sexta-feira, 21 de dezembro de 2012

Não é obvio?

Eu e Bia conversando.

Não lembro mais o que, mas eu perguntei, quem disse ou fez algo.
Ela sapeca:
Disse uma pessoa que começa com "E" e termina com "U".
Eu sem saber que nome é esse digo que não sei e ela me solta com a cara de é a coisa mais obvia do mundo

EU!!!!

Rsss.


Casos de família.

Minha mãe foi visitar a mãe dela, minha avó de quase 89 anos e ela é uma figurinha.
Ela nunca saiu da sua cidade, não viveu ou viu grandes acontecimentos, não estudou, não tem muita cultura, vivências, tudo que ela sabe ela construiu em seu mundo.
Um mundo pequeno e não muito condizente com a realidade de maioria de nós.
Poderia contar várias histórias da minha avó, que ela foi adotada, que um dos seus irmãos a machucava, que ela se mudou para CP com meu avô e passaram muitas dificuldades, que ela toma dramin todos os dias, que faz uma mistura com canfora e passa em todos nós em qualquer machucado que tenhamos e o pior é que é uma delícia, que suas roupas de cama e toalhas fazem concorrência com as roupas da Tia Deolinda, que são as mais cheirosas que vi na vida, lavadas com ola...rs, que a ela fazia a carne de porco e o pão frito mais gostosos que comi na vida, que ela ama tubaina de laranja, que ela ainda tem uma caderneta e comprar fiado na Mari Stela, que ela é surdinha por ter estourado o tímpano com grampo de cabelo, mas isso ficaria enorme, então, vou direto ao assunto.
Quando estamos na casa da minha Avó, embora seja uma casa pequena, ela fica gigante, com todo mundo reunido, tias, primos, numa conversa sem fim.
E minha avó adora falar, aliás, ela adora só ela falar..rs (acho que herdei isso dela também), e quando ela está de bom humor ela adora participar dos causos.
Minha avó ama o Serginho Groisman, assiste o Altas Horas com gosto, aliás ela adora uma Televisão e não sei não se ela sabe separar o que vê da vida real, por que, já vi ela ficar brava com algum personagem como se um de nós tivesse feito uma arte...rs
Daí ela soltou essa:
Disse que adora o Serginho (ela é intima) e que só não gosta quando entra a RITA (LAURA) MULHER (MULLER) PRA FALAR SOBRE SEXU, NESSA HORA ELA TIRA O APARELHO E SÓ O RECOLOCA QUANDO A RITA MULHER FOI EMBORA.
Mas antes ela remendou que os jovens danadinhos ainda fazem perguntas.
Quando minha mãe me contou chorando de rir eu pensei:
Danadinha como ela sabe que os jovens fazem perguntas se ela tira o aparelho?
Hein Vó conta essa história direito...rs


Objetos que me representam – QUINZE



E o objeto desta semana é:

Cômoda dos meus pais




Por que:
Por que é simplesmente linda, quase eterna, e pintada de vermelho deu um tcham no quarto dos meus pais e espero que tenha aumentado a paixão..rss.

Onde:
No quarto dos meus pais, para guardar as roupas do meu pai e para apoiar a TV e o rádio relógio.

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:



Ou no marcador: Objetos que me representam.

Objetos que me representam - QUATORZE



E o objeto desta semana é:

Cabideiro com bolas de snooker












Por que:
Meu pai ama snooker e acho que tem tudo a ver com o quarto dos meus pais, com o lugar para pendurar o chapéu panamá dele (que precisa de um banho...rs). Deu uma colorida no quarto, e faz meu pai sonhar com troféus e campeonatos (sim ele participa..rss)

Onde:
No quarto dos meus pais em duas partes da parede dando a sensação de uma tacada. Na foto só tem uma parte...mas passa a TV e a cômoda e do outro lado a tacada continua..rs

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:



http://semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/12/objetos-que-me-representam-parte-xiv.html

Objetos que me representam - TREZE


E o objeto desta semana  são os quadrinhos no hall do banheiro dos meus pais.







Por que:
Simplesmente por que foram uns achados e gostei muito do arranjo que fiz.
E ainda tem serventia, é lá que meus pais penduram a roupa suja para descer para a lavanderia.

Onde:
No Hall/corredor na porta do banheiro que fica na suíte dos meus pais.

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui
http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/12/objetos-que-me-representam-parte-xiii.html


Ou no marcador: Objetos que me representam

Objetos que me representam – DOZE


E o objeto desta semana é

Minha lata de 1950



Por que:
Meu avó quando um de seus filhos começava a ir para escola ele comprava essa lata com biscoitos que serviam para aquele filho (meu avó teve 8 filhos) levarem o lanche e seus cadernos.
Essa lata é da minha mãe, e embora ela esteja detonadinha (acho que para restaurar seja caro) acho ela um charme.

Onde:
Dentro do meu baú de recordações.

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:



Ou no marcador: Objetos que me representam.

domingo, 25 de novembro de 2012

Objetos que me representam - ONZE

E o objeto desta semana é

Meu quadrinho retrô:





Por que:
Comprei esse quadrinho e um outro, na feira de domingo em Porto Alegre, Redenção.
Amo Porto Alegre, amo os gaúchos, amo essa onda retrô de um tempo em que eu nem era viva..rs.
Sou uma pessoa nostálgica e acho o máximo essa época dos anos 30/40/50...
Esse quadrinho me lembra várias coisas que amo.



Onde:
No meu quarto, atrás da porta, onde penduro meu roupão de seda de bolinhas..rs

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:



Ou no marcador: Objetos que me representam...

Objetos que me representam - Parte XI


E o objeto desta semana que passou...ops...sempre atrasada...rs:

São minha Torre Eifel e a garrafinha de Limoncello



Por que:
Minha primeira viagem internacional foi para Itália e estive na Ilha de Capri onde comprei essa garrafinha, experimentei o Limoncello, azeite com limão, e outras coisinhas mais, foi lá que comprei balas e biscoitos deliciosos feitos também com limão siciliano, um dos saquinhos eu presentei a Dani e ela e seu marido me presentearam com a Torre e macarrons trazidos de Paris, quando nos encontramos no aeroporto de Madri, nas escalas de nossos sonhos.
Quando olho para esses objetos sempre me lembro do sonho que realizei e do sonho que ainda realizarei e tenho certeza que um dia estarei em Paris, como estive na Itália.

Onde:
No quartinho que é escritório, quarto de hospedes, salinha, e um pouco mais...

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:





Ou no marcador: Objetos que me representam...

terça-feira, 20 de novembro de 2012

Bazar de Natal do ICRIM

Queridos,

Convido a todos para o bazar de natal do ICRIM

No próximo sábado, dia 24/11/2012 das 10h00 às 16h00.

Tem muitas lembrancinhas novas esperando por vocês....


quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Projetos by Prados.

Eu sempre quis um espelho de camarim...

Por motivos de beleza e de necessidade.

Meu quarto é escuro, e eu ainda coloquei um armário em cima da mesa/penteadeira, aí o que acontece sempre que vou me maquiar eu tenho que ficar em pé no espelho de corpo inteiro do meu quarto ou vou lá no meu banheiro que tem uma arandela em cima do espelho.

Mas eu quis uma mesinha no meu quarto justamente para me servir de penteadeira, ou seja, tinha que dar um jeito.

Pesquisando na net não achei um lugar que fizesse, claro que mandar um marceneiro fazer é a solução, mas nem cheguei a orçar.

Pensei que o marceneiro ia fazer a parte da madeira, mas ainda teria que mandar colocar o espelho e mandar alguém fazer a parte elétrica

Achei uma luminária de camarim, sem o espelho na Yamamura, mas minha mãe não ia deixar eu furar a parede novamente.

Daí pesquisando na net, conheci o blog  "Amanhecer a Dois" e vi esse post falando sobre o espelho de camarim que eles fizeram.....Vale a visita e seguir o passo a passo deles. Precisa de um conhecimento básico de elétrica que eu não tenho por isso eu conto com os apertos e a força do meu pai e também o conhecimento de eletrica dele.
http://amanheceradois.blogspot.com.br/2012/03/faca-voce-mesmo-espelho-de-camarim.html

Eu e meu papito lemos, eu medi o tamanho que precisava, e fomos na Leroy comprar o material.

Cortei dois pedaços do MDF errado pois não considerei a espessura deles e agora vou ter que levar num marceneiro para cortar 3 cm de cada para encaixar perfeitamente...veja na foto para se forem fazer não cometer o mesmo erro...rs




Mas ele já está tomando forma e espero que funcione...rs



Depois eu mostro para vocês como ficou  na minha penteadeira, em baixo do meu armário...acesso..rs

E que onde há escuridão faça-se luz e onde haja luz não tenha borrões....no make up!

Em tempos eu e papito temos 2 projetos em andamento.

1) O espelho camarim, que deve terminar esse final de semana.
2 ) Uma espécie de pérgula de metal coberta com um treliça de plástico que já compramos e na parede uma treliça de bambu que meu pai está fazendo com uma mesinha (que era uma mesa de telefone..rs) e um banco  de ripas vermelho lá no quintal, num cantinho relax para a gente se jogar em baixo de lágrimas de cristo, primaveras, e uma outra trepadeira rosa que esqueci o nome depois dos churrascos que fazemos...
(esse é um pouco demorado, já temos a pérgula de metal coberta com treliça de plástico a treliça da parede está sendo feito e algumas trepadeiras dando flores, a mesinha falta ser pintada, e o banco falta ser feito...esse é um projeto a médio prazo...rs



Sonhos feitos na mão ou na máquina de costura II

Gente,

Finalmente depois de doação, rifa, aperta aqui, ajeita aqui, pesquisa lá, acomoda cá.

Doamos a máquina de costura para a mãe do ICRIM que contei a história aqui neste post:

http://semespacoparalamento.blogspot.com.br/2011/11/sonhos-feitos-mao-ou-na-maquina-de.html

Espero que a máquina esteja agregando na vida da Angelita, que ela possa produzir peças, ganhar dinheiro com isso e quem sabe ajudar outras pessoas fazendo uma barra, dando uma alinhavada para quem precisa...rs

Eu quero agradecer a todos que estiverem ligados a essa campanha....

Um beijo especial para Lia Agio e Virginia, essa irmãs lindas da blogosfera que nem conheço mas que moram em meu coração, pela irmandade que emanam, pelo coração do tamanho do mundo, pela disponibilidade em ajudar o próximo, pelo carinho que tratam, pela originalidade, por tanta coisa bonita.

As minhas amigas de toda uma vida, que me ajudam no que eu proponho, seja o mais louco sonho, o maior mico, a maior roubada, afinal, amigos são aqueles que vão com você no programa de índio que for, por que, amigos não se importam onde vamos, mas sim com quem vamos.
Aninha, Mari, Alê, Dani, e todos mais que compraram a rifa querendo de verdade ajudar.

OBRIGADA!!!!

Quem sonha junto, não sonha só.




domingo, 11 de novembro de 2012

Coisas de mim parte DEZ


E o objeto da semana é meus quadros de diploma do prezinho e da faculdade.





Por que:
Eles são cult!!!
Várias pessoas emolduram e apresentam seus diplomas, suas conquistas na vida.
E eu amo o meu diploma do pré.
O da faculdade, eu confesso, nem tanto, mas ele não deixa de representar a minha luta e uma conquista, afinal, aprendi sim muitas coisas novas no curso, ralei, paguei, conquistei, mesmo não tendo sido o curso que eu escolhi do fundo do meu coração.

O moço da vidraçaria ficou indignado com a minha escolha de sanduíche (moderno) de vidro com moldura clássica..rss...mas eu dizia pra ele: eu sou assim...adoro o diferente o que foge do lugar comum.

Minha sobrinha também vive falando que precisa estudar, pra ter um diploma colorido como eu...rss
(na verdade ela não entende, mas o colorido é uma das fases da vida que ela já passou, o que ela precisa ralar para conquistar é o outro o branquinho..rs).


Onde:
No quartinho que é escritório, quarto de hospedes, salinha, e um pouco mais...

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:




Ou no marcador: Objetos que me representam...

A A...parecida apareceu!!!




Lembram da A...parecida que eu plantei no curso ...eis que ela apareceu...!!!Rsss.
Coisa linda né meu povo?
E tudo que se planta dá.
http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2011/11/aparecida.html

sábado, 27 de outubro de 2012

Coisas de mim parte - SETE, OITO, NOVE

Como estou um pouco atrasada no projeto objetos que me representam e fiquei devendo mostrar o teto "luxcho" e o lustre "Phino" sobre a minha cabeça, vamos de três objetos de uma vez...rss





E os objetos da semana são: O rebaixo de gesso que criei + o lustre + o papel de parede

Por que:
O gesso foi rebaixado na sala toda e criei uma especie de caixa em cima do rebaixo da sala toda, demarcando o espaço da sala de jantar e um rasgo que faz com que a iluminação indireta cause um efeito aconchegante.

O lustre de cristais pendente quase relando nas orquídeas ou vasos que costumamos colocar na mesa dá um efeito lindo nas paredes o que faz com que pareça que estamos jantando a luz de velas..rs
Bibi minha sobrinha viver repetindo que só sentaremos na sala de jantar em ocasiões especiais..rs

E o papel de parede que na foto ficou mais forte do que é, me lembra bem de longe a técnica de pintura de Monet que tanto amo, de flores pinceladas sem forma definida, adoro borrões que se transformam em formas. (ás vezes só na nossa cabeça)
Lógico que não é uma representação dos quadros deles, mas em todas as lojas que eu ia eu falava: "é um que parece uma pintura de Monet" e confirmando o meu delírio todos os vendedores sabiam que era esse o que confirma que não sou só eu que viajo na pinceladas.
Amei esse papel, são flores que amo, romantico, tradicional e ao mesmo tempo moderninho pois são cores fortes que fogem daqueles papéis de florzinhas delicadas, são várias, muitas cores, enfim...me representa muito.



Onde:
Na sala de jantar ligada a sala de estar.

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:

http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/10/coisas-de-mim-parte-vi.html


Ou no marcador: Objetos que me representam...

sábado, 20 de outubro de 2012

O caminho

Quando a gente tem uma deficiência é muito fácil a gente percorrer o caminho da desculpa.
E não permitir que isso se torne o empecilho para viver sua vida plenamente e sim o impulso que leva mais longe é muitas vezes um caminho tortuoso.
Reclamar da vida, das dificuldade, numa ladainha que poucos escutam, palavras ditas ao vento, para ouvidos apressados, que muitas vezes vira uma disputa de quem tem mais problemas e decepções, até que um diz tchau e você se vê cansado energeticamente sem ter feito esforço algum só jogado perolas aos porcos.
Eu tento me policiar para que o transplante, os cuidados que preciso ter, a perda auditiva, dos dedinhos, não me façam me acomodar demasiadamente.
Hoje tenho outras prioridades, outros desejos, outros sonhos, e tudo bem tê-los, mas até que ponto a deficiência é usada como desculpa por mim.
Um dos meus sonhos sempre foi falar melhor inglês, me virar melhor nas muitas viagens, nos muitos países que sonho conhecer.
Conversar, me socializar e o inglês é o que abre essas portas.
Sempre ficava repetindo pra mim que agora é mais difícil, por não escutar tão bem, etc e tal.
Até que comecei a ler o blog da Lak, "Desculpe eu não ouvi", e lá fui tomando conhecimento de um mundo amplificado, artificial, vindo do aparelho que eu desconhecia e que até hoje tento me acostumar.
Lá acompanhando as aventuras da Lak e de outros deficientes auditivos e suas famílias, seus amores e já chorei de soluçar, já me identifiquei, já agradeci pela minha perda não ser tão severa quanto a da Lak e de tantas outras pessoas, já fiquei puta com o descaso, já senti na pele o preconceito meu e dos outros, já revi minhas posturas, minhas ideias, já aprendi demais, já usei o que aprendi para ensinar os outros, mas o mais bacana de todas é que eu percebi que eu não posso usar desculpas, não aprender inglês (a Lak aprendeu depois da deficiência) é uma escolha minha, uma preguiça e falta de empenho que deficiência nenhuma é culpada.
Quando digo que ficará para outra vida..rs, é por que, sou preguiçosa...rs
Hoje li o post da Lak e me emocionei demais, quando vi lágrimas caiam pelos olhos sem controle e nem fim.
A vida é uma grande jornada para todos nós, alguns carregam mais tralhas do que outros o que faz a jornada ser um pouquinho mais complicada.
Alguns além da carga que carregam recolhem pedras ou flores.
Outros ainda escolhem caminhos mais longos
Já outros param para descansar, se abrigam em sombras, se saciam com a água pura da fonte.
Alguns caminham em grupo, e em alguma parte precisam aparar as arestas, repensar a estrategia para darem uma agilizada e decidirem se continuam juntos ou precisam se separar e cada um seguir por uma estrada.
Outros caminham só, mas sempre, eu disse sempre, encontram companhia onde os trechos precisam de ajuda para serem ultrapassados.
Alguns correm e não aproveitam as flores, a água, a sombra, nem agradecem a ajuda e quase nunca escutam e muito menos observam as muitas conversas silenciosas e os muitos conselhos que existem em cada bifurcação.
Alguns percebem tanto que conversam com o destino como grandes amigos, saúdam e agradecem as companhias, a intuição de não seguir em frente, o pressentimento do perigo, a palavra ou consolo vindo na hora, no lugar e de alguém que menos se esperava
Já outros ficam tão embasbacados com a beleza do percusso que demoram mais para chegar ao destino.
Eu não sei em que parte do caminho eu me encontro, não sei se falta muito, se já percorri uma distância boa,  se me desfiz das muitas tralhas que carregava comigo, se observei tanto o que deveria, nem sei se agradeci as muitas ajudas que recebi, sei que embora eu seja surda em meu corpo material hoje eu ouço mais, hoje eu converso mais comigo e com o destino, talvez eu não agradeça tanto como deveria, mas sou grata de coração pelas oportunidades que os caminhos que escolhi me deram.
Hoje sei que tudo que aconteceu comigo foi a maior tristeza e a mais bela alegria que poderia ter me ocorrido.
O caminho que escolhi percorrer foi uma escolha minha e pago por ele com as glorias e as muitas lágrimas que derramo.
Tudo que me aconteceu foi a benção e a chibata.
Já corri, já parei completamente, já fui para caminhos errados, me arrependi de escolhas, e hoje eu sei que mesmo só eu nunca estive abandonada.
E hoje eu sei lendo o post da Lak (http://desculpenaoouvi.laklobato.com/index.php/2012/10/20/tres-anos-de-implante-coclear/), mais uma vez, que nenhuma das dificuldades que tenho podem ser usadas como desculpa para qualquer um dos sonhos que tenho.
Só cabe a mim seguir em frente da melhor forma que for possível.
E se eu continuar falando The book is on the table..rss..a culpa é minha.
E eu sempre soube que independente das escolhas e do tempo que demore, todos nós vamos nos encontrar lá na frente, num mesmo destino final.
Se eu chegar primeiro eu te espero e se você chegar primeiro fique de olhos abertos, pois, a qualquer momento eu apareço na curva do caminho.





domingo, 7 de outubro de 2012

Coisas de mim - Parte SEIS

E o objeto da semana é:

Minha máscara que trouxe de Veneza




Por que:
Era um sonho conhecer a Itália e conhecer Veneza, e nada mais representativo de Veneza que essas máscaras.

Onde:
No corredor de cima que liga os quartos, numa espécie de varandinha (recuo) na escada.

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:

http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/10/coisas-de-mim-parte-v.html


Ou no marcador: Objetos que me representam...

terça-feira, 2 de outubro de 2012

Coisas de mim - Parte CINCO




E o objeto da semana que passou..rss...é:






Um quadro, caixa, com meu vestido de batismo.

Por que:
Por que ele enfeita, como já disse aqui o espaço destinado a mulher e a menina que ainda vivem em mim.

Onde:
No meu quarto, em cima do armário e da penteadeira que guardam meus perfumes, maquiagens.

Para você ver os outros objetos que me representam e o começo desses posts é só ir aqui:
http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/09/coisa-de-mim-parte-iii.html
Ou no marcador: Objetos que me representam...

segunda-feira, 1 de outubro de 2012

Frases inocentes e de fases.

Bibi no meu colo...
Eu fazendo cosquinha e brincando com ela:

_ eu não quero que vc cresça....
_ você não pode crescer...
_ fica assim menininha....
E por aí vai....
Ela olha com a carinha mais fofa do mundo
_ mas eu preciso quecerrrrr titia....são as fases da vida.....
nascer...crescer....reproduzir...morrer!
Eu gargalhando muito com a sabedoria dela, quando ela solta essa?
_ você sabe o que é reproduzir?
Eu imaginando a bomba....
_ Não Bibi o que é reproduzir?
_ "Reproduzir" é ter filhos.
Eu esperta remendo:
_ Mas eu não tive, nem vou ter filhos...então eu pulei uma fase da vida....então você também pode...NÃO CRESCE!
Ela olhou pra mim encafifada...e pensativa achabdo que essas fases da vida que a professora falou não são assim tão definitivas e certas (e agora como eu faço pra seguir as fases da vida?????Hein!!!!!Rsss).

Ela vendo minha decoração da sala nova acendo o lustre novo para ela ver tudo iluminado e ela me solta essa:

_ ma tu é rica hein muiê...rsssssss


De onde ela tirou essa não sei!!!! Só sei que me divirto com minha florzinha

domingo, 23 de setembro de 2012

Coisa de mim - Parte QUATRO


O que:
O objeto que me representa essa semana é:




Molduras com espelhos na parede colorida.

Por que:
Por que essas molduras me lembram Friends que eu amo (até hoje sonho em ter um grupo de amigos como eles - quem não sonha né?- uma séria que marcou minha vida, minha geração).
Por que espelhos refletem nossa imagem.
Por que eles ficam num hall em frente ao lavabo, entre a cozinha e a sala, um local onde é bacana ter um espelhinho para a gente dar a última olhadinha no Make..rs...antes de sair, para ver se não estamos assustando ninguém
Por que essa parede já foi multi colorida, mas agora na reforma, escolhemos essa tom de vermelho que puxa uns dos tons do papel de parede que faz uma visão bem bacana da sala de jantar, com um pedaço dessa parede, linkado separadamente, os ambientes...rs
Essa parede faz parte da reforma da sala, que estamos finalizando (mas sempre falta detalhes) por esses dias, ela pronta com os espelhinhos é a alforria dos trabalhadores manuais por aqui...rs
Ela neste momento representa a liberdade!!!!!


Onde:
Corredor/Hall na frente do lavabo, entre a cozinha e as salas.

Para entender esse post e acompanhar todos os objetos é só clicar aqui:

http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/09/coisas-de-mim.html

Ou no marcador: Objetos que me representam...

sexta-feira, 7 de setembro de 2012

Já é primavera em mim

Já é PRIMAVERA em mim e no blog.
Ansiosa que sou não sei esperar a estação que mais amo!
Boa estação para todos nós, que haja flores, perfume, cores, leveza e poucos espinhos
Emil Nolde

Palavras me aguardam o tempo exato pra falar




Gente,

Hoje é muito mais difícil eu compreender novas músicas, por não escutar normal como antes, então demoro um tantinho para compreender tudo que está sendo cantado, e com isso, muitas músicas passam desapercebidas, até que um dia...
A letra me pega e me revira, desmonta e emociona demais.
Gosto de acreditar que não é nada do problema da audição, mas sim o momento exato para eu mexer em minhas emoções.
Quem não prestou atenção (como eu), essa é a chance de se emocionar com mais essa letra lindíssima da Ana Carolina:

Pra Rua Me Levar Ana Carolina
Não vou viver, como alguém que só espera um novo amor
Há outras coisas no caminho onde eu vou
As vezes ando só, trocando passos com a solidão
Momentos que são meus, e que não abro mão
Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar, e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

Vou deixar a rua me levar
Ver a cidade se acender
A lua vai banhar esse lugar
Eu vou lembrar você

É mas tenho ainda muita coisa pra arrumar
Promessas que me fiz e que ainda não cumpri
Palavras me aguardam o tempo exato pra falar
Coisas minhas, talvez você nem queira ouvir
Já sei olhar o rio por onde a vida passa
Sem me precipitar, e nem perder a hora
Escuto no silêncio que há em mim e basta
Outro tempo começou pra mim agora

Vou deixar a rua me levar



Coisas de mim - Parte TRÊS


O que:
O objeto que me representa essa semana é:


Minha caixinha de música!!!

Por que:
Esse é um dos objetos que tenho um amor imenso, eu ganhei com cinco ou seis anos de idade dos meus pais de natal e lembro que escrevi a cartinha para o Papai Noel pedindo-a e realmente acreditei que foi ele que entregou.
Lembro de não ter gostado da cor e da imagem na tampa na época, mas foi a que minha mãe encontrou ou pode pagar...rs
Mas hoje eu acho que ela me representa profundamente, e isso só fez aumentar o amor que sinto por ela.
É um casal, em um campo em posição de benção e agradecimento, respeito e fé.
Amo a terra e embora more numa cidade grande minha alma anseia pela vastidão, pelo verde, pela tamanha benção que é a natureza nos dada por Deus.
A cor laranja, que amo, que é para mim energia, força e alegria de produzir.
Acho ela vintage, moderna, diferente, como sou.
Hoje se tivesse uma cheia de fluflus acho que não amaria tanto, como eu amo essa.
Ela ainda funciona perfeitamente, apesar dos seus mais de trinta anos (abafa o caso), infelizmente quebrei o vidrinho onde a bailarina dança e ele tinha um adesivo colado que fazia um efeito geográfico laranja, tive que colocar outro vidro e guardei um pedaço do quebrado para refazer o adesivo e assim fazer com que ela fique o mais original possível.
Tenho muito cuidado com ela, nem gosto que abram, toquem, etc.
Engraçado que minha sobrinha quando vem, também adora e quer mexer (sob minha supervisão..rs), quando perguntei pra ela um dia o que ela mais gostava aqui em casa, ela pensou um pouco e disse:
A caixinha de música..rs
Explico sempre para ela, que tomo cuidado com a caixinha, pois foi um presente dos meus pais e que não quero que a caixinha quebre e que um dia se ela quiser eu darei para ela...ela aguarda esse dia ansiosamente, e um dia darei, quando ela for uma menina moça e souber cuidar das coisas como eu cuidei.
Será uma das minhas heranças...rss

Onde:
A caixinha fica em cima da minha mesinha, no meu quarto, mesinha essa que me serve como penteadeira.

Para entender esse post e acompanhar todos os objetos é só clicar aqui:
http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/09/coisas-de-mim-parte-ii.html

Ou no marcador: Objetos que me representam...

domingo, 2 de setembro de 2012

Eu sempre falo das flores - Parte II

Gente,

Vocês sabem que eu amo as florzinhas aqui de casa e elas estão sempre uma belezura...

Não resisti e mesmo sendo de noite saí por aí clicando as fofas....

No Hall de entrada, tem três vasinhos, dois deram flor novamente....olha aí que lindas, engraçado que as flores desse vasinho são pequenas e delicadas como o vaso...elas se adaptam ao espaço que tem....


 Do lado do Hall tem uma porta de vidro que vai para o corredor que nos leva a cozinha e ao quintal, e estamos colocando esses vasinhos de fibra de coco que as orquideas amam, e pretendemos encher a parede toda que dá uns 10 metros...

Olha o detalhe dessa amarela...que linda:


A seguinte está na parede também, mais para a frente, perto da cozinha



Essas estão na lavanderia esperando os vasinhos serem comprados, serem colocados na parede para elas irem para lá, mas mesmo a lavanderia elas adoram:





Olha essa aí de baixo quantas bolinhas (flores) que vão florir....



Coisas de mim - Parte DOIS

Oi Gente,

Continuando a postagem dos objetos que são representativos para mim, como contei no post:

http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/08/coisas-de-mim.html

O objeto desta semana é esse avental de tricot feito pela minha bisavó BENEDITA.

Meus pais sempre moraram próximos e as famílias sempre foram amigas e vizinhas.

Esse avental tem aproximadamente 45 anos de vida, ele foi vendido pela minha bisavó para minha mãe que se apaixonou por ele, antes mesmo dela se apaixonar pelo meu pai..rs

Minha mãe o comprou para que ele fizesse parte de seu enxoval, que toda moça naquela época fazia.

Minha mãe e minha bisavó, na época apenas uma velhinha simpática e vizinha da minha mãe, sempre se deram muito bem, se gostavam, sem saber o que o futuro reservaria, infelizmente minha bisavó não viu com o corpo fisico minha mãe se casar com meu pai, mas tenho certeza que onde ela está ela deve ter vibrado muito pelo reencontro dessas duas almas.

Eu guardo ele com todo amor e carinho, lembrança de uma pessoa que é querida de todos que a conheceram.

Pra mim ele é o passado, as moças prendadas, o antiguinho, o careta que virou vintage, ele é as coisas que não se perdem o gosto.

Ele é eterno pra mim!!!


quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Cookies da perdição

Gente,

Estou de regiminho básico faz três semanas, com pausa apenas para o Piquenique, que não teve jeito e tive que comer as coisinhas gostosas né?

Mas ontem me pesei e pasmem não perdi nem 100 gramas, isso me desanima horrores, eu me sinto mais fina, as roupas confirmam, mas o peso na balança...

Já fiz até exames com a endócrino para ver se estava com algum problema, mas nada, tudo normal, sei lá, talvez seja a cortisona que tomo, que incha, não sei, só sei que estou desanimada..rs, mas continuarei a moderação, pois, estava comendo muito pão (que amo), e muito doce (que depois do transplante dá uma vontade louca..rs)...

E por falar em doce, lembra aquele cookies de corujinha que minha prima faz (ela aceita encomendas meu povo) que ela me mandou de presente no post: http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/03/corujices-que-amo.html

Então, como ela mora em Promissão no interior de SP e há essa pequena dificuldade em encomendar já que moro em SP (se bem que de vez em quando a minha tia, mãe da Fá, vem pra cá, e às vezes calha da encomenda dar certo), eu resolvi testar...

Ohhhh coisa boa essa viu....vejam como ficou bonitinho, não ficou perfeito como o da minha prima (que faz vários modelos cheinhos de detalhes e o todos dela são exatamente do mesmo tamanho e grossura..rss...já os meus cada um de um jeito..rss), mas até o meu ficou bom demais sô....rss...
Eu gostei bem mais no outro dia...acho que os ingredientes encorporam..rss

Agora de regime que não me faz perder quilos, mas afina, desanimada com isso, de TPM, é esse o docinho que tortura a minha mente gorduchita, ainda bem que no piquenique mesmo eles acabaram...afff.

Foto by Aninha Bijú




terça-feira, 28 de agosto de 2012

Saudades de mim

Estas últimas semanas eu tenho feito listas e cumprido a risca o que me proponho a fazer.
É essa nova fase em minha vida me colocando nos eixos novamente.
Me empurrando para entrar na roda da vida de novo, e que eu saiba rodar sem ficar tonta.
Então, hoje na minha lista, na região que eu ia, estava a última passadinha pelo Hospital Alvorada Moema onde eu passei seis meses da minha vida, entre coma, internações, exames, diálise e afins.
Fui lá distribuir os últimos exemplares do meu livrinho.
Sim tinha que ser lá!
Onde tudo começou, é onde tudo acaba, nessa roda da vida, que gira e nos deixa tontos, sem perceber o que está lá fora, e esse perigo todos nós corremos, não importa o quanto evoluído estejamos.
Em quanto houver a roda da vida, corremos o risco de só olhar pra dentro, de se deixar iludir, de correr, correr, e não sentir.
Entrei na sala de espera da UTI, e muitas cabeças baixas, muitos olhos vermelhos, muitos olhares perdidos, muito medo, muita realidade, ali naquela sala a roda não gira, ela está parada para aqueles que estão lá dentro e também para quem está lá fora.
Eu quis tirar foto, mas achei desrespeitoso com aquela energia que essa sala emana, por que, não seria possível explicar que não era uma foto para ser colocada no facebook ou mostrada ao acaso, não essa foto seria para eu sempre me lembrar de que um dia eu estava lá dentro, mas agora eu estou aqui fora, pronta para tentar de novo, para não permitir que a roda da vida gire descompassadamente, esmagando sonhos, aprendizados, o que realmente importa.
Eu preciso de um lar, de comida, de ir e vir, de remédios, eu preciso de dinheiro para comprar as coisas, porém, eu preciso muito mais de alegria, de ser feliz, e essas coisas não são a que me trazem felicidade, elas me trazem uma psedo segurança, uma alivio, mas não felicidade.
Confesso que ao sair da sala, depois de ter distribuído meus livrinhos, eu chorei de soluçar, num adeus doloroso, não só de toda história, mas de tudo que eu era e que eu não sou mais.
Me recompus, segui para minha casa, com esse nó no peito!
Esse nó que só eu entendo!
E a torcida por cada um dos rostos tristonhos a quem presenteei hoje.
Que alguém lá de dentro, possa também um dia estar lá fora, como eu estive hoje.
E que um dia esse nó que sinto seja desfeito!
Acabou o livrinho, acabou a história, acabou quem eu era.

domingo, 26 de agosto de 2012

Vamos celebrar

E o Piquenique de comemoração dos meus sete novos aninhos de vida aconteceu ontem no Parque Villa Lobos.
O parque é bem mais bacana, na minha opinião para piqueniques que o Ibira, e mais fácil de estacionar para todos.
Lá tem um espaço reservado para Piquenique (15), o banheiro é mais ou menos perto e tem muitos bebedouros por perto também.
Aprovado!
O que foi aprovado foi o carinho e a presença dos meus amigos queridos e familiares:


O dia estava lindo, sol, sombrinha das arvores, muita coisa gostosa, muitas risadas, papos em dia, comemoração e brincadeiras.
Brindamos a vida, a amizade e a oportunidade de recomeçar:

A criança brincou de pintar (levei lápis de cor e desenhos), de boneca e bola, cavalinho no coitado de meu pai, apresentamos Julinha para o Daninho..rs, Tia Lelê e mãe da Cacá manteve a filha e a minha sobrinha nas brincadeiras, jogaram bola, inventaram brincadeiras, jogaram meu pai ao chão, pega pega, e até a Pri (passarinho) fez a festa da criançada.











Minha sobrinha quando chegou em casa não tinha nem forças para jantar.
Fizemos uma rifa de uma Pepa (ainda tem números se alguém quiser comprar..rs)


E toda a renda vai ser revertida para a compra de uma máquina de costura para uma mãe do ICRIM, história que dividi aqui neste post: http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2011/11/sonhos-feitos-mao-ou-na-maquina-de.html
E agradeço demais a Pepa do blog: http://www.otachodapepa.com/
que fez essa belaformosura, os detalhes são incríveis, como podem ver a Angelita (dei esse nome para ela) fez seu próprio piquenique e fez nosso piquenique mais belo e muito mais CARIDOSO!
Enfim....o mês de agosto está terminando cheinho de novidades em minha vida, uma etapa está se iniciando, e peço a Deus força e discernimento para conduzi-la no caminho da retidão, e que eu tenha sempre motivos de comemorar estar viva e que eu sempre me lembre do que tem valor pra mim.
Que eu seja leve, que eu leve a vida leve..rs
Como no ano passado tivemos a presença de uma gravidinha e ano que vem vai ter mais um bebezinho tomando solzinho conosco.
Ahhhh as gostosuras estão cada ano mais gostosas...isso é possível? Fiz cup cake de coco molhadinho coberto com brigadeiro e coco ralado fresco, tortinha de atum, cup cake salgado de calabresa, pop cake, e cookies.
Não tirei foto de cada prato, mas a Mara levou os deliciosos salduiches com peito de peru, queijo, requeijão no pãozinho fresquinho com gergelim...hummm....a Alê levou uma torta deliciosa que fez sucesso, o sanduba natural da Raquel acabou rapidinho, o bolo cremoso de fubá da Mari, um bolo de chocolate que a Dê levou a criançada amou e repetiu, além de pãozinhos de queijo, frisante branco e rosé, e os doces que nos relembraram a infância e que a criançada de hoje se deliciou, como DipLik, paçoquinha amor, guardachuvinha, e pipoca rosa...rss...levados pela minha querida Aninha Bijú...rs.
Espero não ter esquecido do prato de ninguém..rss




É isso, vamos celebrar sempre, estar presente na vida daqueles que amamos sempre, dividir, somar, ajudar, compartilhar, se divertir, que essa vida é para ser CELEBRADA!