terça-feira, 11 de janeiro de 2011

O ano realmente começou.

Cuidando da casa...
Da comida...
Da roupa...
Da minha mãe operada...
E de manter minha cabeça e meu coração firmes na fé de que tudo é exatamente como deve ser....mas confesso que tem coisas que acontecem que a gente pergunta: pra quê?
Sempre penso e respondo que é um teste da vida, para termos paciência, força, fé, resignação, coragem, e tudo mais que vem no pacote.
Sei que acontece com todo mundo, e sei também que passa, mas o que a gente faz com a ansiedade que consome nosso corpo, com o assunto que não saí da nossa cabeça e que tira todo o brilho da nossa vida em quanto não for resolvido.
Ás vezes (na maioria delas) a gente vê quando chega ao fim, que não era tão grande, nem tão assustador assim, mas como mete medo em quanto a gente não o decifra, em quanto ele é um emaranhado de problemas misteriosos e com mil possibilidades de desdobramentos que nossa mente (a essa carrasca) só imagina o pior.
Quando vem um pensamentinho do bem, ele dura um segundo, menos que isso, mas quando é um emaranhado de dúvidas bem ruins aí toma o nosso dia todo, a nossa semana, e se a gente não se cuidar toma a nossa vida....ou pior a gente para de viver...afff!
Que essa dúvida, que mais essa lição dure o que tiver que durar, e que eu seja sábia para que ela não domine, que ela não tire o brilho que tem viver.
Confio em Deus e nos seus sábios caminhos, mesmo que agora eu não consiga ainda sentir essa fé de todo o meu coração.
Juro que entrego, entrego sim meu Deus, mas vai sendo aos poucos, dia após dia, aprendizado após aprendizado.
Mas nem por um segundo, mesmo no medo mais feroz, eu me esqueço que caminhas (e sempre caminhou) ao meu lado...
Que seja esse meu inferno astral e que dia 21, tudo mude, fique claro, azul como deve ser.

Repito como um mantra:

"Se a jornada é pesada e te cansas a caminhada, segura na mão de Deus e vai...ohohoho...não temas segue a diante e não olhe para trás....segura na mão de Deus e vai...."

"Meu pai do céu, meu pai do céu, eu quase me esqueci, me esqueciiiii, que seu amor vela por mim, vela por mim e que seja feito sempre assim...(do seu meu modo meu pai do céu)".

2 comentários:

  1. FORÇA NA PERUCAAAAAAAAAAAAAA!!

    mais uma vez e qtas precisar.

    bjs mil te amo

    ResponderExcluir
  2. Pois é...faz parte da vida....
    Uma hora há de ter fim e este será o melhor para mim, independente do desfecho..rss

    Beijos Lindona...muitas saudades docê...de conversar, sem hora, nem compromissos, vamos ver se a gente marca em breve um pic nik, que tal?

    ResponderExcluir