segunda-feira, 25 de outubro de 2010

Frases inocentes.

Sobre a viagem para Cornélio:

"Vó eu não tenho mais medo das Bisas, eu prometo falar com elas..." - Bia.

Nova arte.

Gente,

Sei que muitos vão me xingar por não votar, e eu estou realmente sentida...
Fora que sexta era dia de oração e fico mais sentida ainda de faltar, por que, amo de paixão esse dia do mês.
Mas iremos para Cornélio, por que, este é o último feriadão do ano e no começo do ano que vem, quando meu irmão estará de férias, minha mãe estará, graças a Deus, transplantada e estaremos vivendo as idas ao médico semanalmente.
Portanto, não vimos outra data melhor do que arrumar as malas e levar meus sobrinhos para verem as Bisas, que estão morrendo de "SUDADE" e cobrando a ida deles a todo momento.
Eu estou animada por que estou louca para ver o reencontro entre os priminhos, entre a minha sobrinha linda Bibi e a minha priminha fofa Maria...
Tanto que resolvi fazer um "Chá de Bonecas" lá para as duas, com a presença das tias avós, das avós, e minha claro..rss
Vai ser uma delícia!
E já comecei a viajar nos detalhes, alguns comprados justamente pensando nisso.
Depois eu posto as fotos do dia, mas tenho certeza que as coisas mais fofas do Chá serão: Maria, Bianca, Rafael e João.Rsss...mas as louçinhas e os detalhes ajudam.
Eu quero uma Titia como euuuuuuuuuuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!Rs.


domingo, 24 de outubro de 2010

Sobre chances e aprendizados.

Cada vez mais eu penso no quanto a vida vai te mostrando o que você precisa aprender e o quanto a gente ignora, por preguiça, comodidade, disparate.
Ele era assim um moço cheio de sorte, com muito dinheiro, poder, talento inato para mexer com as coisas das telecomunicações, meu preferido.
Talvez por que ele fosse o $ucesso, aquele que nesse mundo todos nós almejamos, o apto, o carro do ano, as baladações.
E sempre era assim um dia sem mais nem menos aptos sumiam, carros desapareciam, e aí o que a gente menos esperava o emprego dos sonhos, o poder, o talento também se foram.
Descobrimos o vicio, meio escondido, mas certeiro.
Um jeito estranho de encarar os fatos, um abrigo numa cidade do interior, uma vida pacata, se não fosse pelo simples fato de que a lição, a perdas ainda não tinha ensinado tanto, essa vida escolhida não nos estranhasse tanto.
Talvez internamente a sementinha tenha sido plantada, mas não havia a fé para regar esse ensinamento para que ele crescesse.
Ufa!
Muitos anos a perguntar por que esse moço tão forte e cheio de saúde não vira a mesa, não procura QUALQUER TRABALHO, não mostra o que é capaz.
Algumas tentativas frustradas de voltar para o poder, para o status, mas sem conseguir se manter.
Ilusões foram construidas sobre o futuro, idéias mirabolantes sobre aposentadorias imaginárias, ou não, não sabemos.
Agora a doença.
E por ironia (?) do destino a paralisia!
Depois de anos esperando ele se mexer, correr atrás, agora não pode, provavelmente por um tempo, garatem os médicos, depois com fisioterapia, tarammmmm....tudo será possível novamente.
E a vida vai lhe perguntar de novo:
E aí cara que caminho vai seguir?
Se não respondemos ao bilhete, nos mandam a carta, se ignoramos, chega um telegrama avisando que o trem já está na porta.
Eu fico aqui na torcida para que o homem talentoso consiga se levantar de novo e seguir em frente, mais lúcido, mais prático, mais humilde, mais resignado.
Que ele posso ao menos perguntar e pedir:
O que eu preciso aprender senhor, me ajuda a levantar, a enxergar e a realizar!
Eu torço muitoooo, pois assim muitos enxugarão as lágrimas pela vida e a alma perdida do moço talentoso e que assim ele e os outros encontrem a paz.
E para ele que está dizendo que a vida terminou a própria lhe responde: estamos apenas começando.

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Saber amar é saber deixar alguém te amar.

"Somos todos anjos de uma asa só é preciso nos abraçar para voar." Mário Quintana


Juntos pelo acaso.

Ontem esperando o rodizio ter fim eu fiquei no cinema assistindo "Juntos pelo acaso".
Eu adoro a Katherine Heigl, a eterna Izzie de Grey´s Anatomy e meudeusdocéu que par romantico é aquele...rsss...ele tinha que ter mel no nome...ohhhh lá em casa hein Josh Duhamel.
Bom é uma comédia romantica, engraçadinha, não tão romantica para o meu gosto...rsss, mas uma hora e meia de boa diverção.
A lição que tiro do filme e que vem sondando a minha cabeça é que os homens demoram sim para amadurecer, para querer sossegar, criar vínculos, não estou falando em casar, mas em se comprometer com a vida, com outra pessoa, com a sinceridade de seus sentimentos, é minha gente quase todas as amigas que conheço investiram nos moleques que mais para frente se tornaram homens, ou não.
E aí era continuar vivendo juntos, casando, morando junto, ou em casas separadas, mas a relação tem um que de compromissada.
Ou
Era um pé na bunda e uma nova caminhada.
E algumas encontraram a árvore já dando frutos...rss....no momento certo.
Eu sempre desisti, lavei as mãos, entreguei ao menor sinal de que mudança, a hora certa fosse demorar a chegar...rss...talvez tenha perdido, não sou uma boa investidora...talvez tenha me poupado...difícil saber.
O que sei é que eu acredito que em algum momento, seja com 20, 30, 40 ou 100 anos todos nós queremos um bom chinelo velho esquentando nossos pés.
E que ele chegue no momento certo (ele sempre chega...rsss...mesmo que vc não perceba...rsss), para todos nós.

quinta-feira, 21 de outubro de 2010

India seus cabelos nos ombros caídos...

Hoje no Bazar do ICRIM onde sempre entra todos os tipos de gente, me encontrei com a India, é India mesmo dessas com penas no cabelos, vidente, que entende tudo das ervas e tira mau olhado, catapora, esporão, unha encravada, e todo o tipo de doença em dez minutos.
Ela me viu com olheira (devido ao cansasso da viagem para o velório e enterro do meu tio em Bauru), e me disse várias coisas, também me disse que se eu a tivesse conhecido antes eu nem precisaria fazer o transplante, que era uma pena, e que eu devo ir lá tomar as ervas e deixar de tomar meus remédios.
UFA!
Que bom seria se eu acreditasse e se ela realmente me curasse, acho que não curaria nada no meu físico, mas pediria para ela umas ervas que combatessem as daninhas do meu coração!
Mas acho que isso nem a India mais pura do amazonas terminou sua pesquisa.....

Transplante da mãe marcado.

Mamãe está agendada para entrar na faca dia 21 de Dezembro de 2010.
É quase Natal mesmo, dia que o papai noel Dr. Gustavo vai trazer um rimzinho novo para ela de presente.
Ela sempre foi uma criança boazinha, sempre trabalhou , deu pouco trabalho, e sempre, mas sempre mesmo foi um poço de amor, desses que transbordam.
Ela e sempre procurada, por que, ela tem o dom de ouvir, me impressiono com a quantidade de pessoas que puxam assunto com a minha mãe nas mais absurdas situações.
E ela sempre lá meiga, disposta, ouvindo.
Ela, só não tinha muito tempo para mim quando ela trabalhava, mas agora, é minha companheirinha de shopping, de compras, de receitas, de muitas coisa boa.
Obrigada Deus por permitir minha mãezinha mais um tempo comigo, bem, saúdavel, disposta.
Obrigada Sô por doar tanto amor, que também transborda.
Amanhã falaremos com a Sô se ela não se importa com essa data, o duro é estragar o Natal da Sô, ou talvez ela ache essa data a mais perfeita possível, nós não sabemos.
Mas que seja dia 21 ou mais para frente, tudo está e será da forma que tem que ser, como sempre foi.
Que assim seja!

Frases Inocentes.

Entre soluços:

"Eu quero ir no enterramento do meu Biso" - Rafael.

segunda-feira, 18 de outubro de 2010

Meus anjos e meus demônios.

Hoje é comemorado o Dia do Médico.
E eu que estive em guerra e paz com muitos exemplares dessa espécie...rsss, quero falar um pouco a respeito.
Eu sempre tive pavor de hospital, medo de médicos, e só de ir fazer exame, visitar alguém, ao entrar por aquelas portas e sentir o vento que sempre há em hospitais quebrando meus ossinhos, um pavor me subia a espinha e me dominava por completo, eu suava, descompassava, vomitava e desmaiava.
Foram anos assim!
Até que um dia, sem mais nem menos uma nova Andrea se apoderou de mim, entrei com muita dor, fiquei internada, e nada disso aconteceu.
Dei uma voada por outros planos, acertei algumas contas e voltei, e tive que conviver com muitos médicos, de várias especialidades...
Aí eu descobri, com meu jeito de exploradora da alma humana, que nas camadas mais profundos, até do ser mais imparcial, tem alguém que sente, sofre, erra, se embanana.
É assim que eu vejo os médicos, como seres falivéis, e até os que tem o ego do tamanho do seu próprio corpo em algum momento um paciente qualquer vai tocar a sua alma, vai desmontar suas certezas e fazê-lo chorar!!!
Foi assim com o Dr. Valcir, Dr. Cristiano, Dr. Henrique, Dr. Mário, e por aí vai.
Apesar de vários desencontros também tive muita sorte e encontrei anjos vestidos de branco, que no lugar das asas vinham com estetoscópio.
Dr. David talvez tenha salvado meu corpinho.
Dr. Medina me tirou do sofrimento da Diálise e transferiu o rimzinho da minha Tia para funcionar em mim, é o mestre da esperança.
Dra. Lúcia me encoraja, me examina, me escuta, e é quase da família.
Para meus anjos e meus demônios...rsss....um FELIZ DIA DOS MÉDICOS.

Fragmentos de amor....da Jana

Oi Dea minha querida irmanzinha!!


Primeiro que tudo quero agradecer por me mandar o seu livrinho e segundo quero lhe dar os parabens pelo trabalho maravilhoso que vc fez em escreve-lo.
Vc vai rir qdo eu te contar que no dia que recebi seu livrinho comecei a ler antes de dormir, e acabei ficando acordada ate as 2 horas da manha pq nao conseguia parar de ler e pra minha surpresa, ja cansada e com muito sono achei meu depoimento la no finalzinho... me pegou de surpresa... e acabei derramando umas gotinhas e acordando o meu marido pra contar pra ele:)... No dia Seguinte o J me perguntou o que eu achei do livro, ai eu contei a historia pra ele e ele me perguntou se eu nao queria traduzir o livro pra ingles pra que muitas pessoas pudessem ler e usufruir dos beneficios de sua experiencia... confesso que fiquei tentanda pela ideia. Vou pensar ta?

Lendo seu livrinho que eu fui me interar do que realmente tinha acontecido com vc minha amiga.... nao imaginei que vc tinha passado por tantas coisas.... mas sou grata a Deus pela sua vida e pelo milagre que Ele operou na sua vida.... Espero de coracao que sua mae tb receba o milagre dela...


Mas mais do que gratidao, ler o livrinho me trouxe uma maneira diferente de ver a vida, de valorizar pessoas, lugares e detalhes, vc conseguiu com seu depoimento despertar em muita gente uma nova paixao pela vida! Obrigada amiga!

Vi pelo seu Blog que vc fez uma viagem fantastica a Europa e ainda estou aguardando sua visita a California, com certeza serao muitas noites acordadas colocando as conversas em dias.

Espero sempre manter esse contato maravilhoso com vc e espero poder compartilhar sempre alegrias e tristezas...

Fiquei muito contente de te ver no meu casamento....muito obrigada por ter ido!!!

Manda noticias sempre ta?

Eu sei que vc sabe disso, mas so pra lembrar... "O coracao do homen faz planos para si, mas a resposta certa vem de Deus" Proverbios 16:1

Fragmentos de amor...

Oi Andrea,




MUITO, MUITO OBRIGADA, pelo presente maravilhoso que voce me deu!

Sexta-feira fui na minha mãe (D.W) e ela me deu o seu livro, aliás muito bem escrito. Como eu tinha um compromisso em seguida não pude agradecer pessoalmente, é como vc fala no livro sobre o tempo, a gente não se conta e a vida passa pelos poros. Mas quando cheguei em casa e comecei a ler às 23 hs não consegui parar de ler e fui dormir por volta de 1 hora da madrugada.

Parabens, pela guerreira que vc é, pelo ser humano dotado de sensibilidade, gratidão, resignação e todas as qualidades que os seus familiares e amigos falam no livro e vivenciam no dia a dia através da sua experiencia de vida.

Para mim este livro veio na hora certa, pois me identifiquei com a sua fala desde o primeiro capítulo o que me fez refletir do quão pouco eu tenho feito em matéria de doação e quantas vezes somos egoistas pensando nos pequenos problemas, e até o AVC que a minha mãe teve não justica a falta de tempo para se doar, para ouvir os outros e percebi tambem o quanto ainda somos apegados a matéria, apesar do esforço que fazemos, mesmo com o ensinamento da Seicho-No-Ie não é muito fácil colocar em prática, espero que ninguem neste mundo precise levar 1/3 do seu chacolhão para aprender a viver.

Penso que este livro deve ser divulgado mesmo, ainda hoje vou passá-lo a uma amiga que me confessou a semana passada se sentir triste e sem motivo para sentir gratidão (depois que o namorado deu uma rasteira nela), tenho certeza que ela vai despertar para uma grandiosa missão. Se for possível gostaria de presenteá-la, depois voce me passa o valor.

Gostaria de conversar com voce, sua alma é muito nobre e rica, sua visão de mudou e acredito que está cumprindo sua missão na íntegra.

Que DEUS te abençoe, seu sofrimento não foi em vão e seu exemplo será util para muitas gerações.

Aguardo contato.

Beijos.

domingo, 17 de outubro de 2010

Frases Inocentes.

Chegando em casa:

"Tia não foi legal sem você" - Rafa.

(Reclamando que foi no shopping só com meus pais e provavelmente por que não rolou a ida ao cinema)


No Cinema:

"Olha Tia eu tô sentada com minha próprias pernas" - Bia.

(Rsss...isso por que no cinema geralmente por ela ser peso leve, eu tinha que segurar a poltrona dela com as minhas pernas, para que ela conseguisse sentar"

Sobre o Livrinho.

Olha que delícia.

As ligações sobre o livrinho continuam, agradecimentos, os fragmentos...rsss não param de acontecer...

E as histórias me surpreendem e fascinam.

Minha amiga Dai, que encontrei ontem, na festa da mãe da amiga da gentiiii, me contou que quando foi entregar o livrinho para algumas amigas em comum que pedi que ela entregasse, um casal ao lado no bar, pediu para ver, e acharam super bacana, pois estavam justamente falando sobre "Aprender a Viver", o nome do livrinho, em quanto minhas amigas estavam no bar, a moça leu e eles pediram para indicar onde podiam comprar e como faziam, a Dai explicou para eles e ficou de ver se arruma um exemplar para eles, ela ficou com o número e me pediu ontem se eu podia arrumar, eu claro arrumei mais dois para ela e espero que o casal continue "Aprendendo a Viver" e que o livrinho sirva de inspiração para um caminho mais iluminado, fácil, floridos, nunca é...rss

A amiga de um amigo que também encontrei ontem, está querendo ler, ela tem uma editora e ficou interessada na minha história, também dei um livrinho para ele, e não seria bárbaro uma editora se interessar, eu ganhar algum, a história chegar às mãos de mais pessoas, eu poder reescrever (já que foi suscinta por temer o valor, já que eu banquei tudo), enfim, diz aí se não ia ser maravilhoso.
Se um dia isso acontecer, só a capa que eu não quero mudar nuncaaaaaaaaaaaaaaaaaaa!

O livrinho até o momento só tem me dado alegrias, orgulho e eu tenho a impressão que lá no fundo ele tem tocado a alma das pessoas, tem feito elas descobrirem que tudo que conto ali poderia e pode acontecer com qualquer um e que todos nós somos fragéis diante das dificuldades da vida e da eminência da MORTE!

Por favor, não me empurre de volta ao sem volta de mim.

Essa semana foi uma semana de inícios e de decisões!
A frase do Caio Fernando de Abreu, que a cada nova leitura dele, me encanta mais, é perfeita para distinguir o que anda permeando minha vida:
"Por favor, não me empurre de volta ao sem volta de mim"
É que eu sou uma nova pessoa, revi conceitos, preconceitos, raivas, acertei essa nova alma que nasceu nessa mesma vida e fiz com que ela coubesse dentro de mim, mas isso não impede de eu ter recaídas, sentir raiva, julgar.
É tão difícil quando você olha para alguém, que vc ama ou não, e não basear o que está vendo dentro dos conceitos que vc tem de vc mesmo, aí coitado da pessoa, sem querer, ou controlar julgamos-as como exageradas, depresivas, alegres, enfim, vamos enquandrando aquilo que vemos e ouvimos baseados na nossa vivência, e quando o julgamento é para o bem, que mal tem, mas quando a gente não gosta do que vê, o que a gente faz?
Todos os religiosos dizem que chegaremos à um dia em que amaremos a todos sem distinção, julgamentos e medidas, o tão desejado amor incondicional.
Essa a luta que venho travando, eu não quero voltar a ser quem eu era, embora eu não fosse má, mas os julgamentos, os tormentos me azucrinavam muito mais.
Como aceitar e perdoar a sim mesmo, aqueles que te magoaram e que eu embora lute ainda me pego incomodada, repetindo a história, fazendo careta quando vejo a pessoa mesmo virtualmente...rsss.
Bom a frase do Caio diz tudo para mim, e essa luta continuará durante algumas vidas, eu já reconheço que quero me curar, quero perdoar, mas também percebi que fazer isso não significa ter que trazer a pessoa de volta a minha vida, no evangélio mesmo dizem isso, você tem que perdoar, mas muitas vezes viver ao lado de pessoas que te fizeram mal não dá, o tempo, a missão de algumas pessoas na nossa vida acabam como tudo que existe nesse mundo.
Bom eu fui achada por uma grande amiga, pelo menos era, da minha infância e adolescência, eramos três, eu Clau e Kelly, estudamos vários anos juntas, vivemos muitas histórias, e um dia sem mais nem menos nos nos perdemos, a vida nos empurrou para caminhos distintos.
Foi uma delícia ela ter me encontrado, renasceu em mim muitas lembranças, nossa faz quase vinte anos que não nos vemos, e é estranho pensar em tudo que vivi e que a Kelly não acompanhou, como acredito que nada seja por acaso, acho que chegou o momento de nos encontrarmos de novo, por que, há o motivo que ainda não sabemos, mas com certeza a Kelly não é uma missão mal resolvida em nossa vida...rsss, e tão pouco algo que precisa se resolver, já que nos distanciamos, mas o amor sempre existiu, tenho certeza que nosso reencontro será de muito amor e saudade, e que a amizade continua lá dentro do coração de cada uma de nós.
Vai ser interessante rever alguém que me conheceu muito bem e que agora verá uma nova pessoa, com outras crenças, outra visão da vida, talvez seja exatamente essa a função do nosso reecontro!




quarta-feira, 13 de outubro de 2010

Chegou minha Alexa´s Bag...

FRAGMENTOS DE AMOR..SOBRE O LIVRINHO.

Oi Andrea , tudo bem??

Fiquei sabendo hoje, pela Rita, que você separou um livro seu para mim!!! Muito gentil da sua parte ter se lembrado da gente, fiquei feliz!!!!
Obrigada!!!! Quando tiver ele em mãos, vou ler com certeza!!!!

Andréa, tudo bem?
Terminei de ler o livro neste final de semana ...... confesso que fiquei bem mexida, agora eu te admiro mais ainda, pois não foi fácil para vc chegar até aqui.
Acho que a parte que mais mexeu comigo foi.....
qdo vc voltou do coma; qdo vc fez a sua 1º viagem para rever a sua avó; e qdo. saiu a resposta do transplante ufa.
Parabéns! pela sua Vitoria, Conquistas, Desafios e Determinação, vc é uma mulher de fibra.
Fique com Deus e curta AO MÁXIMO A SUA NOVA VIDA, coma tudo que quiser, viaje, abrace, diga eu te amo qdo. desejar e seja esta nova Andréa.
Obrigada por me citar no livro.
Todos da minha família já leram o seu livro, e adoraram, minha mãe ficou muito emocionada e te mandou um grande beijo!!!

Andrea
Parabéns pela "fé". Que Deus proteja você e sua família.
Sou a I de Cornélio Procópio - Pr.
Um grande beijo.
Obs: Tem uma fila de amigos esperando pra ler o seu livro.
Tchau.

Prezada Andrea,
Tive o privilégio de receber seu livro através do grupo de espiritualidade com a Cidália. Faz pouco tempo que estou indo e estou gostando muito.
Não pude esperar para escrever e agradecer somente ao término da leitura. Quero já dizer que estou vivendo com você a cada página que leio....
e logo no início do livro me identifiquei com suas palavras "....dizendo mais sim do que nãos para não magoar, para ser boa e simpática sempre..."
Hoje aprendi que devo agir no "verdadeiro amor", ser bondosa e não ser boazinha, pois há uma diferença enorme entre uma palavra e outra.
Ainda não cheguei na metade do livro, mas já agradeço muito a oportunidade e espero que esteja com muita saúde e alegria no coração.
Abraços à você e sua família, pois até onde li, já tenho muita admiração por todos.




Deinha minha flor...To aqui em casa lendo seu livrinho...To quase acabando...Me deu uma vontade imensa de dizer que te amo muito!
Sou meio atrapalhada para demostrar certos sentimentos...Quero aprender a viver mais com vc! Bjo grande!

Dea...
Recebi seu livro e já to lendo... nossa, não consigo parar de ler. Só não terminei ainda porque só leio quando a Rafa deixa né !!! rsrsrsrs
Você é muito especial amiga, e guerreira demais.
Beijosss
acabei de ler seu livro

nossssssa
que shOw de bola Dea
me identifiquei com muitas partes
um dia temos que sentar e conversar
sabe qual parte eu mais me identifiquei
aquela que relata a felicidade nas pequenas coisas
como usar salto e outras coisas
é Bem mesmo
a felicidade tá só no fato de abrirmos os olhos de manhã e Podermos levantar
recaídas existem
mas aprendemos muito
eu, na realidade to aprendendo até hoje com a morte da minha mãe


OI QUERIDA .

QUERO TE AGRADEÇER PELOS LIVROS ! ACHEI QUE NÃO IA GANHAR PORQUE NÃO FUI AO SARAU
OBRIGADO !E VOU LER COM ATENÇÃO E QUE A SUA VIDA NOVA SEJA MUITO FELIZ !
VOU TORCER PARA QUE A DILA TAMBÉM TENHA UM TRANSPLANTE DE MUITO SUSSESSO!
LOGO FICARÁ BOA IGUAL A VC
BJSSS


Oi Prima!
Tudo bem?
Já li um pouco do teu livro.
Parabéns!


Bom dia Andrea,

estou te enviando esta mensagem em agradecimento por voce ter compartilhado conosco sua experiência, posto que seu relato está sendo de grande valia.
Voce me fez ver com outros olhos, os relatos de minha irmã, quando esta precisou ficar na UTI.
Sou lhe muito grata e te desejo tudo de melhor e precisando estamos à disposição.
Bjs. e um ótimo final de semana.


ai amiga...

já estou na metade do seu livro e chorei...dei risada...deu saudades!
quando eu terminar quero escreverrr muitooo para vc...



QUERIDAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA


EU RECEBI O LIVROOOOOOOOOOOOOOOOO ME EMOCIONEI TANTO...Q VC NEM IMAGINA.....

ATE CHOREI QDO RECEBI.........

TO LENDO ELE..............

TO ADORANDO E ME EMOCIONO A CADA PÁGINA

LINDO QUERIDA...LINDO, LINDO, LINDO.....DE TD....PERFEITO

nossa querida....eu lembro de dois momentos muito marcantes pra mim

qdo eu fui te ver......no hospital...tinha um monte de pessoas la q nao faziam ideia de quem eu era.....e nao entenderam pq eu fiquei sentado do seu lado falando baixinho e te observando fixamente....

e no dia q vc me ligou, eu estava na festa de casamento de um amigo....e quase morri qdo vi q era vc e q vc estava vivinha e falando comigo

eu vi sim.....por isso fiquei tao emocionado......e dps qdo vc ligou querida......

obrigaod mais uma vez querida....

sábado, 9 de outubro de 2010

Continuando o Feliz Dia das crianças...rsss

Depois de mais um final de semana de comilança...

FELIZ DIA DAS CRIANÇAS!



PARA QUEM É....


PARA QUEM SEMPRE VAI SER.....





Meu trabalho voluntário.

Esta semana eu comecei o treinamento para o meu trabalho voluntário no ICRIM.
ICRIM é uma instituição de apoio aos familiares e as crianças com doenças renais.
A forma que foi parar lá, é no mínimo Deus me empurrando como sempre faz...rss
A Mari minha amiga da faculdade, foi no sábado no Sarau e relembrou tudo comigo o que vivi, e no domingo ou no outro sábado, não tenho certeza, ela foi em um evento do ICRIM, e mexida como ela estava com tudo que vivenciou no Sarau ela lógico lembrou de mim, me indicou, fez a ponte e acabei indo parar lá.
Bom o ICRIM dá aulas para as mães poderem ajudar no sustento de suas famílias, já que com filhos doentes elas quase nunca conseguem trabalhar o dia todo, carteira assinada, conheço essa rotina, para mim ela começou aos trinta, mas imagino como seja duro para essas famílias quando ela começa na infância.
Fora que nunca tinha pensado nisso até ler o site do ICRIM, mas imaginem um transplante dura em média 10 a 15 anos, raramente chegando aos 20 anos de vida útil, imagina essas crianças, tendo que fazer vários transplantes durante a vida, sessões de hemodiálise, sofrimento, privações.
Eu estava querendo muito começar um trabalho voluntário, me envolver, fazer parte de um grupo, mas confesso que sou um pouco preguiçosa, embora, persistente, mas com o empurrão da Mari, eu comecei e agora minha persistência e responsabilidade me farão continuar, é difícil para mim começar, mas quando dou a minha palavra é difícil eu desistir...rss
O ICRIM também ajuda a criança no que ela precisa, medicação gratuita que não tenha no SUS, cesta básica, cursos para as mães como já citei, festas, passeios, grupos de terapia, dias da beleza, enfim, estão sempre ajudando no que for possível.
A minha ajuda é ser vendedora no bazar, uma vez por semana para começar (vou sentir e qualquer coisa eu aumento a carga), aliás um bazar muito bem cuidado e organizado, e muito econômico, peças de R$ 1,00/ R$ 5,00, o mais caro é de R$ 20,00.
Tem grande movimento, e entram lá pessoas de baixa renda, o que é uma delícia para mim, eu preciso mesmo ser mais humilde, quem sabe eu não aprendo com eles.
É engraçado eu que sempre lidei com artistas, gente rica, agora vivenciarei esse lado mais simples, como minha vida tem se tornado.
Mas o que eu mais amo é que estou fazendo o que sempre desejei, doando meu tempo, trabalhando para um bem maior, saí de lá com a sensação de trabalho cumprido, gostoso, o coração leve.
Vendi bastante viu, e acho que até estou achando uma veia comerciante em mim que eu nunca tinha visto, nunca serei aquela vendedora que insiste, que tem que vender, essa eu jamais seria, mas eu realmente sei lidar com gente, por que eu AMO GENTE!
Se tiverem tempo, dinheiro, amor, carinho sobrando....DOEM.!
O site do ICRIM para quem quiser conhecer: http://www.icrim.org.br/
Se tiverem roupas, sapatos, bolsas, bijús, etc, para doarem para o bazar, falem comigo, eu levo para vocês...eu testemunho que tudo é revertido para a assistência as crianças.
Sempre há eventos e vou contar com meus amigos para participarem...
Adorei meu primeiro dia, e outros virão..

Os filmes que eu vi...

Essa semana eu me tirei de casa e fui duas vezes ao cinema.
Primeiro estou tentando ir toda quarta-feira que no shopping aqui perto custa R$ 5,00 e me divertir, já que tenho tempo de sobra e R$ 5,00 não me farão falta...rss
O primeiro filme que vi foi Comer, Rezar, Amar, eu tenho o livro já li diversas vezes, e nunca gosto de assistir os filmes adaptados dos livros que eu li, eu sempre espero mais.
Achei bonitinho, mas nada que me empolgasse como o livro!
Mas chorei no início vendo Roma, Napolis, e relembrando aqueles lugares maravilhosos por qual passei esse ano.
Me deu um aperto no coração, uma vontade louca de voltar, de passar mais tempo, de estar acompanhada para dividir sensações.
Eu joguei a moedinha e espero que ela me garanta uma volta.
O outro filme foi Coincidências no Amor, outra bobagem...rsss....nada que me empolgasse, bonitinho, improvavel...

domingo, 3 de outubro de 2010

Civicamente correta.

Gente já fui e já VOTEI! rsss...

Agora é com eles...

Que haja democrácia e esperança de dias melhores para o nosso tão amado BRASIL!

sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Da Bienal - 2010

Quero ir....

Amei essa instalação:


SIM EU TAMBÉM ESPERO QUE HAJA MAIS...