sexta-feira, 20 de abril de 2012

Pop Cake.


E meu bolo ficou assim, com estrelas, brilho e corações, tudo vivendo em perfeita harmonia...rs
Eu fiz um bolo desses prontos, de caixinha, saquinho, segui as instruções do fabricante.
Depois esfarelei o bolo com as minhas próprias e limpas mãos.
Acrescentei leite condensado para dar uma molhadinha e dar uma consistência para se fazer bolinhas (isso é bem difícil para mim, ou coloco a mais ou a menos...ohhhh drama!). Na receita estava doce de leite, mas quis fazer minha versão de Pop Cake Prestigio..rss (bolo de coco+leite condensado+chocolate).
Fiz bolinhas.
Coloquei na geladeira para gelar (sou desesperada e não tenho paciência com as etapas, mas percebi que se tivesse deixado mais teria sido melhor, deixei 20 minutos, mas quanto mais você deixar, mais durinho ficará a bolinha para passar no chocolate, eu faço e quero já comer na mesma hora entende..rss).
Em quanto as bolinhas gelam, você derrete o chocolate (esse é outro problema que tenho, o meu fica sempre grosso, acho que tem essa coisa de temperar o chocolate, eu só coloco no microondas por 30 segundos, tiro e mexo até amolecer, se necessário coloco mais alguns minutos e assim vou).
* algo que pensei agora, acho que para ficar mais fino o chocolate eu podia ter colocado um pouco de creme de leite, enfim, sou novata na cozinha, vou testando e aprendendo.
Passa as bolinhas no chocolate enfia o pauzinho (esses são espeto de churrasco cortados ao meio). Com cuidado para não atravessar o bolinho viu Déa..rss
Passa no confeito que desejar (esses eram restos que tinha aqui em casa).
E coloca na geladeira de novo.
E está pronto seu bolo de aniversário meu amor!

03 Anos de transplante.

Dia 20 de abril de 2009 a essa hora eu estava no CTI me recuperando do Transplante.
Fiquei lá 24hs sem sentir nada, sem pensar em nada, inconsciente, quando acordei chorei.
Sem nem saber ao certo por que chorava.
Me senti só, com medo e apreensiva.
Medo que aumentou quando um tiquinho de consciência eu não vi minha Tia.
Não vou ocupar o espaço, o tempo, vocês, repetindo tudo de novo.
Só quero dizer obrigada a minha Tia, a Deus, e a todos que de muitas formas me ajudaram a ser quem sou hoje.
Parabéns para mim, para minha Tia, para os médicos, para o Dr. Medina, Dra. Lúcia, parabéns para nós nesta data querida, muitas felicidades, muitos outros anos de vida.

E hoje tem bolo tem sim senhor.

quarta-feira, 18 de abril de 2012

O que você tem feito pela água do nosso planeta?

De uma hora para outra, sem grandes mudanças de rotina, a não ser de que estamos eu e minha mãe em casa agora, a conta de água triplicou.
Óbvio que achamos que era vazamento, fomos na SABESP, e conversa vai conversa vem descobrimos muitas dicas importantes não só para economizar financeiramente, mas para que não haja disperdi cio de água, tão rara em breve no nosso planeta.
Também foi agendada uma visita do técnico gratuita para checar se havia vazamentos.
Sei que a maioria mora em aptos, mas não custa ver se as dicas que vou dar podem ser incorporadas a sua vida.
Saiba que há uma tabela de uso e que quando ultrapassamos os metros cúbicos da tabela é utilizado uma base de calculo, por isso, muitas vezes a conta sobe muito, por que, passamos na tabela o metros cúbicos que faziam com que a conta ficasse nesse patamar.
Hoje li em algum lugar que daqui 10 anos a plantação de Cacau não será suficiente? Oi...e como ficará o nosso vício?
Vai ter o Chocólatras Anônimos...
Mas brincadeiras à parte, a falta de água é muito mais séria, se pensarmos que há ainda nos dias atuais várias família sem água potável e que daqui uns anos não a terão por falta mesmo, não incompetência do estado.
Bom uma das dicas que estamos adquirindo aqui em casa é: como nosso relógio que contabiliza a água usada é digital ultimamente, quando abrimos uma torneira rapidamente, ele gira muito rápido, contabilizando uma quantidade de água usada que não condiz algumas vezes com o que usamos realmente.
Tem algumas torneiras aqui de casa escandalosas, por isso, depois dessa dicas estamos abrindo lentamente, quanto vou lavar às mãos (toda hora=transplantada=imunidade baixa) eu já passo o sabão ensaboo, e abro devagarzinho e já vou enxaguando.
Na hora de escovar os dentes, por mais que eu soubesse, não conseguia não deixar a torneira aberta desnecessário, agora é escova e na hora de enxaguar liga enche a boca, fecha, cospe, liga de novo (devagar..rss), enche a boca, fecha...e assim por diante.
Fora diminuir a quantidade de tempo do banho, as descargas desnecessárias, abrir a torneira devagar, não lavar quintal, garagem, corredores com água da mangueira, mas jogar um bande de água da roupa que lavamos e que vai para o ralo da máquina de lavar, e só ligar a mangueira para enxaguar rapidamente.
Prestar a atenção na hora de dar descarga não apertar com força e manter o botão apertado tempo a mais.
Estamos economizando também na hora que lavamos a salada, verduras, enchemos aquelas tigelas grandes para deixar de molho e depois são três ou quatro tigelas de água limpa para enxaguar que iam para o ralo e agora são imediatamente usadas para aguar as plantas.
Os copos de água que subimos de noite caso sentamos sede e que não são bebidos de noite (preciso de uma moringuinha.rss) também são usados para aguar as floreiras do meu quarto e da varanda.
Enfim...com atenção a esses detalhezinhos pequenos a conta aqui baixou para menos do que pagávamos antes da conta nos dar susto e sem deixarmos de usar a água necessária para nosso conforto.
Fica a dica!
Prestem atenção, com mudanças pequenas não só seu bolso agradece, mas o planeta.

terça-feira, 17 de abril de 2012

Seguindo as estações.

As meninas do Site Gordelicias fizeram um post falando sobre as frutas, legumes e verduras da estação, vale a visita:
http://gordelicias.biz/index.php/2012/04/16/qual-a-fruta-legume-e-verdura-da-estacao/?utm_source=feedburner&utm_medium=email&utm_campaign=Feed%3A+gordelicias+%28Gordel%C3%ADcias%29

Como eu também sou preocupada com isso, achei pertinente colar o link aqui para que eu e você possamos pesquisar quando é afinal a melhor época para fazer o Cup Cake de morango..rss

http://comida.ig.com.br/comidas/produtos-da-estacao/n1237744466690.html

domingo, 15 de abril de 2012

Filmes do final de semana.

Vi dois romances que achei bem bacana e quero dividir com vocês:

Para Sempre


É baseado numa história verídica de uma moça que sofre um acidente e perde a memória para as coisas recentes.
Para ela ela ainda é noiva, mora com os pais, faz faculdade de direito e leva uma vida de patricinha numa alta roda social.
Mas a verdade é que ela é casada não com o seu noivo, saiu da casa dos pais, abandonou a faculdade de direito e se tornou artista plástica, tem muitos amigos, digamos mais alternativos, enfim, uma vida totalmente diferente do que eu vou chamar de a OUTRA VIDA.
Me identifiquei demais, não só pela perda de memória (eu me lembro sim das coisas que vivi antes de ficar doente, porém, é como se fizessem parte de uma outra vida, da vida de alguém, não da minha, e tem muitas coisas que eu não me lembro).
É muito bacana ver e imaginar a dor de ser esquecido na vida de alguém, o marido não pode tocá-la, ele é um completo desconhecido, os amigos, todas as histórias que eles viveram juntos.
Ela lembra da outra vida até um ponto, um ponto bacana, sem os dramas que ela viveu com aquelas pessoas depois, interessante notar que eles tem a chance de aparar as arestas, como eu espirita que sou acredito que Deus faz com a gente, apagando todas as nossas memórias das nossas outras vidas, a casa onde moramos, os nossos pais, os amigos, enfim, todos são a nossa nova chance de recomeçar de onde paramos sem mágoas ou lembranças.
Já a vida que ela tinha da qual ela se esqueceu é dolorido para quem ficou, para quem ela não lembra mais a importância que teve em sua vida.
Imagina você se esquecer de tantas histórias, de amores, e amigos, que compartilharam alegrias e tristezas com você.
O filme vale muito a pena, principalmente, por que, o final poderia ser romantizado, mas não foi, ele é bem real, e deixa a mensagem que ninguém foge do seu destino, mas é preciso estar atento, guiar nosso livre arbítrio, pois, uma parte é predestinado, mas outra é aquilo que escolhemos e construímos, e a linha entre um e outro é tênue demais.
Você tem que fazer escolhas e pagar o preço por elas, agir, senão nunca saberá a qual futuro você pertence.
De alguma forma, todos nós fazemos todos os dias isso, tentamos descobrir quem somos, para onde vamos, e de onde viemos e para isso precisamos agir.

O noivo da minha melhor amiga.


Este é o velho conto da amiga quietinha, tímida, que faz tudo pelos outros e que acredita que ela não mereça um príncipe (oi está falando comigo? rss), uma pessoa com a auto-estima com certeza desfigurada..rss.
Ela é apaixonada pelo homem que conheceu na faculdade, mas sua amiga, mais atirada, mais sedutora (a mulher fatal sabem? rss essa história é tão comum..rrs) o conquista.
Bom o filme também vale a pena e eu adoro analisar os comportamentos humanos.
As coisas que não são ditas, os medos, as vergonhas, os descompassos que deixamos...
Muitas vezes deixamos a vida nos levar, por que, é cômodo, seguro, mas com isso perdemos a chance de nos aventurar, quebrar muito a cara, mas tentar.
Por que temos a mania de nos diminuirmos, por que, achamos que alguém assim não combina com a gente assado (?).
No filme também pesa a questão fidelidade e sermos melhores amigas de alguém, e o quanto não somos nossas próprias melhores amigas (!?).
Eu nunca me desentendi com minhas melhores amigas por homens, mas amei e me identifiquei demais com a parte em que a que vai se casar diz para o outra que ninguém a conhece como a amiga e mais que ninguém a aceita como ela é. Eu realmente amo ter melhores amigas desde que nasci, são mais de trinta anos de amizades, elas são as testemunhas do que eu sou e é maravilhoso ter pessoas assim em nossas vidas.
Muita coisa precisa ser dita e mais ainda muita coisa precisa ser pensada, refletida, por que, a vida pode sim nos levar para caminhos cômodos, porém, nem sempre o escolhido por nós.
Pensem nisso e assistam o filme.


Mocinhos menos sensíveis não vão curtir esses dois filmes e na verdade o que me agrada não só nos romances, mas em todos os filmes é a oportunidade de observar o comportamento humano, me identificar com eles, ser a mocinha ou a bandida, ser a pessoa humana que somos que erra e acerta, comandar o meu destino e me deixar acomodar, ir em frente ou desistir como todos nós.

Enjoy!!!

O que você faz estará sempre contigo.

É tão bacana a gente se ver pelo olhar alheio.
De repente, estamos sentados, e do nada, alguém conta algo que você fez com os olhos marejados, e você percebe que suas atitudes tocaram, ressoaram, foram eternizadas.
Sempre quando isso acontece são coisas que fazemos sem pensar, são pequenas atitudes que surgem do nosso coração, que se junta com o amor que sentimos pela vida e o desejo caridoso de transformar esse amor em algo tangente.
Adoro quando me contam essas coisas.
Adoro quando me vejo tão bonita aos olhos de alguém.
Hoje foi o dia do meu pai me contar algo assim, que ele nunca irá se esquecer.
Já houve o dia da Flávia Renata.
Já houve dia de um abraço ser o contador dessa história
Já teve dias em que Deus te abençoe foram os portadores dessa energia que aquece nossos corações, que nos tornam por alguns momentos anjos.
Que todos nós tenhamos essa energia guardada dentro de nós por toda a nossa vida e que possamos lá na frente nos lembrar desses momentos e assim recarregar nossa alma com o mais puro sentimento de AMOR!

quarta-feira, 11 de abril de 2012

Frases inocentes, automobilísticas e de outros planos.

Faz muito tempo...não sei se contei essa.
Estávamos eu e Rafa no carro quando passamos na frente da concessionária onde meu carro novo ia chegar...Rafa era pequenininho.
Eu em recém recuperação.
Mostrei para ele o lugar e disse que dali uns dias eu ia vir buscar o carro novo ali.
Ele perguntou onde o carro estava?
Eu disse na fábrica, onde fazem o carro, onde montam, e que quando tivesse pronto viria (passou uma cegonheira) num caminhão igual a esses e eu viria retirar o carro.
Daí ele em sua sabedoria infantil, falou:
- E a gente titi (ele me chamava assim), onde é a nossa fábrica?
Eu embaraçada olhei para o céu.
Ele completou:
- A gente fica lá na fábrica de Deus, lá no céu, é sério, eu sei, a gente fica lá e depois o papai e a mamãe recebem a gente!
E ficamos eu e ele divagando sobre como seria essa fábrica....
(é Rafa e quando estamos prontos para percorrer o asfalto duro, a grama ou o barro que nos faz deslizar, quando alguém nos compra, aceita, escolhe, a gente vem, acelera, para, liga a ventoinha, dá ré, acelera, breca, canta os pneus, anda na marcha lenta, troca os pneus quando estão gastos, muda de dono  - quando casa - troca as peças, vai ficando velhinho, até que o tempo a corrosão faz com que vamos para o ferro velho, lá somos desmontados, mas sempre, em algum lugar há o nosso dono, que lembra da gente com carinho, e tem ainda uns modelos, especiais, que são adorados, reformados, e quando eles são a perfeição da evolução daquele modelo, são imortalizados, mas a maioria, há a maioria, é OFF ROAD!!!)

domingo, 8 de abril de 2012

Receita Ovo de páscoa recheado de travessa.

Gente fizemos esse doce de sobremesa para hoje (Páscoa), o veredicto é que o danado é doceeeeee demais para o meu gosto.
É gostoso, mas sugiro fazer quando tiver bastante gente em casa, por que, também rende bastante.
Aí acho que prefiro a Torta Alasca..rss.
Mas é gostoso e a criançada adora um doce mais do doce..rss
Vi a receita no Face de uma amiga, e tem em vários sites, a foto foi retirada do www.guiadacozinha.com.br

Feliz Páscoa para todos.
Que seja um dia de renascimento para todos nós.
Um dia doce na medida certa..rs



Ovo de páscoa recheado de travessa

Ingredientes
3 latas de leite condensado
2 colheres (sopa) de maisena
2 latas de leite (use a lata de leite condensado vazia para medir)
6 gemas
1/2 colher (sopa) de essência de baunilha
400g de creme de leite
2 xícaras (chá) de chocolate meio amargo picado
1/2 xícara (chá) de castanha de caju picada
2 xícaras (chá) de chocolate ao leite picado
Modo de preparo
Em uma panela, coloque o leite condensado, a maisena dissolvida no leite, as gemas e leve ao fogo médio, mexendo até engrossar. Desligue e acrescente a essência de baunilha. Espere esfriar e misture o creme de leite. Separe 1/3 da mistura e reserve. No creme restante, misture o chocolate amargo derretido. Em um refratário médio, coloque metade do creme de chocolate no fundo. Leve ao congelador por 15 minutos, retire e cubra com o creme branco. Distribua a castanha de caju, volte mais 10 minutos ao congelador e cubra com o creme de chocolate restante. Derreta o chocolate ao leite e espalhe sobre o creme. Leve à geladeira por 2 horas antes de servir.
Rendimento: 8/porções
Tempo: 50min (+25min de congelador) (+2h de geladeira)
Dificuldade: fácil
Culinarista: DENISE BOLOGNA AMANTINI/Colaborador
Foto: André Fortes/Colaborador
 —

sábado, 7 de abril de 2012

Espelho...espelho meu há páscoa mais florida que a minha?

Páscoa é dia de família em volta da mesa, de agradecermos a vida, e de repensarmos tudo que andamos fazendo de bom e de mal em nossas vidas.
Atenção especial para o que a gente anda plantando.
Nós aqui de casa andamos plantando isso e muito mais..rss:
Essa é um replante que dividimos em três vasos de uma orquídea linda que ganhei da Lidia, Janete, Cris e Roger quando fiz o transplante, há três anos que ela não dava flores, estava apertada no vaso da floricultura, mas foi a gente replantar, dividir as mudas que ela tá assim pronta para florir.

Essas são da lavanderia, a rosa que mostrei em outro post morreu e uma nova nasceu...e a branca continua firme e forte.


Essas são da parede do corredor, mostrei a muda da amarela nascendo, mas aí a rosa também nasceu e mais, está dando outro broto em baixo.



Essa é a minha orquidea com cheiro de chocolate que havia morrido e essas são flores novinhas em folha, na ponta vc pode notar que tem uma que ainda nem abriu...coisa linda e cheirosa


Páscoa é também dia de dividir alegrias com aqueles que mais amamos, é dia de ser Titia e ir ver Branca de Neve no cinema com sua trupe, com seus companheiros de cinema, diversão e farra.
Adorei o filme, embora eu esperasse mais.
Achei uma boa comédia, me fez rir.
O figurino arrasou.
Julia Roberts convence mais como uma desesperada rainha atrás de um marido do que a rainha má, mas está valendo para a nova versão.
A princesa é fofa, linda e fez seu papel. (detalhe a sobrancelha dela é igual a minha e da minha família, inclusive da minha sobrinha...ela disse que não era não por que a dela é continua, tem no meio, mas expliquei que é sim, mas que a princesa já é moça e tira..rsss, e que um dia ela também vai tirar a monocelha..rs).
Os sete anões são um charme, Delicious! A parte mais meiga e ao mesmo tempo atual do filme, anões, ladrões, com defeitos e qualidades.
Bom o príncipe é o príncipe marionete das mulheres que ama.
Boa comédia, bom passa tempo na companhia das crianças e da família.
Gosto de páscoa, de infância, de ingenuidade.


Uma páscoa florida para todos nós.











terça-feira, 3 de abril de 2012

Embú das Artes.

As coisas aqui no meu mundo continuando fluindo, porém, sem grandes causos para contar pra vocês!
Amanhã vou no Embú, ver se encontro um móvel espécie balcão para guardar as caixas laranjas com muitas fotos e coisas de escritório, como papel de presente, laços, etc, que ficará no escritório/quartinho.
Numa mudança radical aqui em ter o máximo possível de armários, cômodas, etc, fechadas, onde as bagunças não aparecem..rss.
Espero tirar algumas fotos das bonitezas que tem por lá para mostrar para vocês e espero que eu encontre o que procuro.
Quem nunca foi à cidade fica a dica de um passeio maravilhoso, eu e minha família íamos muito passear por lá na década de 80, com minha avós, tios e toda a família numa excursão deliciosa que durava o dia todo.
Na foto, Tia Edna no fundo, Marido dela com picolé, Vó Dete (de coração) e de lado  minha avó paterna Vó Cida. acho que a mocinha de camiseta verde e branca é minha prima Cris (eu acho pelo cabelo), essas crianças em volta são primos, agora quem é quem..rsss, e no meio da foto a Bisteca nossa cachorrinha amada que nos acompanhou em toda nossa infância.
Saudades!
Íamos, comíamos e voltávamos para a casa batucando na perua do meu Tio Divino: saudosa maloca, maloca querida..rss.
A cidade pra mim tem cheiro, cor, e sentimentos de infância deliciosa, infância curtida em família, com muitos primos, tios e agregados.