domingo, 3 de junho de 2012

Será que há céu no céu.

Hoje pela manhã fui ao Centro, ouvir a palestra que sempre traz muitos aprendizados.
Dentre tantas mensagens, uma que me chamou a atenção foi a seguinte:
"Não dá para pensar em paz mundial quando não conseguirmos ter paz em nosso próprio lar".
(minha palavras e interpretação...rs).
E realmente, essa frase chamou minha atenção, e ao mesmo tempo me deixou embaraçada, se não conseguimos aceitar aqueles que são próximos de nós, como são, amá-los incondicionalmente, como vamos conseguir amar o nosso vizinho, a nossa rua, o nosso bairro, estado, país, planeta.
Simples, mas nem sempre a gente para para pensar e daí basta uma frase para desencadear um sentimento devastador dentro da gente.
Uma vontade maluca de ser melhor, de sentir melhor, de tratar as pessoas melhor, principalmente aqueles que dividem essa vida conosco.
Bom essa foi a minha lição hoje.
Que martela em mim, e que durará algum tempo e depois vou precisar alimentar novamente minha alma, meu coração com um novo ensinamento, é pra isso que serve os rituais evangelizadores, para plantarem sementinhas em nós de tempos em tempos, para que possamos assim como nosso corpos, alimentar nossa alma e quem sabe um dia sermos evoluídos e perfeitos.

2 comentários:

  1. Show, essas palavras me serviram como luvas! Bjs, Claudinha.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É a Claú ou minha prima Claudinha??? Rsss...e agora.
      Não Claudinha...a gente sabe que tem que fazer a nossa parte, mas nunca tinha parado para pensar que em quanto eu não for capaz de aceitar os mais próximos de mim como são, como vou amar os de fora???
      Difícil...
      É na casa da gente que a gente começa a ser bom...
      #ficaadica# pra mim, pra você, para todos nós..
      Beijos.

      Excluir