domingo, 29 de setembro de 2013

Frases inocentes e convencidas

Hoje almoçando na casa do meu irmão, minha sobrinha solta essa:

_ Eu perguntei assim pro Giovanni (amigo do Rafa, irmão da Bia).

_ Giovanni você gosta de mim como namorada?

_  Hummmm...é tá gosto Bia!

Rsss

Essa é direta, chama na chincha...rs

E ainda acrescentou: Acho que foi ele que me mandou uma carta QUE SÓ DIZIA ASSIM: Bianca eu te amo!.

Essa se acha (e pode) a coisa mais fofa e linda.



Já o Rafa quando falamos se ele queria que eu fizesse biscoitos para ele dar de presente para seus professores (já que ele não é mais criança) soltou essa:

_ Se a minha titia fizer 9 e mais 1 para o meu amigo! Rss.


A história da Bia me fez lembrar que quanto era pequena eu fiz uma cartinha (a saidinha era eu...rs), pra algum paquerinha, com o batido:

Você quer namorar comigo e os quadradinhos do sim e do não.

Meu pai achou e me chamou para uma conversa, que mora no meu coração até hoje.

Ele disse que eu era muito pequena ainda para pensar nessas coisas, que dando essa cartinha para o menino em questão corria o risco de rirem de mim, mas que um dia eu gostaria de alguém e esse alguém também gostaria de mim, e que essa pessoa ia amar receber cartinhas como essa, que eu me casaria, teria filhos e que meu pai estaria sempre ao meu lado para ouvir qualquer coisa que eu precisasse contar, e que havia a hora para eu namorar, mas que a hora não era agora.

Achei fofo o meu pai conversar comigo daquela forma, esclarecer as coisas, ser meu pai, e acima de tudo ser meu amigo.
Sempre lembro desse episódio.
Se não me engano ele guardou a cartinha com ele, como recordação...rs...e quanto ao paquera, nem lembro quem era, e a carta nunca chegou às mãos dele...rs, lembro que a paquerinha perdeu sentido depois da conversa com o meu pai...rs.

Todas as histórias sobre meus sobrinhos você encontra no marcado: Sobrinhos.

12 comentários:

  1. Delicinha de histórias de sobrinhos e suas!
    Pais são sempre anjos!!
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsss...obrigada linda.
      Pais são mesmo...a maioria...os nossos...ainda bem.
      Beijos.

      Excluir
  2. As coisas mudam, né? Mas aindas são românticas, de uma maneira ou de outra.
    Boa semana.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jô,
      Acho que os tempos são outros,mas o amor de verdade sempre vai ser igual...
      Beijocas.

      Excluir
  3. Eu sempre fui a tímida. Nunca que eu perguntaria tão diretamente assim... hahaha!
    E que delicadeza a do seu pai. É muito carinho mesmo!
    Bjks
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Own...Cici....rssssss
      Eu era danadinha....
      Foi um fofo mesmo, guardo essa história com carinho no coração, tinha uns 9 anos.
      Beijocas.

      Excluir
  4. É muito linda essa descoberta de sentimentos! Muito linda, também, a orientação de seu pai. Obrigada por compartilhar.

    Beijos,

    Eneida

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Fofonilda,
      Realmente...ter namorado....é e era o must...rs
      Realmente desta vez meu pai atrapalhado acertou.
      Beijocas.

      Excluir
  5. Olá Déa!!!

    Como é gostoso recordar essas coisas que nos marcaram e fizeram diferença nas nossas vidas!!!

    bjks

    Sonia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soninha e não é....adoro.
      Beijos meninota

      Excluir
  6. Olá Déa,
    Tudo bem?
    Já passou lá no meu cantinho hoje?
    Então, você foi a sorteada da bonequinha, me responde o email com o seu endereço.
    Beijos
    http://www.meucantinhos.blogspot.com.br/2013/10/resultado-do-sorteio.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jack,
      Fui lá querida...obrigada.
      Fiz post...recebi...
      Tudo lindo.

      Excluir