domingo, 31 de julho de 2011

Viver em paz eu quero.

Cansei de ser passiva!
Como no episódio de Grey´s Anatomy eu sempre fui gente que faz e apesar de medrosa nunca deixei que o medo me paralizasse, ainda tenho medo, mas confio em Deus e na sua imensa bondade de que nada que não tenha que acontecer acontecerá.
Que Deus me proteja e me guarde de todo mal e que meus direitos sejam garantidos...
Eu só quero paz! Viver em paz.
Assim seja!
Veremos o que a minha escolha me garante, o que minha atitude gerará de consequência.

quinta-feira, 28 de julho de 2011

Fragmentos de amor.

Hoje estragou meu carro por isso eu tive que sair de casa muito cedo para dar aula de busão... depois tive que ir do outro lado da cidade... de busão... Eu andando pelas ruas de Ctba, lendo um certo livro que estava guardadinho ali na estante à espera de um momento.... E li ele todinho!!! Me emocionei, chorei, e me admirei com a forma... como as palavras foram expostas... Entrei na história e ainda assim, tenho certeza que não consigo nem de longe imaginar por tudo o q passou... Admiro você por conseguir ainda colocar tudo isso no papel... e tenho certeza q é realmente outra pessoa...mas o principal de tudo, é colocar sempre tudo nas mãos de Deus e confiar sempre n'Ele, pois não conseguimos entender que estamos aqui apenas de passagem e somente Ele sabe o motivo de tudo que passamos na vida... Parabéns!!! Deus abençõe vc e permita a todos terem essa mesma compreensão. Beijo priminha. Fique com Ele.
oie!!!!!
Nem sei por onde começar...terminei o seu livro e simplesmente achei incrível!!!!! Chorei, sorri...
Eu já sabia da sua história, mas por alto...depois de ler seu livro... Meu Deus!!! Quanta coisa em tão pouco tempo...vc é TOTALMENTE admirável, pela sua garra, pelo seu crescimento interior!!!!
Obrigada por ter lembrado de mim e ter me mandado o livro!! AMEI!!!!
Amei te conhecer..são pessoas como vc que vale a pena conhecer nesta vida!!!!!
Bjs e saudades!!!! e a carona não foi nada..qd quiser é só pedir!!!!rsrsrsrsrs

 
 
 
 

segunda-feira, 25 de julho de 2011

Inspirações para Pic Nik





Frases inocentes inocentes.

Quando eu fui para a Itália, Bibi às vezes falava com a vovó e perguntava de mim, dizia que estava com saudades, minha mãe contava que eu tinha ido para Itália, ela perguntava se era longe, se ia de avião, que quando ela crescer ela vai também, etc.

Até que um dia ela indagou:

"Vó lá onde minha titia está eles falam de outro jeito né?Não é igual aqui né?"

"Sim Bia lá eles falam outra lingua diferente do Português."

"Eu sei falar Espanhol Vó ohhhh:

Camarauuu na morannnga (com sotaque francês)...rsss"

Até hoje ela diz que vai para Espanha e que sabe falar como falam lá...

Frases inocentes cotidianas.

"Bibi cadê o seu chinelo?"

"Eu não tussi titia."




"Bibi você mexeu aqui?"

"Não eu não alcanço. (como ela sabe? Rsss)."




Comendo macarrão espaguete enrolando o garfo.

"Viu vó eu como macarrão igual minha Titia."

Dia do agradecimento com Pic Nik no parque do Ibirapuera.

Agosto se aproxima e com ele o dia do agradecimento, dia 08/08, dia de comemorar a vida, comemorar estar viva por mais difícil que seja ou esteja.
Eu sempre quis fazer um pic nik desses sentado na grama, largados ao sol...
E é assim que vamos comemorar esse ano meus seis aninhos de vida nova.
Minha cabeça viaja nos detalhes e a única coisa que me põe limites é a verba..rsss.
Mas vai ser feito com muito carinho como tudo que faço na vida.
A comemoração vai ser dia 07/08 já que dia 08 é uma segundona brava, o parque é no Ibirapuera, pela facilidade da maioria, o local exato ainda será descoberto por mim numa visita ao parque neste próximo domingo, espero com a ajuda de minha amiga Ritinha que talvez esteja aqui em casa. (Né Ritinha?).
Vamos fazer um mapa fofa...
Já imprimi as formiguinhas, companheiras justas de um picnik cheio de gulosemas.





Vou pedir para cada um levar uma coisinha gostosa, mas a estrutura fica por minha conta e nós aqui de casa levaremos:
Pão de forma com patê.
Empadinha de fubá com ricota, queijo ralado e mussarela...(perfeita com café).
Cup Cake não podem faltar de brigadeiro claro.
Bolo de abacaxi gelado.
Vou fazer uma gelatina alcolica para dar um charme para os adultos.
Café
Chocolate para as crianças
Suco natural de maracujá para ajudar no relaxamento..rss
Pratos, guardanapos, faquinhas, colherzinhas, garfinhos, copinhos.
E detalhezinhos que moram na minha caixola..rss
Quem é meu amigo sabe o quanto esse dia é importante para mim, e o quanto valorizo passar esse dia com aqueles que amo.
Espero que a maioria possa ir.
Espero que não chova, afinal, se chover ficará para outro dia.
Espero que seja como imagino.

sábado, 23 de julho de 2011

Na madrugada trocando de biquini sem parar...

Como ando num mundo só meu..rsss (obrigada), ando nostálgica lembrando de coisas que não faço mais, e que mesmo que faça não tem o mesmo sabor de antes.
Aí como coincidência pouca é bobagem uma amiga do Face está colocando várias dessas frase engraçadas:

Quem nunca falou "Nem doeu!" pra mãe depois de apanhar não sabe o que é pedir pra morrer!
 
Quem nunca bateu no irmão, depois simulou que se machucou também para se livrar da culpa, não sabe o que é atuar.
 
Quem nunca comeu bolacha no refeitório do colégio e saiu falando "farofa" perto dos amigos não sabe o que é felicidade!
 
Quem nunca cantou na sua infância inteira uma música, e só descobriu que a letra estava errada na fase adulta, não sabe o que é frustração.
 
E me lembrei quando estava numa balada, toda metida cantando a pleno pulmões: "Trocando de biquini sem parar"....rsss..
Quando a amiga metida, viajada, que fala inglês fluente, da amiga da gente com ar blasé me diz que estou cantando errado.
Como assim gente? Rsss
Ela me diz que na verdade é "tocando B.B.King sem parar".
Imediatamente a Cláu, minha segurança, melhor amiga e livradora dos embaraços, encrencas e afins...foi logo respondendo que sabiamos cantar certo (é gente ela também cantava errado), mas que cantavamos assim só para zoar.
A cara da menina superior nos dizia que ela não tinha acreditado nessa baboseira...mas...
No carro eu e a Clau morremos de rir e ela tirando saro da minha cara (nesse momento ela esqueceu que também cantava errado..rsss), falando que sua vontade era dar um soco na menina (lógico já estavamos a salvo), e depois ela vira para mim e solta:
Eu lá sei quem é esse B.B.King..rsss
Tempos deliciosos em que a gente se divertia simples assim...

Frases inocentes e sinceras.

Bia pega na bochecha da vovó e manda:

"Vovozinha linda, querida, você é tão fofa, melhor você parar de comer (chocolate) por que senão você vai ficar gorda e cair da cadeira"

Frases inocentes, curtas e enganatórias.

Nós no carro a caminho do cinema para assistir Harry Poter e as Reliquias da Morte - Parte II.

Eu sempre pergunto para meu irmão se meus sobrinhos podem tomar sorvete ou estão resfriados, como esqueci pergunto ao Rafa se estão? Ele diz que não...rss

De repente ele tosse eu olho para ele...

Com a cara mais sapeca do mundo ele dispara:

"Escapuliu"

(Lógico que estavam tossindo, lógico que tomaram sorvete, lógico que sempre nos enganam).

sábado, 16 de julho de 2011

Pés descalços.



Eu já disse muitas vezes que eu amo essas coisinhas de herança, recordações, e sempre fui louca por esses sapatinhos de crianças feitos de metais, uma recordação para sempre dos pimpolhos.
Esse amor começou quando eu era criança, na casa da minha Tia Teresa tinha um sandalinha da minha prima Karla pregado perto do fogão e ele era o porta fósforo da minha Tia.
Nunca me explicaram por que nunca houve um sapatinho meu? Rss
Para completar o corredor aqui de casa onde fica o Family´s Galery..rss, eu fiz esse quadrinho com o sapatinho da Bibi (Bronze antigo) e do Rafa (Prata), meus sobrinhos, e coloquei em baixo da foto de casamento dos pais deles.
O sapatinho do Rafa tem todo uma história, já que ele foi usado pelo Rafa, bebezinho na minha formatura da faculdade e minha cunhada me deu a roupa e o sapatinho para eu ter de recordação, já o da Bibi eu pedi para minha cunhada mesmo, antes dela dar tudo..ela só tinha guardado esse, então prometi fazer a metalização e dar um dos pés para ela....rss
Eu adorei o resultado.
A prateação foi feita no Hospital das Pratas em Pinheiros, com o preço mais justo que encontrei, tem lugares que perdem a noção de valores, e feito com todo capricho e carinho, eu recomendo Hospital das pratas.
Lá vocês também pode fazer vários serviços de prateação, como consertar baixelas, porta-retratos, esculturas, enfim, tudo de prata, bronze ou cobre.
Um Luxo!!!!
Amo esses porta-retratos redondos de prata, antigos, infelizmente não tenho ainda nenhum..rss.
Eu pensei muito como colocaria os sapatinhos na parede, e por todos os quadros dessa área lá em casa serem brancos, essa definição eu já tinha.
Pensei em comprar uma madeirite e enfeitar com esses gessos ou resinas que vende em locais de artesanato.
Pensei em colocar em um porta-retrato com o desenho dos meus sobrinhos de fundo, ou até mesmo um quadro infantil, enfim...
Mas o que definiu foi ir lá na Arte Própria onde há um local com promoções no fundo da loja e garimpar.
Eu achei esse quadrinho que tinha alguns defeitinhos, inclusive um pequeno descascado fora da parte das promoções, e como ele era perfeito para o que eu desejava e não tinha outro igual, eu não me fiz de rogada e pedi desconto, ganhei 50%.
Eu colei os sapatinhos com fita Fixa Forte da Scoth que serve para fixar quadros e colei em cima do vidro mesmo.
No fim achei mais barato já comprar o quadrinho pronto, pois, ia gastar com a madeira, com os enfeites de gesso ou resina, tinta branca, etc.
E assim mais uma arte ficou pronta.
Espero que curtam a idéia, que façam o seu e coloquem na parede como eu, como porta fósforo como minha Tia, como enfeite no seu criado mudo como minha prima Dê  (que também tem o danado..rss)... onde e como desejarem.
Bom sábado para todos.




quarta-feira, 13 de julho de 2011

Eu amo a luz.

Eu adoro Festa Junina e vocês?
Esse ano não fui em nenhuma, mas ainda resta esse final de mês e mesmo sendo Julina ainda posso aproveitar.
Eu fiz algumas festas aqui em casa e gostaria que fosse todo ano, mas tem alguns que o clima, o bolso, os compromissos, a reforma atrapalham, então o jeito é curtir as festas profissionais.
Na minha festa do ano que vem vai ter essa luz, que se eu não me engano vi no blog Casa de Firulas, super prático de fazer e ultra charmoso.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Sobre Entregas e Decepções.

Este final de semana contrariando os últimos da reforma, eu fiz pouca coisa aqui, continuei colocando as coisas em ordem e fui passear que o corpinho também merece.
Fui na peça dos meus amigos Chico (Roger), Nay, Paula, Ton, senti falta da Gaby e do João que estão em outras escolas, e como sempre foi divertido e cultural.
A peça é uma crítica social do Roberto Zucco chamada Succo, um líquido amargo que deve ser consumido apesar de tudo.
Acho o máximo eles se exporem, se entregarem...(coisa difícil), amo o teatro, amo ser convencida de que aquela história contada é real.
Domingo foi dia da festa que sugeri para a minha amiga Ritinha no post: http://semespacoparalamento.blogspot.com/2011/06/temas-para-festas.html.
Como ela diz em seu post: http://www.vivendonomundoderita.com/2011/07/o-almoco-italiano.html, ela seguiu a risca minhas dicas e foi muito divertido ver a interpretação daquilo que você imaginou pela prisma de outra mente..rss
Tinha muitas mulheres, onde é que não tem, e como disse a Rita muitas visões, bagagens, histórias e recomeços, e eu me peguei pensando que já tinha lido em algum lugar por que é que mulheres lindas, bem sucedidas, inteligentes, quando se reunem só falam de homens, da falta deles, e do que eles fizeram em suas vidas?
Puxa, acho que é por que fomos educadas para encontrar o princípe e até lá parece que há um vazio...em quanto os homens foram educados para serem conquistadores de mulheres, de dinheiro, de tudo.
Eles falam sim sobre as mulheres, mas quantas eles comeram e suas perfomances..rss...nem sempre verdadeiras.
Tenho a impressão que a auto-estima masculina é do tamanho que eles imaginam sua conta bancária e seu orgão genital.
Eu apesar de só ter tido decepções amorosas, ainda acredito que haja sim homens bacanas, companheiros, sinceros...
Claro que também creio que se um homem assim for destinado para você amiga, ele surgirá do nada, naquele dia chuvoso que a escova desandou, que você não fez as unhas, que está corrida e molhada, e mesmo assim ele vai te achar a mais linda de todas.
É fazer o que sou romantica sim, exigente sim, sonhadora sim e apesar de não querer ando acreditando que tipos como eu geralmente ficam só. (Aliás ando escutando várias pessoas falarem isso quando digo que não quero um homem ao meu lado pela metade, mas inteiro, para dias de alegria e sofrimentos).
Mas apesar de tudo eu aprendi a ser feliz de qualquer jeito, feliz comigo mesma, feliz de estar aqui nesse mundo, feliz por apesar de tudo que se apresenta ser contrário eu ainda tenho esperança de viver um amor daqueles que chamo de verdadeiro.
E comecei a segunda percebendo que mais do que nunca eu tenho que seguir meu coração e só fazer aquilo que quero, por que, fazer o que não quer gera sofrimentos e desentendimentos.

quinta-feira, 7 de julho de 2011

Eu tenho uma casa assim.

Casa Arrumada
                               Carlos Drummond de Andrade (1902-1987)

Casa arrumada  é assim:
Um lugar organizado, limpo, com espaço livre pra circulação e uma boa
entrada de luz.
Mas casa, pra mim, tem que ser casa e não um centro cirúrgico, um
cenário de novela.
Tem gente que gasta muito tempo limpando, esterilizando, ajeitando os
móveis, afofando as almofadas...
Não, eu prefiro viver numa casa onde eu bato o olho e percebo logo:
Aqui tem vida...
Casa com vida, pra mim, é aquela em que os livros saem das prateleiras
e os enfeites brincam de trocar de lugar.
Casa com vida tem fogão gasto pelo uso, pelo abuso das refeições
fartas, que chamam todo mundo pra mesa da cozinha.
Sofá sem mancha?
Tapete sem fio puxado?
Mesa sem marca de copo?
Tá na cara que é casa sem festa.
E se o piso não tem arranhão, é porque ali ninguém dança.
Casa com vida, pra mim, tem banheiro com vapor perfumado no meio da tarde.
Tem gaveta de entulho, daquelas que a gente guarda barbante,
passaporte e vela de aniversário, tudo junto...
Casa com vida é aquela em que a gente entra e se sente bem-vinda.
A que está sempre pronta pros amigos, filhos...
Netos, pros vizinhos...
E nos quartos, se possível, tem lençóis revirados por gente que brinca
ou namora a qualquer hora do dia.
Casa com vida é aquela que a gente arruma pra ficar com a cara da gente.

Arrume a sua casa todos os dias...
Mas arrume de um jeito que lhe sobre tempo pra viver nela...
E reconhecer nela o seu lugar.

segunda-feira, 4 de julho de 2011

Estantes pra que te quero

Eu comecei a observar as estantes por aí, e via composições lindas, com objetos caros, outros nem tanto que todos nós temos em casa e quis reformar e tornar mais aconchegante a minha.

Percebi também, que o importante é organizar os livros e colocar objetos que façam parte da nossa história.

E foi assim que refiz minha estante, coloquei nichos ao lado da estante já existente laranja para combinar com o arquivo de rodinha e a cortina.

Na estante e no nicho objetos que fazem parte da minha história, como: a lembrancinha dos oitenta anos da minha avó Nita, a flor que ganhei do meu pai quando era criança (artificial, daquelas que vinha em um plástico redondo que desintegrou, por isso, coloquei em um vaso de verdade), os bichinhos de pélucia que já comentei no blog (Queimando tudo para reciclar.), livros ganhado de amigos, como o que ganhei da Rita no dia do Sarau, assim como a Torre Eifflel que minha amiga Dani trouxe de Paris, o bonequinho da rádio do meu tio, o cubo com minha foto que ganhei de quatro anos de vida das meninas, enfim, coisas de valor sentimental imensos, eu achei que ficou bem melhor do que era..rsss...e vocês?


Minhas inspirações: http://porcelanadacasa.blogspot.com/2011/05/vamos-arrumar-as-estantes.html

E a eh lá em casa..rsss

Ser feliz sem motivo é a mais autêntica forma de felicidade - Drummond.

Copiando a Ritinha, eu também colei meu adesivo na parede este final de semana.

Ele foi comprado a séculos, mas só pude colocá-lo após a parede ser pintada...

No detalhe meu novo lustre, cheio de cristais para iluminar mais ainda a minha vida.

sexta-feira, 1 de julho de 2011

Eufória ou felicidade.


“Continuo a pensar que quando tudo parece sem saída, sempre se pode cantar. Por essa razão escrevo.” - Caio Fernando Abreu.

É verdade não canto, só no banheiro e quando estou muito feliz, eufórica, e faz bastante tempo que não sei o que é EUFÓRIA, sim por que felicidade faz muito tempo que eu fiz caber bem dentro do meu peito e aceitar que FELICIDADE assim escrito com maiúscula não existe.
Claro, existe a paz, a aceitação do que somos, temos e vivemos.
Mas isso não é felicidade não, pelo menos não essa felicidade vendida na mídia, no jornal, estampado na nota de cem, brilhando no anel de noivado, tintilhando na chave da casa nova ou no cheiro do carro zerado.
E quando se está em paz, isso não significa momentos de perguntas sem respostas, de coração chicachicabum, de olhos que molham sem motivo aparente, de vazios da alma e suspiros.
Daí nesses dias em que a paz não é tão pacífica assim, são os dias em que somos testados, e que a paz dá lugar para a esperança de que daqui uns dias, no meu banheiro, haverá um show particular e depois a paz invadirá novamente o meu coração, como se o vento de um tufão arrancasse meus pés do chão...

Artes

Gentiiii,

O pintor está aqui deixando meu lar cheirosinho (adoro cheiro de tinta), limpinho e sem buracos...
Ainda vai mais a próxima semana, mas caminhamos por águas mais tranquilas.
Atire a primeira argamassa quem não contou os dias para se sentir em casa novamente.

O irmão caçula de minha mãe não anda bem do coração, não é figurativamente não, é literalmente, ele e minha tia querida vieram passar uns dias aqui em busca de socorro médico mais competente.
E como tudo nesta vida tem o lado bom e o ruim eu ganhei um freezer cheinho de macarrão caseiro e molho...hummm.
Minha tia é Italiana legitima, e aprendeu essa receita com a Nona.
Faz anos que não como, acho que uns cinco, seis anos, portanto, vou me deliciar com essa gostosura que é uma arte.
Quanto ao meu Tio, esperamos que quarta-feira, quando o médico o atender que um caminho iluminado e novinho em folha seja posto em sua frente, para ele continuar sua missão, e evoluir mais um pouquinho.
As mãos linda da Tia Ângela, o molho apurando, e a massa esperando para ser devorada.


 Baccio!