÁ FALANDO MALLLLLLLL! RSSS

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Eu tenho SORTE na vida.

Sempre falta um detalhezinho...uma coisinha, pessoas que quero convidar...
E foi assim que hoje eu saí de novo para comprar algumas coisinhas e passei no Alvorada Moema onde fiquei internada pela primeira e mais dolorosa vez.
Primeiro um pulo na dialise, entreguei uns livrinhos e que delícia, as pessoas ficam muito felizes de me ver.
Encontrei Dr. Valcir que no livro é o médico transplantado.
Ele está ótimo, saúdavel, gordinho, e fiquei muito feliz de vê-lo bem.
Como todos os médicos ele me diz que tenho muita SORTE, e que é maravilhoso me ver bem, e que há alguns dias atrás ele falou sobre minha história.
Parece que ela é usada para mostrar para as pessoas que apesar de grave podem ser salvas.
Me deu um abraço carinhoso e ficou emocionado com o livrinho, disse que estava arrepiado, me parabenizou pelo iniciativa de distribuir os livrinhos.
Encontrei algumas enfermeiras da minha época a Cris, deixei um para a Sabrina que era uma fofa na UTI comigo, embora eu não lembre...rsss...mas a minha mãe gostava muito dela.
Encontrei a Lilian que era uma enfermeira novata...
A Vivi que cuidava das papeladas.
Infelizmente descobri que meu amigo Charles que tinha feito o transplante está lá dialisando novamente, pois, o transplante dele não deu certo, a doença que tem passou do rim doente para o transplantado.
Fiquei muito triste por ele, já sentia, pois, ele não retornou mais minhas ligações, não sei se trocou de número ou se não queria falar comigo.
Deixei um livrinho para ele e o recado para me ligar, espero que ligue, também o convidei para o Sarau, espero que vá.
Fiquei triste também por que a maioria que dialisava comigo voltaram para a casa (desencarnaram)...pessoas que eu gostaria que fossem no Sarau dividir seus depoimentos com os demais...agora só quando nos encontrarmos de novo no outro plano.
Enfim....triste ou alegre, é sempre bom voltar lá e saber pelo o que passei, o quanto tenho SORTE..rsss...e o quanto Deus foi benevolente comigo.
Deixei livros para Dr. Henrique, Dr. Fernando, Dr. Moacyr (Da alegria), deixei para o Joel também meu enfermeiro querido.
A Cris psicologa não acreditou quando me viu...ficou super empolgada por eu ter escrito.
Nesses fotos sou eu na dialise, sempre me deixam entrar...rsss, embora seja proibido, e a enfermeira Cris, ela cuidou de mim na época que dialisava.

Sempre que vou é uma festa, uma delícia, amo ir lá quem sabe dar uma luz para quem precisa.
O livrinho foi feito para isso!
Que bom que está começando a cumprir o seu papel.
Depois da dialise fui no sétimo e depois na UTI.
Bom lá as pessoas estão com a cabeça abaixada, esperando para entrar na visita, e sempre me comovo demais, imagino a dor, a angústia, o inesperado que aguardam.
Lá senti vontade de presentear um moço assim...ele me agradeceu muito, sei lá, acho que ele precisava disso.
A Lau enfermeira da UTI que eu queria convidar para o Sarau, estava na outra UTI, Coronária, e fui lá que entrei, também me deixaram...rsss....
A Lau me contou que eles estão fazendo palestras e falando como é o relacionamento deles com algum dos pacientes e ele...adivinhem...contou a minha história...rsss...
Fiquei na central conversando com a Lau, e com as outras e uma enfermeira me chamou a atenção, eu disse para ela que lembrava dela, mas não sabia de onde.
Bom conversa vai, conversa vem, ele perguntou se eu era a moça da ZZ, lá eu era conhecida por trabalhar com a ZZ, e ter como médico o Dr. David Uip o que deve ter causado problemas também...rsss...com os demais médicos (coisa de ego), e também como a moça do pé.
Ela lembrou de mim e me disse que um dia, ela me levou para dialisar no outro andar, pois, eu estava no quarto e quando ela estava me levando de volta para o quarto, eu tive uma parada cardiaca, quase morri, ela teve que me socorrer e do elevador mesmo ela me levou para de volta para a UTI.
Foi então que eu percebi que meus pais não me contam tudo, eles não gostam de falar que tive hemorragia, que me viram ter, que tive parada respiratória, cardiaca, e outras coisas mais que eu não me contam.
(eu pergunto como era o meu tubo da entubação, se tinham me ressucitado, enfim, minha mãe sempre diz que "acha que não"...mas não é verdade, ela sabe, mas não gosta de me contar, de lembrar..)
As pessoas me diziam que tinham me visto com sangue, etc, mas minha mãe sempre as desmentia...rss
Por um lado eu acho uma graça ela querer me proteger, querer que eu não saiba dos detalhes que machucam, minha mãe sempre foi uma pessoa de colocar pedra em cima das coisas e não seria diferente na coisa mais dolorosa pelo qual passou.
Assim eu fico com as minhas lembranças, tentando desesperadamente juntar os pedaços, saber coisas, detalhes, nesses cinco anos eu pergunto quase todos os dias alguma coisa relacionada a minha estadia lá, mas me sinto poupada, enganada, faltando pedaços.
Nunca vou entender o que aconteceu comigo, o que o meu corpo viveu, mas pelo menos o que a minha alma viveu, embora eu não consiga explicar direito, é meu, somente meu.
Infelizmente o que meu corpo viveu antes, e durante, algumas pessoas sabem, mas não me contam.
O que minha alma viveu durante só eu senti, mas não posso contar direito.


quarta-feira, 21 de julho de 2010

E os preparativos para o Sarau seguem a todo vapor...

Chega logo vai!
Resolvi dividir mais alguns preparativos...rsss...já que não tenho muitos seguidores, acho que não vai estragar a surpresa...kakakakaka!
Vou dar CupCakes de lembrancinha no final e olha que tristeza a minha primeira tentativa...rsss...a receita não era das melhores, ao tirar a forminha eu deixei ela toda amassada o que deformou os bolinhos e tirarmos depois de assado e ele murchou (descobrimos depois que o ideal é deixá-los esfriar numa grelha para que não murchem...anotaram a dica?)


A segunda tentativa, uma nova receita, sem tanto manteiga, tiramos a forminha com jeitinho, eu arrumei a massa para ela ficar espalhada por igual e deixamos esfriar sobre a grelha.
Dei meu toque pessoal na receita, por que eu quero dar o bolo formigueiro, coisa de criança...rsss, portanto acrescentei na receita o granulado, estou ficando metida, inventando até moda nas receitas.
Estou me achando.
Mas o mais legal é que as lembrancinhas serão uma coisinha feita por mim mesma, com todo o carinho e amor.
Em cima colocarei meu brigadeiro maravilhoso e confeitos em forma de boca...que significa que estou falando...Tchau...obrigada por terem vindo...um beijo...na verdade vários...rssss.


O Saquinho de biscoitinhos marrons e a fita, e as boquinhas.
Ohhh essse Cup aí é teste tá, na quarta próximo ao evento farei fresquinhos..
Eu mandei a forma toda para meus sobrinhos...afff..ninguém merece fazer testes, comer os testes...rssss
Me livrei deles imediatamente.

Esse eu mordi, para que vejam como ficou dentro....GOSTOSO!!!!!!!

Essa imagem é para guardarem, depois eu conto o que farei com elas...rssss

E segue o mistério.....

Até dia 07/08/2010.

Cláu estou esperando seu video, kd?


terça-feira, 20 de julho de 2010

Amigo é coisa pra se guardar...

Que estejamos um do lado do outro em todos os momentos!
Quando há vento!
Quando há risada!
Quando há desequilibrio!
Quando há sombra!
Quando há sol!
Quando há perido!
Quando o dia chega ao fim!
Quando tudo acaba!
Quando temos que levantar e começar de novo!
Quando há sonhos!
Quando há escuridão!
Quando há medo!
Quando há saudade!
Quando há som!
Quando há amizade!
Sempre quando há um do lado do outro!

Feliz dia dos amigos!

Amo vocês!


Eu sempre me lembro que temos que ter cuidado com o que pedimos a DEUS...ele sempre atende.

segunda-feira, 19 de julho de 2010

O Kit Enterterimento Provisório. HELP

Hoje fui na 25 e consegui comprar tudo que preciso...não tudo que sonhava...rsss

Ainda falta uns dois itens que se encontrar ficará mais bonito, mas se não rolar, a coisa também rola sem eles...rsss

Vou dividir com vocês o que preparei pensando nas possivéis crianças, filhos dos amigos, que talvez vão, penso que talvez, por que esse não é um evento que a criançada vai gostar, não tem espaço para correr, não tem brinquedos e terão que ficar sentados ouvindo depoimentos, músicas, poemas, que eles com certeza não vão prestar a atenção...rss

Talvez o teatrinho seja bacana para eles, mas é curto, quinze minutos e depois só os pais mesmo para manterem os coitadinhos sentados...boa sorte para eles...rsss

Mas pensando em enterter pelo menos um pouco, e também por o livrinho não ser para crianças, eu fiz um kit de enterterimento provisório...rsss

Tem giz de cera, revistinha, adesivos e um nariz de palhaço para eles tirarem fotos e fazerem dupla com os palhacinhos da peça.



Vou colocar um tapete desses que montam letrinhas, números, para demarcar o espaço onde poderão pintar, sentar, e ficar todas as crianças juntas...Deus nos ajude.

sábado, 17 de julho de 2010

Sarau....

Finalmente consegui ir na 25, nem choveu...ufa!

Mas não consegui comprar tudo, não conseguia carregar sozinha...kakakakaka!

Mas tem tudo lá, a 25 é uma mãe...

O pessoal queridissimo do teatro esteve aqui em casa e passei tudo para eles, aparentemente amaram os figurinos que comprei para eles e agora só resta eles ensaiarem e DECORAREM...rsss...

A coisa está tomando forma, e tá bem bacaninha.

Curiosidade de quantas pessoas irão.....

Mas só dá para saber no dia...

sexta-feira, 16 de julho de 2010

Sarau...sarau...

Hoje fui no mercado e comprei tudinho que posso comprar antes...kakakaka.

Também preparei algumas coisinhas que serão dadas, e ficou muito engraçado e divertido.

Amanhã vou na 25, chova ou faça sol, e de tarde encontrarei com os palhacinhos...rsss

Espero finalizar isso também e passar para eles, deixar daqui por diante com eles, assim vou me livrando das pendengas...rsss

Amanhã vamos tentar fazer os cup cakes para ver se acertamos, se sim, eles serão a lembrancinha...kakakaka!

Espero que não vá mais de 100 pessoas..rsss

É isso, a coisa está tomando forma...delícia.

Louca para postar as fotos, mas antes perde a graça..

quinta-feira, 15 de julho de 2010

Sarau...sarau...sarau...

Hoje ao falar com a Gaby uma das peças para o figurino do meus queridos que estava preocupada a queridona tem...ufa...!

Hoje também um dos cantores confirmou a presença.

Só falta mais um....affff!

A Rita Helena...também confirmou...mas essa não me metia medo, pois ela já era verdinha no meu roteiro.

Enfim, hoje foi um dia produtivo, de muitos sims...

quarta-feira, 14 de julho de 2010

Eu quero um Haroldo para me esquentar...

Os preparativos do Sarau.

Eu amo criar festas, se tivesse bastante grana minha casa seria praticamente um Buffet de Festas.
O Sarau está perto e quero fazer ele todo caprichado, afinal, ele é meu aniversário de vida nova a oportunidade de agradecer aqueles que amo e também dizer ADEUS de forma bem bonitinha.

Estou comprando as coisinhas que vão decorar, enfeitar, graciar...rsss...o Sarau.

Não vou mostrar aqui, por que, daí vai perder a graça para os que forem, mas prometo encher de fotos de todos os momentos e detalhes.

Já posso adiantar que comprei:

Guardanapos lindos.
Algumas louças branquinha, com cara de chá da tarde, mas que pelo jeito será chá da noite..rss
Enfeites para os bolos que pretendo fazer...o do bolo de limão é tão lindo, mimoso..rsss, comestivel claro.
Comprei duas roupas para minhas palhacinhas que são uma coisa, espero que sirva.
Vamos nos encontrar no sábado para finalizar a pecinha que eu escrevi, aiaiaiai.
Estou esperando a confirmação de alguns dos cantores, aflita...rss
A maioria dos convidados para darem o depoimento estão confirmados.
Ontem também gravei dois depoimentos, não posso contar com quem..rsss, que foram lindos, engraçados, emocionantes, eu confesso fiquei nervosa, sou timida, e falei um pouco mais do que deveria, preciso aprender a me conter, quando fico nervosa eu fico com um medo terrível do silêncio e falo mais do que deveria, vou tentar me policiar no Sarau, acho que no dia vou tomar um litro de suco de maracujá...
Algumas latas de leite em pó, das pessoas que não vão poder ir já estão em casa, fofos...
Um video que fiz, está pronto e arrancou lágrimas das pessoas que permiti que vissem para dar sua opinião, também arrancou risadas, e sorrisos cheinho de entendimento.
Agora eu quero ir na 25, mas para isso tem que parar de chover...rsss

Não vejo a hora do dia 07 chegar...e quem for, tenho certeza vai curtir de montão.

domingo, 11 de julho de 2010

Algodão na cabeça é a solução...

Ando procurando dicas de como fazer meu cabelo ondulado ficar com os cachinhos mais naturais e arrumados, já que o motivo de eu preferir a escova lisa na maioria das vezes que vou em algum lugar é que ele tem um jeito de despenteado.

Qual mulher de cabelo encaracolado que não sonha com um produto perfeito que tire o volume, hidrate, e deixe os cachinhos naturais e soltos, e brilhantes..rsss...

Estou sempre a procurar...leio blog do cabelo cacheados e tem muitas dicas valiosas...sigo todas...

E adorei essa aí, que não foi no blog do cabelo cacheado, mas num site fique linda...


Use o algodão no lugar de bóbis




Essa dica é perfeita para substituir os bóbis. Separe os cabelos em mechas e as enrole em chumaços de algodão. Para cachos maiores, utilize um pedaço de algodão maior. Prenda os chumaços na cabeça com grampos e passe o secador. O algodão ajuda a preservar o calor por mais tempo.

E tem outra vantagem: se você optar por fazer o penteado no salão, não precisa ficar lá esperando até o cabelo terminar de secar. Você pode ir para casa e ficar com os fios enrolados até o momento de sair, assim o penteado dura mais. Além de não ter que devolver os bóbis, o algodão também é mais fácil de ser retirado da cabeça.



Para seus cachos não despencarem antes do final da noite, aplique um pouco de mousse modeladora antes de começar a enrolar os fios ou vaporize com spray fixador depois. Ao soltar os rolinhos, não se esqueça de abrir os cachos com os dedos.

VOU FAZER E PROMETO POSTAR A FOTO, ANTES, DURANTE E DEPOIS...KAKAKAKA!

sábado, 10 de julho de 2010

Dicas - Pancake/Tônico Balanceador/Demaquilante/Sapato

Eu comentei com a minha personal make up...rssss..(minha prima Rê) um produto que estou usando, uma base, pancake, da Shiseido, que é menos oliosa e forte do que a da MAC que uso a noite, a da Shiseido eu uso todo dia, por que, além de ser mais leve, ela tem protetor solar.

Também tenho usada essa solução balanceadora para peles oliosas, antes da Make up, como um tônico, lavo o rosto e antes da maquiagem eu passo esse produto para não ficar com a pele brilhando.

Aproveito para mostrar também o demaquilante da Sephora, aquela loja maravilhosa que encontrei na Itália, e que tem em alguns paises da Europa...adorei todos esses produtinhos....

Também aproveito para mostrar o sapato verde de tachinha que usei com o vestido verde de casamento quando fui madrinha, ele é lindo, e super útil para usar com calça jeans, low profile..

quarta-feira, 7 de julho de 2010

Pra não falar que eu não falei das flores.

Tenho achado esse blog meio deprê, tenho citado muito doença, a minha, a dos outros, comemorações de transplante, etc...rsss
Mas eu juro que apesar das citações, eu sou uma pessoa muito feliz, e embora a barra tenha sido realmente dura, eu sou grata por tudo que passei, e embora seja meio deprê, é impossível eu não citar coisas que fazem parte da minha vida e a de todos nós, coisas que ficaram impreguinadas em minha alma.
A flor da pele sabe? Mas a flor da pele de um jeito bom.
Hoje eu vou ter que falar sobre MORTE!
E para falar sobre isso e sobre o que anda rondando minha cabeça tenho que voltar aos meus quatro anos de idade.
Quando meu Avô paterno o Vô Zico, que era a única pessoa no mundo a me chamar de Deinha, ficou muito doente, teve um derrame e não conseguiu mais se comunicar conosco.
Eramos crianças eu e meus primos, mas nossos pais prevendo que meu avô partiria, nos levaram escondidos no hospital para nos despedir, lembro do desespero do meu avô tentando falar e escrever, ele se foi sem sabermos o que significavam aqueles balbucios e aqueles rasbiscos, que minha mãe tem guardado até hoje.
Para falar sobre o dia de hoje tenho também que falar sobre um casal muito charmoso, os meus Tios Avôs : Tia Tianinha e Tio Almiro, esses dois eram uma graça, sempre felizes, juntos, por 70 anos, criaram uma família grande, unida e linda, sete filhos como os meus avôs.
Por meu avô ter partido cedo, todas as vezes que via Tio Almiro, que é seu irmão, era como se eu visse meu avô, eles são muito parecidos e meio que transferi o amor pelo meu avô para o Tio Almiro.
Tio Almiro partiu faz uns três anos, eu, meu pai e minha mãe, nos despedimos deles antes, graças a Deus.
Fomos visitá-los assim que fiquei bem, e passamos uma tarde agradável entre família.
Tia Tianinha também sofreu um derrame há alguns anos atrás e suas cordas vocais sofreram danos, ela não conseguia mais se comunicar direito conosco, e percebiamos sua angústia por isso.
Quando a visitei e estava já surdinha, minha compaixão ficou maior.
Ela partiu ontem, acabou sua missão aqui.
Pra falar sobre hoje e o que ando pensando, tenho que falar um pouquinho também sobre meu Bisavô Antônio, ele era espirita nos anos 40 e imagine por quantos problemas ele passou.
Primeiro a própria família não o aceitava, meu avô, seu filho, nunca foi nas reuniões com ele, era tudo meio escondido, o submundo.
Quando me encontrei nessa doutrina, senti uma gratidão muito grande por saber que ele já acreditava em tudo que eu acredito apesar dos preconceitos por que deve ter passado.
Minha outra personagem a Tia Conceição,  irmã do meu avô e do Tio Almiro e filha do Bisavô Antônio, era medium, ela via e ouvia espiritos desde muito cedo e por não aceitarem e entenderem naquela época, apesar do entendimento de seu pai, fui considera meio louca e perdida.
Tem a história de um noivo desistente, que nós nunca soubemos os detalhes, que deve também ter contribuido para o rotulo que ela ganhou.
Meu Bisavô foi morar no asilo, por escolha própria, quando uma mordida de cobra que ele tinha na perna, que ele levou quando era jovem e que nunca curou piorou e suas dores tornaram-se insuportáveis tanto para ele quando para minha Avó, com quem ele morava que além da pobreza e de sete filhos para criar, não aceitava as escolhas do meu Bisavô.
Quando ele morreu ele pediu para o dono do asilo, espirita, que colocasse minha Tia Conceição no lugar dele.
Ela que era considerada louca e a pobreza de minha família fizeram com que ela aceitasse ir para o asilo rapidamente com vinte e poucos anos e lá viveu resignadamente até hoje, acreditamos que ela esteja próximo dos 90, já que ela não tem certidão de nascimento.
Eu não culpo minha família, creio que essa seja a missão da minha Tia Avó, mas não deixo de sentir como se um pedaço meu tivesse sido negado, como se uma parte da minha família fizesse falta.
Eu a visito sempre e embora ela não me reconheça, consegui arrancar sorrisos, e até eu te amo em resposta, mas nunca consegui convencê-la a passear comigo.
Todas as vezes ela me responde:
- Hoje não! Outro dia...
Ela nunca saiu do asilo, embora os velhinhos lá possam ir nos bailes, nos bingos, onde quiserem, ela nunca saiu de lá a não ser para ser internada recentemente.
Nossa família melhorou de vida e ela poderia senão morar, nos visitar quando quisesse, mas o tempo tratou de afastar, o estrago já tinha sido feito.
Sempre que chegavamos para visitá-la quando ela tinha saúde, ela estava com sua toquinha na cabeça, uma meia levantada e a outra abaixada, suas roupas descordenadamente combinando ajudando a todos, lavando roupa ou louça ou ajudando no almoço.
Sempre senti que nós, as visitas, mais atrapalhavam do que ajudavam, nós a tiravamos do mundo dela e faziamos com que ela percebesse que há um mundo lá fora, diferente daquele que ela deixou para trás quando entrou por aquela porta.
Eu sinto que ela cumpre sua missão brillhantemente resignadamente, em silêncio.
Ela não tem estado bem e eu estou morrendo de medo que ela parta sem que eu tente levá-la para passear mais uma vez, sem que eu diga eu te amo pela miléssima vez, e sem eu saia de lá com os olhos cheios de lágrimas sem que ela saiba quem eu sou.
Finalmente cheguei onde estou agora, neste dia, pensando muito sobre silêncios, despedidas, perdas, vida.
Hoje lá no cemitério eu fiquei imaginando quem irá se despedir do meu corpo nessa vida e apesar de saber que ele não terá mais vida, me deu um nó na garganta.
Caso eu não case, não tenha filhos, quem irá se despedir do meu corpo?
Eu sei que minha alma não estará mais aqui, se Deus permitir, mas é meio triste pensar nisso.
Os amigos embora nos amem, nem todos caminham ao nosso lado durante toda a nossa vida, alguns vão antes, outros se perdem de nós...
Pensei em convencer meus sobrinhos a prometerem, mas ninguém pode lhe fazer essa promessa.
Depois de muito pensar, cheguei a conclusão, que não importa quem se despedirá, mas sim o que eu plantar de amor e caridade nos corações das pessoas, assim os que tiverem partido estarão me esperando, e os que não forem se despedir mas se lembrarem de mim o farão com amor.
Alivio!
Esse problema foi resolvido..rss
O outro é perceber que a falta de comunicação pelo qual, meu Bisavô, meu Avô, minhas Tias Avós Tianinha e Conceição e eu passamos, de vários modos, por problemas nas cordas vocais, por derrame, por solidão, por traqueostomia, perda de massa muscular que impedia que eu escrevesse, além da surdez, nos faz viver aqui e lá, nos faz muitas vezes vivermos num mundo só nosso.
Mas essa percepção eu não posso mudar, talvez o estrago tenha ocorrido justamente para vivermos desse modo.
Bom eu sei que hoje o "céu" está em festa, estão todos matando a saudade, recebendo minha Tia Avó Tianinha, com a felicidade que lhe era peculiar nesta vida.
É momento de voltar para a casa depois da missão cumprida, é momento de saudade dos que ficaram e reencontro com os que partiram antes.
Hoje o céu está em festa e eu espero que quando minha Tia Conceição se libertar deste corpo, que ela me reconheça, e que Deus permita que sejamos amigas, por que eu a amo demais, e que possamos finalmente passear juntas, ver os céus azuis e as muitas flores.
E se não for pedir muito que possamos ir neste passeio todos juntos...
Por favor, Deus, permita que eu possa dizer mais uma vez nesta vida à minha Tia o quanto eu amo!
Seria egoísmo pedir que ela me espere, já que não sei o que tem programado para ela, e acho que ela voltar para a casa seja um lugar melhor do que ela está agora, mas que ela possa sentir meu amor, aqui ou aí mais uma vez.
Espero que possamos ser amparados pelos os que foram, na medida do possível e na medida de nosso merecimento.
Desculpe mas eu precisava falar das minhas flores!
Nesta foto: Bisavô Antônio/Tia Avó Conceição/Tia Tianinha/ Tio Almiro/Vô Zico






Vó Nita/Tia Conceição rindo com a Maria Clara no colo.
Em baixo uma foto dela que saiu no jornal, com suas panelas lavadas.
E sentada no sofá, num dia da minha visita, com todo o seu charme.

"Você" leu meu depoimento naquela tarde vazia e me valeu o dia...


DOMINGO - 04/07/2010 - Aproximadamente às 15h00.

sábado, 3 de julho de 2010

Eu sou brasileira, com muito orgulho, com muito amor.


Gente acho um absurdo sermos brasileiros só de quatro em quatro anos...
É por isso que o Brasil não vai para frente, nem no futebol, nem na vida comum.
Falam mal da Argentina, mas ela lutou até o final, mesmo tomando quatro gols, correu, marcou, se empenhou, lutou com garra.
Já nosso time, se desestabilizou, chorou, expulsou, que horror, é só futebol, é só sorte, é só isso...
Não vemos as ruas pintadas, as caras, as bandeiras nas janelas, quando vamos votar, quando nos roubam, mas deveriamos, por que, isso sim é que é a nossa vida, o nosso país, a nossa cultura.
Quando aprendermos a sermos brasileiros todos os dias, talvez, os nossos jogadores aprendam a serem uma equipe e não exaltarem suas qualidades para fazerem carreira e ganharem mais dinheiro.

De qualquer forma, perdendo ou ganhando, por favor, me pompem das criticas ao Dunga e de xigamentos aos jogadores, nunca adiantou, mas se querem fazer diferença, comecem por mudar a sua própria postura, a sua atitude e quem sabe assim de grão em grão a gente modifica esse país tão maravilhoso, de gente tão grandiosa, que só precisa acordar...

Que venha a eleição e que sejamos tão patrioticos como na Copa...

Beijos verde, azul e amarelo para todos.

quinta-feira, 1 de julho de 2010

O tempo não pára...

Nossa mãe...já estamos no meio do ano...não creio...

O tempo não para, não para não....

Medo!

Cuidando dos preparativos para o Sarau! Delícia!

É tanta coisa, tanta gente, tanto amor, será que vai caber em quatro horas? Rssss.

Busquei o livrinho tá lindo, tomando um pedação da minha sala, 1000 exemplares amarelinhos e coloridos.

Estou doida para distribuir, para as pessoas lerem, para dizerem o que acharam, enfim, vou ter que esperar um mês...mas como está passando rápido, vai voar também....kakakaka!

Amanhã vou tomar café da manhã com meus sobrinhos e me despedir das coisas fofas, eles saem de férias, vão para a praia, e eu fico aqui morrendo de "SUDADE", e para a saudade parece que o tempo não voa, arrasta, fazer o que nem tudo, nem mesmo o tempo, é como a gente quer...

Espero!

"O tempo não pára! Só a saudade é que faz as coisas pararem no tempo." (Mario Quintana)



Beijocas.