sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Me diga o que ouves que eu te direis quem és...

Gente,

Para continuar a reforma aqui em cima, tivemos que dar uma parada na compra dos móveis que faltam, por que, desde que um comércio ilegal abriu aqui na minha rua eu não consigo mais dormir no meu quarto.
Estamos na dúvida entre mudar de casa, eu me mudar para o quarto menor, e a tentativa da janela anti-ruído.
Por isso como a recém decoração do meu quarto e do quartinho talvez terão que ser mudadas, nosso foco agora é comprar a janela para ver se resolvemos o meu problema.
Coisa difícil essa de decidir.
Mas pontuo o que descobri a respeito:
É cara, começa nos R$ 2.500,00 e vão até R$ 3.300,00 (Vidros triplos).
Nesse valor está o sanduiche de vidros com ar e outros materiais, modo de abrir, fechos, vedação.
Percebi que as de correr tem menos vedação e portanto os sons vazam pelas frestas, eu não quero dessa.
Me sobra a que abre para os lados e a que abre no meio, não muito agradáveis, difícies de serem deixadas abertas, no entanto, prometem diminuir o som em 80%.
Descobri também que cada material utilizado promete uma redução de som, ou seja, até cortinas podem ajudar a diminuir meu calvario.
As empresas mais citadas são:
Inovatta
Atenua Som
Accoustic Line.
Muitas pessoas e até eu mesma fiquei indignada quando a maioria das empresas não se prontifica a uma visita técnica, mas ao analisar eu descobri o seguinte, mesmo que venham em horário comercial o som em questão será um, mas a uma da manhã quando os infelizes resolvem falar alto e fazer grunidos..rsss, o cara da janela não vai estar aqui com seu medidor, na verdade, ele vai te oferecer o que ele tem de melhor, o que veda mais sons, agora a janela não vai ser capaz de vedar caso seu bendito vizinho resolver contratar um trio elétrico.
Eu só sei de uma coisa, é caro, mas não tem preço, nem valor que compre sua paz, terei que abrir mão de outras coisas importantes para mim, mas temos que fazer escolhas e eleger prioridades e a minha é poder voltar a dormir na minha cama e ter prazer de ficar novamente no meu quarto, no mundo meu, azul, branco, aconchegante que não combina nada com os ogros daí da frente ouvem e falam.

Nenhum comentário:

Postar um comentário