quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Quem está sendo ajudado?

Ontem eu fui fazer exames e cheguei cedinho no ICRIM onde executo meu trabalho voluntário de triagem do Bazar que a instituição mantêm em sua casa todos os dias da semana, das 9h00 às 17h00.
E saí de lá de noitinha, e vindo para casa exausta, já que estou organizando o arquivo de doações do Bazar, eu dirigindo e pensando, e pensamentos é o que não faltam nesse trânsito de SP, e cheguei a seguinte conclusão:
Eu amo ir lá, amo doar esse dia, amo saber que meu gesto contribui para ajudar outras pessoas, que cada um que lá vai é uma pecinha da engrenagem do bem.
Lá eu me divirto, faço parte, ajudo, mas sou muito mais recompensada, por que, eu sou realmente feliz de estar lá.
Eu sempre quis fazer trabalho voluntário, mas como a maioria eu não tinha tempo, e apesar da vida, da minha vida ter me tirado muitas coisas, ela também me trouxe outras tantas que fazem meu coração vibrar de alegria.
Antes eu tinha mais dinheiro, era mais vaidosa, mais impaciente, mais sonhadora, tinha mais oportunidades, mais viagens, saia mais, consumia mais, muitos sonhos.
Hoje eu fico feliz só de fazer parte!
A felicidade habita meu coração e sei que tudo é como deve ser, tudo que necessitamos para nossa evolução uma hora acontece, seja o trabalho voluntário, o curso, o amor!
Ficar parado não contribui em nada, mas a corrida angústiada só traz frustração, por que, o nosso tempo é diferente do tempo do Universo.
Então minha dica é:
Vai levando a vida, sorrindo, enchendo seu coração de luz, pedindo para Deus iluminar o melhor caminho, a pessoa que vai te ajudar a crescer e quando menos esperar aquilo que vc precisa vai cair no seu colo, assim do nada, embrulhado para presente, na fila, no corredor do supermercado, ou até mesmo na ligação de uma amiga querida...como foi o caso do ICRIM..rss.
Sei que é pouco o que faço, que a maior beneficiaria sou eu, mas por em quanto é isso que o Universo espera de mim, e eu amo saber que eu faço parte de algo maior.
Amo trabalho voluntário!
Amo ser voluntária!
Amo a Mari, a Marinei, a Tetê que dividem comigo nossas horas de trabalho voluntário, nossa doação, nossas desabafos, nossa amizade e principalmente nosso amor pelo próximo.
Site do ICRIM

domingo, 25 de setembro de 2011

Dia nacional da doação de orgãos.

Domingo...
Tempo nublado, perfeito para se entregar ao ócio, a preguicinha merecida esticados no sofá vendo um filminho, comendo uma sobremesa (por que não somos de ferro) e principalmente em boa companhia.
Um amor tranquilo, seus sobrinhos, pais, avós, o importante é estar cercado de amor, daqueles que chamo de verdadeiro.
Eu hoje, dia nacional da concentização da Doação de Orgãos passarei meu domingo agradecendo a Deus, a minha Tia Sandra, a Sô, e todos que me amam a oportunidade de estar aqui curtindo a vida em sua plenitude.
(hoje deitada no sofá com meu papito eu olhei para ele e sorri, pela oportunidade única de compartilhar momentos com aqueles que me aceitaram como filha, preste você também atenção a estes pequeninos momentos que são tão especiais)
De não estar ligada a uma máquina tolhida de fazer planos para o futuro.
Sei que devemos focar no hoje, mas também sei por experiência própria que tudo passa, os dias felizes na praia e os dias de solidão.
Mas é bom ter esse ilusão, poder sonhar, fazer planos, desejar, sem isso a vida é muito real, e tem que ser muito forte para entender e aceitar as coisas como elas são.
São muitos dias rotineiros, para um no ano em que podemos chamar de maravilhoso, a gente vai nas festas mas se nossa alma não estiver em festa nós não nos divertimos de verdade, a gente conversa com os amigos em mesas de bares, mas se não somos escutados, se não há uma ligação a gente volta para a casa vazio, é difícil ter a conexão, por que, a gente se protege em muros gigantes, a gente não se expõe e algumas vezes nem falamos a verdade do nosso coração.
É difícil ficar sempre no agora, quando ainda não encontramos a paz interna, mas mais difícil é não poder sonhar, é ser jogado na realidade dura e fria, material, de que o amanhã talvez não exista.
E é por isso, especialmente hoje, agora, que agradeço a minha Tia por ter me devolvido os sonhos, os desejos mais loucos e descabidos de minha alma, se amanhã eu estiver em Paris foi por que ela me doou um pedaço de si.
Também agradeço a Sô por ter doado a minha mãe, egoisticamente, simplesmente por com isso ter devolvido a vida a minha mãezinha amada, por ela estar lá na cozinha preparando nosso almoço com todo amor e carinho, deliciosamente como somente as mães sabem fazer, por eu poder mais algum tempo ter a companhia dessa mulher tão especial e única para mim.

E lembre-se:

SAIBA QUE QUEM DOA UM ORGÃO NÃO DOA SIMPLESMENTE ALGO FÍSICO, DOA UMA INFINIDADE DE OPORTUNIDADES, DE SONHOS, AMOR E ESPERANÇA, DOA VIAGENS, DOA CASAMENTOS, DOA FILHOS, DOA CASA NOVA, DOA AMADURECIMENTO, DOA TEMPO, DOA A CHANCE DE VIVER, APRENDER, ERRAR E TENTAR DE NOVO! 

E se você tem esse desprendimento faça-o em vida.
Se você acha que estando morto é mais fácil também é válido, só não se esqueça de avisar sua família quanto ao seu desejo.

PARABÉNS A AQUELES QUE AINDA TEM MUITO O QUE APRENDER, MAS QUE JÁ DERAM UM GRANDE PASSO NESTA VIDA E JÁ APRENDERAM A AMAR!

Especialmente: Tia Sandra, Sôfania, Tio Belo, Tia Rose, Mônica, Andressa, Tadeu, Tio Luis, Ana, Tânia e tantos outros.

sexta-feira, 23 de setembro de 2011

Finalmente ela chegou.

Feliz primavera para todos.

Que as flores encham nossas ruas, vidas e almas de perfumes e beleza, assim:

Frases inocentes orgulhosas.

Eu faço vários filminhos com a Bibi quando ela vem dormir em casa, para que ela tenha a recordação de muitos momentos divertidos que passamos juntas.
Em um deles ela conta quem é Prrrrado na família dela e morremos de dar risada.
No final ela caí do sofá...e morremos de rir.
Nesse dia ela viu e reviu esse video milhões de vezes, sempre chorando e me fazendo chorar de dar risada.
Daí outro dia eu fui na casa dela e contei que todo mundo que vem aqui eu mostro o video que ela caiu.
Ela com a carinha mais sapeca do mundo:
"eles morreram de rir titia?"

Presente da Nath para o Sem Espaço para Lamento.


Jesus pode escrever a sua história de novo


Olha o que Ele fez comigo

A chance de dar tudo errado era tudo o que eu tinha em mim

Mas olha o que Ele fez comigo

No olhar eu carregava um pouco de morte

E a minha festa estava tão vazia de sorriso

E quando eu pensei que o rio ia secar

Olha o que Ele fez comigo

E vai fazer assim contigo hoje



Um dia já cansado eu disse:

"Pai não quero ser mais prisioneiro da maldade"

E Ele me chamou de filho,

Pedi perdão me humilhei chorei como eu chorei

E Ele foi fiel comigo

Arrancou aquela tristeza que doía,

Me lavou com o Seu sangue perdoou

E a minha festa agora é cheia de sorriso

Olha o que Ele fez comigo

E vai fazer assim contigo hoje

Ele é meu melhor amigo

Viver com Jesus é lindo



Junte suas forças e clame a Deus

Ele escuta o grito do seu fraco coração

Eu não tinha nada agora eu tenho vida

E uma história nova linda escrita pelo dedo de Deus

Escrita pelo dedo de Deus {2x}
 
Hoje minha priminha Nathalia compartilhou esse video comigo e disse se não era a cara do meu blog e da minha vida..
Achei interessante ela ter sido perpicaz para perceber, na verdade a música tem a ver com muitas pessoas que vivem aparentemente felizes mas que por dentro ter seus corações despedaçados.
Ter fé em Deus, na vida, cuidar do seu jardim, perceber que a alegria é ter paz, viver, não é uma coisa fácil nem tão pouco resolve tudo, mas é um caminho.
Eu sei que um dia todos nós vamos passar por essa revolução de sermos responsavéis pela nossa vida, por nossos acertos e desenganos.
Adorei a música, adorei que ela me represente, e adorei que a Nath tenha compartilhado comigo.
Obrigada florzinha!
Que todos nós que não temos nada tenhamos a chance de ter uma nova história escrita pelo dedo de Deus!

segunda-feira, 19 de setembro de 2011

Frases inocentes cada vez mais espertas.

Final de semana com churrasco familiar...dia de sol!
Rafa virou para mim e disse:

_ Tia quando é que vc vai me levar nessas suas viagens hein!

Já Bia viu o piso novo, as coisinhas novas e tascou:

- Tia quando custou essa casa? Rsss


E depois ela viu de novo os sapatinhos metalizados e esquecida falou:

- Eu tenho um igual...

Eu respondi:

- Eu sei fui eu que te dei...

Ela olhou com cara de é mesmo e soltou:

- Eles são parentes.

Rssssssssss..

sexta-feira, 16 de setembro de 2011

Sonho de consumo

Gente eu não gosto de máquina digital (odeio é uma palavra muito forte), é que eu amo fotografia e acho o máximo o mistério que envolvia a revelação.
Só esse nome revelação já é o máximo, dá um frio na barriga...o que será que vai ser revelado (?)
E não sei vocês, mas as fotos que mais amo, são antigas, aquelas que não estamos posando, aquelas que lembram momentos que ficaram lá na lembrança. (adoro ser fotografada de surpresa)
Um sorriso, um tombo, um abraço de olhos fechados, um dia especial, um sopro na vela de aniversário, o primeiro pedaço.
Eu guardei minha máquina de filme, mas confesso, agora é muito caro mandar revelar filmes, e achá-los virou uma penitência.
E aí eu descobri numa revista que leio sobre as Toy Cameras...que são mega fofas e elas se tornaram meu desejo.
Olha que fofas:


Estas são umas das minhas preferidas, mas tem muito mais.
Descobri também que na Lomography loja em Ipanema no Rio de Janeiro, eles fazem o Rolé Lomography, você escolhe uma máquina, deixa um documento na loja, recebe as instruções de como usar e passa duas horas curtindo e fotografando a linda cidade do Rio de Janeiro, pelo custo de R$ 20,00.
Você leva a máquina para passear e um filme PB 120 mm ou redscale 35 mm e uma apostila. (acredito que o filme fique com vc e vc o leve para revelar, isso não ficou claro, mas faz sentido né?)
Achei o máximo e na próxima vez que for visitar o RJ, com certeza será para comprar uma dessas e para fazer esse tour, por que, sou louca por fotografia, fotografia de verdade....
Bom você que tem esse tipo de máquina guarde, curta, saia fotografando seu momentos especiais.
Eu que não tenho me darei esse presente assim que der e a minha La Sardinha (minhas preferidas), revelarão momentos preciosos da minha, da nossas vidas.
Ahh outra coisa legal que descobri é que a Polaroid que faliu com a onda das digitais, foi comprada por um Holandês e ele pretende lançar o modelo digital...era para ser em 2011...
Adorei, por que, também adoro esse modelo de máquina, acho que elas não são mais fabricada e o filme/revelador hoje em dia é difícil de encontrar.
Bom espero que essa onde nostálgica mas criativa continue para sempre.
Um beijo para quem também ama fotografia que se revela.

Quem quer selinho bonitinho?

Eu ganhei mais um selinho........
As regras estão ficando cada vez mais aprimoradas..rss
E temo não segui-las...ohohohoh...rsss
Mas tentarei.

Primeiro regrinha; Agradecer quem te deu o selinho.

Bijuzinha do meu coração eu te amo, você sabe disso, e agradeço demais o selinho.
Amo seu blog, amo seus comentários e amaria ter qualquer casa decorada igual as do seu blog..rss
Super, hiper obrigada amore.

Responder as perguntas:

Cor favorita? Azul


Animal favorito? O Rubinho...rss

Número? 8

Bebida? Água


Face ou Twitter? Face

Sua paixão? Evoluir espiritualmente


Dia favorito? Hoje

Flor? Impossível escolher uma, gosto de lirios, copo de leite, orquideas, flores do campo, dama da noite, rosas coloridas, ou seja TODAS.



Indicar "dez" blogs...pode ser cinco...pode né?

Um dia de cada vez da Márcia Pitelli
Miguel meu anjo sem asas da minha prima Fabi
Cronicas de uma menina feliz
Blog da Paula Nanny Barros 
As delicias de ser mâe da Nanda
Primeira Viagem da Nath

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Marisa Monte - Ainda Bem

VIDEO RETIRADO POR CULPA DO ECAD QUE ESTÁ COBRANDO OS BLOGS PELA EXIBIÇÃO DOS VIDEOS NO YOU TUBE, MAS CORRE LÁ E PROCURA O VIDEO QUE VALE A PENA VER E OUVIR!

Os criticos e os não criticos falam que esta música tem a letra simples, que Arnaldo o máximo que é tem esse lado tribalista de menos, que a Marisa não usa toda sua voz pontencial nesta música.
Bom eu que não sou crítica, nem não crítica..rsss, adorei, adoro a melodia, adoro os arranjos, adorei essa coisa meio faroeste italiano requintado com mariachis mexicanos e marcado como um tango argentino, viva a globalização, a voz é da Marisa, não tem como não ser, e não conheço tanto a carreira do Arnaldo para dizer se esta está aquém de seus talentos.
Para essa música ficar melhor para mim eu só gostaria de ter para quem cantá-la, por que, confesso, ela descreve meu momento amoroso atual, sem ilusões, coração abandonado, maltratado, aposentado (rs), acostumado com a solição, desacreditada de mim, ninguém dá nada por mim e quem dava eu não estava a fim, só falta a parte de que tudo se transformou, pois  VOCÊ chegou, para ficar, VOCÊ que me faz feliz, VOCÊ que me faz cantar assim... !!!!

segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Eu tenho fé na vida

Gente,

Eu ando plantando em meu coraçãozinho a paciência e a fé de que tudo será resolvido e mais que eu apesar da ação nada perfeita, caminho por ares de compreensão e sabedoria de que tudo na vida tem seu tempo, seu jeito e sua reação.

Eu espero, me cerco do que posso, rezo, peço, imploro, e vou a luta, pedindo que as minhas atitudes sejam as corretas.

O resultado, bom esse demora, ou vem rápido, dependo do que a gente deseja e do que nos é permitido ter no momento!

Eu só quero paz! De espírito!

domingo, 11 de setembro de 2011

Todo mundo me conhece

Mãe falando no telefone com a Bia (elas adoram conversar..rss).
Eu derrubo uma panela.
Bia pergunta quem foi que gritou.
Minha mãe responde que ninguém gritou não, que foi a titia dela que derrubou uma panela, ela é atrapalhada Bibi.
E a danadinha responde:
E eu não sei...

sexta-feira, 9 de setembro de 2011

Degustando o Teatro que é mágico

Curtindo o novo CD disponibilizado na net do Teatro Mágico - A Sociedade do Espetáculo.
Maravilhoso!!! Site oficial do O Teatro Mágico
Minha camarada d´agua Ritinha Helena também escreveu sobre a experiência dela com O Teatro Mágico no blog dela, não deixem de conferir outro ponto de vista:Vivendo no mundo de Rita
Confesso que fui levada, convidada pelas minhas amigas para o show e nunca havia escutado falar da trupi, mas o entusiasmo delas era tão grande que baixei as músicas para poder cantar no show e fui arrematada para um mundo mágico, sonoro, belo na primeira música.
Num momento difícil para mim de adaptações, foi maravilhoso encontrar músicas que me davam esperança, músicas simples, mas impactantes. ("Os opostos se distraem e os dipostos se atraem")
Músicas com a melodia que faz minha alma levitar e letras que faz meu coração balançar, cantar alto, festejar, pensar, duplos sentidos sem malícia ou diminuições, pelo contrário só exaltação do que existe dentro daqueles que amam a vida. (dúvidas, amor, amizade, sensibilidade, confusão, dor, saudade, etc)
Eu amo circo, sou completamente apaixonada por palhaços, bailarinas, por todo esse mundo encantado, então ao chegar ao show eu me entreguei, lá eu era sim a menina que fugiu com o circo, mesmo que fosse pelas três horas do show.
Adorei ver aqueles jovens com a cara pintada, cantando sobre amor, amizade, um mundo melhor, igualdade de classes...
As camaradas d´agua e eu entramos naquele transe, nos entregamos..., as músicas decoradas pelo imediato arremate na ponta da língua...
Depois no nosso carro o cd e na nossa memória afetiva muitos pedaços de cada música, frase que ficaram marcadas para sempre no nosso orkut, no nosso face, na nossa VIDA, brincadeira de roda com minhas amigas, cantando com a mão no coração, fechando os olhos, e vendo moças penduradas em tecidos coloridos, gordinhos amavéis que conquistam na primeira risada, o moço do sax que fez nossos corações se apaixonarem por ele e por seu instrumento (eu toco saxxxxx!!!), encantada pelo músico que não é músico que é amigo da gente e que fez todos sentarem no chão e cantou e encantou com seu violão, numa espécie de luau improvisado com milhares em comunhão.
Totalmente apaixonada pelos arranjos, pela sonoridade, pela utilização de instrumentos mágicos, como sopros, violinos, violas, e a coisa que mais amo na vida: percussão utilizando instrumentos que não são instrumentos, sons que mutiplicam anjos, desejos, sonhos, infância e tudo mais. (caixinha de música, tambores, realezo, insetos, recados na secretária eletrônica, bronca de mãe, gente simples falando errado mas totalmente certo).
Do show para cá, acompanhamos a trupe, seus lançamento, confesso que o segundo CD Segundo Ato, não me arrebatou como o primeiro Entrada para Raros, tinha com certeza músicas adoradas com "Eu sei que sou um tanto maior", "Pena" e "Sina", mas eu não consegui escutar o CD de cabo a rabo como aconteceu com o primeiro.
Fiquei com medo de não conseguir ser arrebatada novamente, de escutar tudo com o mesmo delírio.
E foi com medo que degustei ontem e hoje o novo CD, e que delícia, são dezenove músicas para se escutar e amar.
Claro tenho as minhas preferidas, como tinha no primeiro CD, mas que não as tem...rss...mas o CD inteiro tomou e tocou meu coração novamente, posso e vou ouvi-lo inteirinho, sem exceções.
Espero que o show em SP aconteça o mais breve possível, colocarei meu nariz de palhaça e libertarei minha alma, cantarei minha prece em forma de música, e me emocionarei com frases tão trilha sonora da minha vida como:

Além porém aqui

Acorda coragem se
Acolhe a verdade
Acode a saudade se
Alcançar
Além
Semear o amor

Amanhã será?
Se aliança dissipar..
e sentença for só desamor!
a tormenta aumentará!


Quermese



Então sentei-me em tua frente pra logo nos perceber

Da entrega
Apoderar-se de si
Recombinando atos
Não sou quem estou aqui
Sou um instante passo

Eu não sei na verdade quem eu sou (Difícil escolher um verso..toda linda)
Mas eu não sei na verdade quem eu sou,
Já tentei calcular o meu valor,
Mas sempre encontro sorriso e o meu paraíso é onde estou...
Eu não sei na verdade quem eu sou

 
Nosso pequeno castelo (outra linda por inteiro)
Não olhe agora, estou olhando pra você (2x)
Me faça um gesto, me faça perto
Me dê a lua que eu te faço adormecer


O Novo testemanto
Não poder se opor a dor é relevar a si

Fiz uma canção para ela. (Nem precisava ter uma canção pra mim, só alguém que cante pra mim)
Fiz uma canção pra ela
Derradeira confissão
Quis lançar pela janela
Pra abrandar nossa atração

O que se perde quando os olhos piscam?
Pronde foi... nosso humor e moral?
Pronde vai? todo nosso desalento
Morre brisa nasce vendaval
Pronde vai a reza vencida pelo sono
Ela vale? me fale... me de um sinal!
São Longuinho
Me fale me de um sinal!

Tática e Estratégia
Ser mais eu contigo!
Para que me queiras
Ser mais eu contigo!
Para que me queiras

Folia no meu quarto (Demais)
Que faço distraindo a vida
Vou traindo minha sina
Distraindo decisão
Falo coisas que as vezes não faço
Sou boneca, sou palhaço, ponto de interrogação
Todo ser seria
Todo rio riria


Quero mais careta no retrato
Quero mais folia no meu quarto
(eu preciso de mais folia no meu quarto! rss)
Quero mais careta no retrato
Quero mais folia no meu quarto


Nas margens de mim (letra deslumbrante)
De qualquer maneira parte em mim
Diz valer a pena ser assim
Que no fundo é simples ser feliz
Difícil é ser tão simples
Difícil é ser tão simples
Difícil mesmo é ser

Você me bagunça
Você me bagunça, tumultua tudo em mim...

...Difícil precisar, quanto preciso
...Difícil precisar, quanto preciso

E tantos outros pedaços assim que tocam, explodem e nos fazem silenciar.

Grande Teatro Mágico

Grande Fernando

Grande inspiração

Que O Teatro Mágico continue sendo!

Não deixem de descobrir essa experiência...se entreguem como eu me entreguei.



Me diga o que ouves que eu te direis quem és...

Gente,

Para continuar a reforma aqui em cima, tivemos que dar uma parada na compra dos móveis que faltam, por que, desde que um comércio ilegal abriu aqui na minha rua eu não consigo mais dormir no meu quarto.
Estamos na dúvida entre mudar de casa, eu me mudar para o quarto menor, e a tentativa da janela anti-ruído.
Por isso como a recém decoração do meu quarto e do quartinho talvez terão que ser mudadas, nosso foco agora é comprar a janela para ver se resolvemos o meu problema.
Coisa difícil essa de decidir.
Mas pontuo o que descobri a respeito:
É cara, começa nos R$ 2.500,00 e vão até R$ 3.300,00 (Vidros triplos).
Nesse valor está o sanduiche de vidros com ar e outros materiais, modo de abrir, fechos, vedação.
Percebi que as de correr tem menos vedação e portanto os sons vazam pelas frestas, eu não quero dessa.
Me sobra a que abre para os lados e a que abre no meio, não muito agradáveis, difícies de serem deixadas abertas, no entanto, prometem diminuir o som em 80%.
Descobri também que cada material utilizado promete uma redução de som, ou seja, até cortinas podem ajudar a diminuir meu calvario.
As empresas mais citadas são:
Inovatta
Atenua Som
Accoustic Line.
Muitas pessoas e até eu mesma fiquei indignada quando a maioria das empresas não se prontifica a uma visita técnica, mas ao analisar eu descobri o seguinte, mesmo que venham em horário comercial o som em questão será um, mas a uma da manhã quando os infelizes resolvem falar alto e fazer grunidos..rsss, o cara da janela não vai estar aqui com seu medidor, na verdade, ele vai te oferecer o que ele tem de melhor, o que veda mais sons, agora a janela não vai ser capaz de vedar caso seu bendito vizinho resolver contratar um trio elétrico.
Eu só sei de uma coisa, é caro, mas não tem preço, nem valor que compre sua paz, terei que abrir mão de outras coisas importantes para mim, mas temos que fazer escolhas e eleger prioridades e a minha é poder voltar a dormir na minha cama e ter prazer de ficar novamente no meu quarto, no mundo meu, azul, branco, aconchegante que não combina nada com os ogros daí da frente ouvem e falam.

quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Não dá para prometer reações antes que a ação ocorra.

No dia do piquenique estavamos em grupo andando até o parque do Ibirapuera, com sacolas, cesta, pratos, e um montão de coisas na mão.
Rafa e seu amigo caminham na frente com apenas a bola na mão.
Ao chegar na avenidona a bola escapa e ele atravessa sem olhar (sorte que o farol estava fechado).
Foi um gritaria...
Rafa, Rafa, sobe na calçada, deixa a bola, anda Rafa, e ele parado sem se mover (talvez assustado com a gritaria).
Bom ele subiu na calçada, após conseguir pegar a bola, já com ela segura em suas mãos e os carros partiram, mas ele estava seguro.
Ele sentou na grama e começou a chorar, seus pais que são limite zero dando bronca...
Passou o piquenique, o susto, voltamos para casa e minha mãe fez a declaração que deixou meu coração partido.
Ela disse que o que mais tinha magoado a esse respeito era que todos nós somente gritamos com ele, mas em cima da calçadas, seguros, mas nenhum de nós correu para socorrê-lo.
Percebi que era verdade, mas me redimi pensando que em momentos de crise, de dores, perdas e descontroles, nenhum de nós sabe a reação que teremos.
Talvez nenhum de nós correu por que analisou a situação, viu que o farol estava fechado e que não havia necessidade de correr até ele, mas sim fazê-lo subir na calçada (o que ele teimoso que é demorou..rss).
Bom quem de nós não tem milhões de histórias de infância de perigos súbitos de acidentes memóraveis e de gritos dos pais, tios ou avôs com um milhão de décibeis? Hein.

Depois não vimos que o farol não era só naquela direção (três fases) e atravessamos no meio dos carros e quase fomos atropelados, mas o Rafa não gritou de lá:
O cambada de burros, não estão vendo o carros...corre, sobem na calçada!

sábado, 3 de setembro de 2011

Monocelhas quem tem uma?

Jantar no irmão hoje.
Bia e todos nós falando de nossas monocelhas...
Que o Ri tem, que foi o vovô que deu..rsss
Eu digo a ela que a minha era igual, mas que agora, depois de moça..rss, eu tiro com a pinça.
Ela faz cara de dor...
E diz doí né titia.
Eu digo que agora não doí mais.
Ela responde: eu acho que depois que DESACOSTUMA não doí mais!

É Bibi a gente desacostuma de ter monocelha..rss...e embora ainda doa a gente finge que não...rsss

No mesmo jantar a Bia que fez duas mini coxinhas "com suas próprias mãos" (como ela mesma disse), deu uma para mim e outra para a vovó. Me peguei pensando qual criança faria isso?
Eu não, eu era bem ranhetinha e provavelmente ia querer comer as coxinhas pequenininhas que fiz, mas a Bibi tem esse coração enormeeee! Linda!.

Ela lembrou minha mãe que o sabonete líquido que ambas adoramos está no fim.
"Vó fala para minha titia que o PITANGAS BORBURANTES está acabando"...rsss (como é difícil achar o danado).


Amelie finalmente no lugar que é seu.

Amelie bem dizendo aqueles que sobem .

O Clube do pinguim onde meu pai nunca pôs os pés.

Meu pai é a figureta mais encantadora e ingênua que conheço na vida.
Ele acredita nas pessoas, no que elas dizem, e seu lema é vamos levando...
Tanto que a picareta aqui da rua que não me deixa dormir adorou conversar com meu pai, disse que ele é gente bonissima.
Eu fico brava por ele não me defender, mandar a figura tomar...no copo..rsss, mas ao mesmo tempo esse jeito humilde dele ser é o jeito que eu gostaria de ter, ele sem dúvida está mais perto do amor incondicional do que eu, ele é da política da boa viziança, do crêr, do amar.
Ele nunca teve cartão de crédito na vida, pavor, sempre pagou tudo à vista, ou com cheque, depois de milhões de anos enchendo a cabeça dele ele fez dois cartões um numa loja de construção que enrolaram ele e ele que não tem paciência de escutar acabou aceitando, e por não entender direito, ele achou que passando dados da conta do banco dele o danado estava em débito automático e que receber a fatura era só para conferir..rsss
A mulher da loja ligando para ele para cobrar e dizendo que se ele não pagasse ele ia ter o nome sujo...(nossa ele indiguinado, como sempre bom pagador, pagando antes, à vista, por causa dessa merda de cartão e DO ERRO DA LOJA...rsss, ter o nome sujo, vou cancelar, vou lá na loja brigar, xingar, etc)
Bom nem preciso dizer que foi a maior confusão, foram noites eu sentada com ele na cozinha com a calculadora na mão explicando para ele que não havia erro, que tinha era juro, já que ele não pagou, etc e tal.
Até que ele se convenceu e me deu a faturas para pagar na segunda-feira próxima.
Bom agora ele está esperando acabar as parcelas da escada que ele comprou para cancelar.
O outro, na verdade o primeiro, foi outro drama, ele não quis um bom limite..rss, quanto menos melhor..rss, e quando fomos comprar um terno ele não conseguia passar o terno e não entendia por que..rsss, é que ele tinha comprado outras coisas e o limite não permitia, até ele entender isso foram horas de discussão..rss.
Ele foi no banco o gerente ficou de cancelar o que estava sendo cobrado a mais (anuidades) e ele ingenuamente acreditou, no outro mês mais descontos errados, eu falava para ele que ele que tinha que ligar na central do cartão.
Não sei direito o que ele fez, mas acabou não cancelando, e não sabemos se o que estava errado foi devolvido, mas vamos seguindo...

Eu digo para ele: pai não tem nada errado, você que não entende...e assim vamos nós, cada mês é uma novidade no cartão.
A última foi a seguinte:
Ele abriu a fatura e já se injuriu: "Déa vou lá no banco, cancelar essa merda, olha aqui (mostra a fatura) esse negócio aqui do Clube do Pinguim, nunca fui nesse clube.."
Eu olho e caio na gargalhada..."Pai é a assinatura que você fez para o Rafa do Clube do Pinguim, lembra?"
Bom sei que ainda teremos trovoadas e tempestades por conta do cartão de crédito dele..."
E sei que eu vou continuar me divertindo com as trapalhadas do meu querido Osvaldo.

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Laminado mas embelezado - Parte final.

Piso colocado..
Piso laminado
Piso embelezado
Piso amado!
Agora coisinhas bonitinhas sendo carregadas, colocadas e organizadas em seus locais.
Tá ficando aconchegante e delicinha.
Amo a minha casa!!!
E o obsurdo do contrário é que tenho que comprar um aparelho auditivo para escutar melhor e uma janela antiruído para não escutar merda.


Amigo come até ovo cozido sem reclamar.

Ontem minha melhor amiga almoçou conosco.
A Cláu, como alguns sabem, está morando em Recife e a vejo menos ainda do que quando ela morava aqui e fugia de mim.
O tempo, os compromissos, a família, os amigos, roubavam a melhor amiga que tenho.
E me lembrei de uma história divertida.
A Cláu sempre foi essa criatura despachada, sem travas na língua, divertida e amável, e eu era a timidez, a encanação em pessoa.
Foi com a Cláu que eu aprendi a me soltar, a desencanar, a rir mais e a ser amiga de todas as pessoas sem distinção ou preconceito.
Quando eu paquerava alguém e não tinha coragem de falar com essa pessoa, era a Cláu que ligava fazendo a declaração dos meus sentimentos (do jeito dela..rssss), algumas vezes eu tinha que pagar essa ajuda e era com empréstimo de roupas (que eu não gostava de emprestar para a Cláu por que ela demorava anos para devolver..rss), ou receitas feitas pela minha mãe.
Lembro que era apaixonada pelo Tuta, e ele tinha uma mobilete e eu queria muito que ele pasasse mais vezes na minha rua, e pedi para a Cláu dizer isso a ele.
Ela topou e me perguntou o que eu daria em troca.
Lembrei que tinha uma torta alasca lá em casa e disse que se ela ligasse eu a daria inteirinha para ela.
Ela topou na hora.

O que ela não sabia era que tinha sido eu que tinha feito e eu tinha esquecido de bater no liquidificar uma das partes que vai ovo e ao colocar no fogo para mexer (sem bater) o ovo cozinhou e ficou pequenos pedaços de ovo cozido no meio da receita...rsss
Lembro da cara da Cláu, rindo, se lambuzando com o sorvete e tirando os pedaços de ovos cozidos..rss.
(ps: a receita da Torta Alasca até hoje aqui em casa tem em vermelho grifado essa parte da receita um recadinho para mim: Déa não esqueça de bater no liquidificador antes de pôr no fogo, lembra da Cláu?..rss).
Bom ao ir embora, minha melhor amiga, que acabou de vender um bem dela com a carinha mais linda do mundo virou para mim e disse: Quer dinheiro emprestado para comprar o aparelho?
São ofertas assim que fazem eu perceber o quanto eu tenho sorte na vida.
Eu felizmente amiga não preciso do seu empréstimo, mas sei que a oferta é de coração e isso não tem preço, é amor verdadeiro.
Amor de irmãs.
(detalhe: O filho da Cláu ao chegar aqui pediu ovo frito para comer no almoço..rsss, essa família é louca pelos ovos aqui de casa..rss).


Seis aninhos...só ou já?

E o piquenique saiu...
O convitinho/video chamava meus amigos queridos e familiares para confraternizarem comigo essa data que tanto amo, a data do meu resnacimento nesta vida, o dia que saí do coma e também acordei para a vida, para a realidade, que ampliei minha visão da vida, das pessoas e que passei a semear o amor.

video
Passamos o dia de sábado (27) eu e minha mãe preparando as gulosemas, e senti meu coraçãozinho apertar por sempre fazer isso com minha mãe (embora eu saiba que ela goste) principalmente no sarau, quando ela ainda não tinha sido transplantada e trabalhamos como duas camelas..rss.
Eu sempre invento moda, exagero na quantidade, e abuso da minha mãe.
Mas ela mãe perfeita como é, faz tudo com muito carinho, sem reclamação. Tenho muita sorte de ter uma mãe assim.
Nos fizemos um biscoito com macadâmia que cismei em copiar esse formato de coruja (que vocês já sabem anda no meus pensamentos..rss).
A inspiração





A nossa execução.



óbvio que a nossa é caseira, tem cara de caseira, mas não importa o que importa é ter conseguido realizar..rss, ao lado o Biscoitinho de Limão Siciliano sem papoula  (alguém contrabadeia para mim?) que agora está saindo perfeito, a primeira leva ficou amassada sem o formato de bolachinhas, por que, eu não sabia usar as colheres para pingar, mas minha sábia mãe, cozinheira de mão cheia me ensinou.
Eu comprei a cesta numa loja na Rua dos Pinheiros, próximo ao Itaú, custou R$ 54,00 e cumpriu seu papel, queria uma oval, mas ela custava R$ 100,00 e achei um pouco too much para um item que eu não vou usar muito.
Fizemos também a o cup joaninha que ganhou um recheio vermelho mais gostoso (Docinho Vermelho), já que o rosa (Bicho de pé) foi feito com gelatina e no dia seguinte o negócio não tava muito bom não. (post: Joaninhas para o meu pic nik)



Também fizemos a empadinha de fubá com ricota que é perfeita, na minha opinião, para ser devorada com café (amo!), docinho de nozes, e pão caseiro Knor que fica uma delícia com requeijão.
Cada um dos meus amigos trouxe uma cosinha gostosa e me perdoem se eu trocar as bolas, ok?
Cris trouxe um bolo de cenoura maravilhoso (diz se piquenique sem bolo de cenoura é piquenique..rss), a Lidia trouxe bebidinhas, a Ritinha uma bolachinha com goiabada deliciosa, a Jú trouxe dois pães de calabresa breviamente encomendados por mim da padoca maravilhosa que tem perto da casa dela onde fui comprar várias gostosuras para o Sarau e muitas pessoas elogiaram, só que não comi.rss, bom é uma delícia mesmo. A Mara trouxe pãezinhos com queijo e peito de peru que todo mundo adorou, a Bijú trouxe uma torta de morango maravilhosa e um pão com queijo variados (amo!) a Mi trouxe uma torta de frango que todo mundo comeu e amou, Deby trouxe rocamboles que fizeram a alegria da criançada,  a Dinha trouxe baguete de frango com catupiry, minha vizinha Maria trouxe Chipa que alguns não conheciam, mas que eu adoro,  e lembro de ainda ter visto bolo de chocolate (outro campeão de piqueniques), sucos, refrigerante, e algo mais.


Espalhei joaninha na toalha, fiz plaquinhas de forminhas indicando a comidinha e a diversão foi garantida, um dia lindo, ilumindo por Deus, com as pessoas sorrindo felizes, as crianças brincando de bolinha de sabão, futebol, frescobol, arrasta folhas e flores..rsss, fura árvore...rsss, e muita fofoca e risadas e claro que não podia faltar o sorvete no parque.
O sol



bola, bolinha de sabão, arrasta folhas e flores, futebol, frescobol, fura árvore, fofoca e picolê.


Teve até distribuição do livrinho para quem ainda não tinha ganhado (aproveitem que ainda tenho alguns exemplares, mas eles estão no fim..rss).

Teve gente que trouxe sua própria comida de piquenique e dividiu com a Tia..rsss
Eu com a comida de piquenique da Cacá (que a mãe dela fez para ela..rss) e ela com a que eu fiz..rss

Teve muitos amigos do coração, família amada, vizinha querida, amigos do irmão, criançada e eu feliz!
Teve os momentos de cada um esticados, largados, deitados, comendo, dormindo, sorrindo, namorando na grama:

E teve também o saquinho de agradecimento pela presença tão carinhosa e o saquinho também era sua mini marmitinha das gostosuras do piquenique para se comer em casa..rss

Ganhei até presentes um cheiro da Lidia e da Cris e uma flor de lotus que a Mi me explicou que é a flor que nasce do lodo (e do limbo no meu caso..rsss)

Amei a lembrança, e o significado dos presentes, mas o que mais amo é a presença de cada uma dessas pessoas, os beijos e os abraços que ganhei.
Sou realmente abençoada por ter tanto amor!


E até a formiguinha apareceu, eu não disse no video que ela não perde um piquenique, muito esperta essas formiguinhas!!!