quarta-feira, 21 de dezembro de 2011

Perdão a todos os males...que assim seja....amém!

Minha seguidora e xará Andrea pediu que eu comentasse sobre o caso da moça que matou um cachorrinho, e acho que vale um post além de um pedido desses sempre deve ser atendido.
Andrea querida...e todo mundo que irá ler este post, tudo aqui é minha livre opinião, meu jeito de pensar hoje, nesta hora, que pode ser mudada a um instante..rss...sobre esse assunto.
Sobre esse assunto, eu evito ver o video, comentar, ou até mesmo assistir a esse tipo de notícia na TV, por que, infelizmente somos muitos influenciaveis energeticamente, não sei vocês, mas se eu vejo uma coisas dessas eu fico com raiva, com dor no coração, pelo cachorro e (não me batem) até mesmo pelo moça, sim, por que, uma pessoa que faz uma coisa dessas a um ser vivo, criado por nosso Deus, é digna de pena, é uma pessoa que ainda não alcançou um grau de evolução, ela ainda se deixa levar pela raiva, pelo ódio, e onde falta amor o ódio se instala.
Eu não gosto de ver TV, ver noticiario, ver essas matérias que saltam sangue, raiva, ódio na TV e no jornal.
Nem gosto de novelas e qualquer programa que não me deixe melhor, ou que me faça refletir para melhorar, para ver a vida de uma forma diferente.
Também quero ser uma pessoa informada, dentro do meu tempo, mas me desculpe, se for para ser informada quanto a esse tipo de assunto, eu prefiro ser ALIENADA..rss
Lógico que a coisa tomou uma proporção tão grande no face, na TV, que é impossível eu não saber por alto o que aconteceu, e logicamente que tenho uma opinião a respeito, baseado naquilo que vi, ou seja superficialmente.
Não sei o motivo que levou essa mulher a espancar o cão, os detalhes e não desejo saber e eles também não mudam o que aconteceu, na verdade o ato é o que realmente importa, nada do que o cão pudesse fazer justificaria tamanha barbaridade.
Sinto pena do cãozinho, e sinto pena dessa coitada, que infelizmente não tem amor em seu coração.
Mas creio também que as proporções e o ódio que as pessoas andam sentindo da moça é preocupante, é tão ou mais sério do que o ela fez.
O amor, o perdão e benevolência servem para todos os seres.
Não estou justificando que ela o mate, não é isso, mas desejar que ela seja espancada, mordida por cães maiores ou algo assim é deixar o ódio tomar lugar do amor no coração da gente, e isso não é cristão.
Sei que quando somos magoados, feridos, mal tratados é fácil falar em perdão, amor, difícil é sentir, sei na pele isso, mas procuro, pelo menos em pensamento, se não for ainda em atitude alimentar o perdão no meu coração, a duras penas, mas tento, todos os dias, num exercício difícil e longo de me tornar uma pessoa melhor e seguidora das leis divinas.
Outra coisa terrível é julgar uma classe, a das enfermeiras, tomara que as pessos não sejam ignorantes a esse ponto de fazer isso, não sei se isso está ocorrendo, mas espero que não, por que, os enfermeiros são como todos os profissionais, tem gente maravilhosa e gente que faz o que a vida lhe empurrou a fazer.
Não julguem também: a ela é enfermeira deveria ter bom coração...hello...tem pessoas boas em todas as profissões, em todas as religiões, em todos os lugares, assim como, pessoas ruins, acho que Deus faz essa mistureba, justamente para que possamos servir de exemplo para aqueles com quem convivemos.
Acho que a terceira e última coisa que me chama atenção é que sempre houve maldade, sempre houve esse tipo de coisa, só que agora com a internet, TV, todo mundo ligado 24 horas por dia, as coisas são escancaradas e expostas a um grau que as vezes me assusta.
Para um crime, para ser julgado e que a leí resolva, é ótimo.
Mas para formentar a raiva, o ódio, fico com meu pé atrás.
Será que é bom a gente saber tanto sobre tudo?
Tem coisas que sim, são importantes que a gente saiba o mais rápido possível, mas outras, acho que prefiro me abster.
E finalmente, minha última e derradeira pensamento sobre isso, é que os brasileiros tem um coração enorme, diante de coisas como essas eles gritam, postam, mostram a cara, mas tem tantas outras coisas pelas quais deveriamos fazer na mesma proporção, sinto, talvez esteja enganada, que muitos entram na onde energética que a raiva nos leva, mas quantos param para pensar, rezam por esta mulher tão desajustada, nossa irmã perante Deus, nossa semelhante, quantos pedem pelo cãozinho, para o Senhor ter misericordia, sei não, nossos sentimentos andam tão desmedidos, não é só ela não.
Talvez a gente não espanque, mas o que anda circulando dentro de nossa alma?
Eu acho que somos um país de coração enorme, mas guiados pelos sentimentos contrários, nós arregaçamos a manga pelo nosso próximo, mas não deixamos de cobrar o agradecimento.
Nós ainda não sabemos o que fazer diante de tantas injustiças, aumentos de políticos corruptos, crianças assassinadas todos os dias, abandonadas, pedintes que moram de baixo da ponte, semelhentes nossos que moram nas ruas, sem tomar um banho, sem tomar um copo de água (já imaginou nesse calor vc não poder tomar um copo de água), idosos espancados por ladrões, por filhos que os querem mortos para ficarem com seu dinheiro, quantos de nós para o seu caminho para guiar um cego numa outra direção, meu coração sofre sim pelos cães mau tratados, e por tudo isso que citei e muito mais que NÃO ganha os holofotes da net, da TV, mas que está acontecendo agora neste minuto.
Eu nunca tive um cão, só passarinho (um só) pra nunca mais, detesto eles presos na gaiola.
Não tenho, por que, é como um membro da família, demanda atenção, carinho, cuidado, tempo, disposição e dinheiro que não tenho no momento, mas fui a madrinha postiça do cãozinho da minha ex chefe do qual cuidava quando ela viajava com todo carinho do mundo...Rubinho era o cãozinho do meu coração e nunca, jamais conseguiria fazer qualquer maldade com ele.
Assim como jamais bateria em meus sobrinhos, por mais arteiros que eles sejam, mas isso é um controle que só pessoas equilibradas conseguem, pois, qual foi o pai que não perdeu as estribeiras com um filho como eu era quando criança que se jogava no chão e chorava..rss...
Eu sei que filho é diferente de cão, afinal, o cão não pensa, ele tem instito animal, ele come seu sapato, destroi sua casa sem saber, e por isso, ele é até mais perdoavel do que um ser humano que entende o que faz, mas ambos, NEM NINGUÉ, EM HIPOTESE ALGUMA, merece um empurrão sequer.
Ninguém, faça o que for para vc merece apanhar ou qualquer outro sentimento destruidor.
Enfim, eu espero que aqueles que desejam mal a essa coitada possam perdoá-la, que ela pague pelo seu mal e eu acredito que Deus mesmo irá providenciar que ela pague esse pecado, não como as pessoas desejam, mas como ele acha que ela merece...
Nossa para quem não fala muito sobre esse tipo de assunto, o post ficou imenso.
LEMBRANDO A QUEM INTERESSAR QUE ESSES SÃO MEUS PONTOS DE VISTA E QUE ME PERDOEM SE NÃO CONCORDAM, MAS AQUI É UM ESPAÇO LIVRE E DA MESMA FORMA QUE NÃO CRITICO NEM ATACO QUEM PENSA DIFERENTE DE MIM, ESPERO QUE TENHAM O MESMO CUIDADO COM A MINHA PESSOA..RSS.
Andrea espero que tenha atendido seu pedido querida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário