sábado, 12 de janeiro de 2013

Quando alguém te chamar...vai...quando alguém te contar...escuta!

Hoje estava aqui no computador sem pensar na vida, sem pensar em nada.

E de repente, eu olhei o relógio, ele piscou pra mim e saí correndo, vesti uma calça e fui com a blusa rasgada, correndo para o compromisso de beleza que eu tinha.

Eu sabia que o pai dessa pessoa havia falecido a pouco tempo, pois, vinha acompanhando toda semana ela me contar e indagar coisas, afinal, todos tem curiosidade sobre o coma, e mesmo que diga com as melhoras palavras e tente explicar como é, sempre acabo com a sensação de que ninguém entende nada do que eu digo.

Mas eu tento, conto, explico o que eu acho que aquela passagem significa, digo que não senti dor (sinto que isso alivia quem passa por essa situação familiar com algum ente querido que está em coma), e divago tenho certeza em explicações que não tem explicação.

Mas isso não importa muito, as palavras, mas sim o que o coração da gente capta de energia, e todas as vezes, todas as vezes que converso com alguém sobre essas coisas espirituais eu peço a Deus para colocar em minha boca as palavras certeiras, muitas vezes me sinto em transe, diferente, e sinto que não estou falando com as minhas palavras, sinto que não estou no comando e deixo essa sensação me arrebatar.

Bom converso muito com minha colega, escuto (também peço a Deus para escutar mais do que falar), dou minha informações pra ela, sobre o que a médica lhe disse, tento apaziguar seu sentimento de enganação, de por que a médica não disse que ele iria partir (ela não poderia dizer isso, já que a nossa hora quem dá é Deus e quem tirar também). Tento explicar termos médicos, condutas médicas, procedimentos médicos, mostro meu pé, minhas marcas, conto coisas que nunca contei pra ninguém que só eu e minha sabemos, falo sobre traumas, tempo de recuperação, superação e coisas que ainda não superei, falo sobre cadeira de rodas, falta de movimentos, não conseguir respirar, e tantas outras coisas...e escuto com o coração, numa paciência que antes não teria.

Mas o melhor ainda estava por vir.

Ela me conta depois da gente conversar por mais de uma hora (nisso minha beleza já estava pronta fazia horas..rss), que na noite anterior ela sonhou com o pai, me conta o sonho e eu o interpreto pra ela.

Nesse momento eu percebo que ao olhar no relógio, quase esquecendo de novo do meu compromisso de beleza, que foi Deus que me mandou lá, era preciso que alguém com uma vivência totalmente contrária daquela que ela acredita, com uma religião que interpreta totalmente diferente todas essas passagens, fosse lá hoje para apenas conversar com ela, para ouvir, para falar sobre milagres e partidas, sobre recados que nos são dados pela alma, para talvez fazer com ela veja e possa dividir coisas que sentiu sem explicações lógicas para ela para alguém que acredita em coisas que não podemos provar, em sonhos.

Voltei para casa exausta fisicamente, como se tivesse demandado uma energia enorme, mas voltei pensativa, aprendiz de vida, de tolerância, de compaixão pelas dores alheias, de ter escutado, ouvido com o coração e de espero eu: que eu, minhas experiências, minhas palavras de compreensão e ensinamentos, de testemunho tenham servido para apaziguar essa dor, essa saudade que a gente sente de quem parte e deixa a gente nessa certeza duvidosa de um reencontro numa nova vida.

Ela me disse Obrigada e que era muito bom conversar comigo.

Obrigada meu Deus por ter, por meio das dores que tive na vida, me transformado em quem sou hoje, apesar dos milhares de defeitos que ainda tenho sou feliz pelas qualidades que adquiri.


Sem titulo

Eu já estive várias vezes na fundo de muitos poços

Mas foi lá que descobri que todos eles tem mola...

Assim como águas passadas não juntam nem poça

E foi assim que subi e segui em frente apesar de toda lama, de toda sujeira, de toda dor e esforço...

Eu sigo em frente!

Ardendo é verdade...

Sem tempo de curar as feridas.

Mas vou de cabeça erguida, muitas vezes recuperando meu ar, que não desce mais naturalmente, e mesmo que eu me arraste, que eu não caminhe, que eu queira voltar.

Voltar não é opção.

Ceder não é opção.

parar ou cair fazem parte.

Sorrir ou chorar é a escolha da gente

Tomar a vida, a sua vida em suas mãos todos terão que fazer em algum momento.

Você escolhe o momento de acordar, assimilar, melhorar e como eu já disse seguir em frente.

O fim...sinto...ou desinto....em dizer....não existe....

Você muda de condição...mas não para nunca.

E eu repito...o fim não existe!

Se ele existisse o poço não teria mola e as águas passadas voltariam.

Não adianta rezar se não souber o que pedir!

Ainda no Paraná...vocês viram que as risadas sempre rendem por lá....

É que os papos são animados, muitas mulheres, muito amor, muita empolgação..rss

Minha avó (que estava terrível desta vez, vocês estão vendo, tenho a quem puxar muito...)

Diz:

Eu rezei tanto pra Deus me mandar uma coisa boa....queria tanto que o Nenê (meu tio Jairo que chamamos de Nenê) viesse e veio a Dila (minha mãe)!

Morremos de rir....até chorar.

Daí minha mãe, calejada da vida e sábia em sua simplicidade e meiguice solta essa:

Mãe você tem que saber pedir direitinho para Deus, senão, ele manda as coisas erradas, você falou pra ele que queria o Nenê, mas não falou que era o seu Nenê, daí Deus te mandou o Nenê da Janda (Meu primo Edivaldo...aquele Coisa gostosa do post anterior...rsss...que também chamamos de Nenê...rss).

Olha gente quando forem pedir uma coisa pra Deus peçam direito, expliquem direitinho para depois não reclamarem que a coisa boa que veio não era tão boa assim....

As coisas gostosas da vida da gente.

No Paraná com a figurete da minha vozinha de 89 anos.

Estamos todos na cozinha da minha prima trocando receitas, papeando, estão minhas duas tias, irmãs da minha mãe, a mais velha, e mais nova que a minha mãe, só faltou a caçula.

(Aliás prima fiz "A" mousse hoje, tive que experimentar antes de dar para alguém no almoço amanhã e um dos meus amigos morrer, são todos advogados ia ser processada...rss, ficou uma delícia).

Papo vem, papo vai....anota a receita aqui...come a mousse ali....

Minha vó dessa vez esteve super animadinha para passear com a gente, fiquei até preocupada, por que, ela nunca quer ir em lugar algum e dessa vez ela soltou essa:

Onde vocês forem eu vou! Rsss

E nisso fomos no asilo, na casa da minha prima Karla, na casa da Tia Janete, na casa da minha outra prima Marilsa, na casa da Tia Janira, na casa da Karla de novo, no ano novo....)

Bom meu primo entra na cozinha e minha vó toda animada, como se tivesse visto algum galã de novela, solta essa:

- Ohhhh coisa gostosa vem me dar um beijo!!!

Agarra ele pelo rosto com as duas mãos e beija ele estralado...rss

Eu levanto as sobrancelhas nas caretas que só eu sei fazer, chocada com a empolgação da minha avó.

Meu primo olha pra mim e diz:

- Olha a netinha com com ciúmes.

Indago que não estou com ciúmes nada, que ela ama os dois netos (ele e meu irmão) afinal são os dois únicos homens numa safra de 9 (nove) netas mulheres...rss

Quando ele saí da cozinha minha avó vira para minha mãe que está do lado dela e diz:

- Quem é esse?

Rsssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssssss

(morro de rir e penso, olha a vó que danadinha chamando qualquer um de COISA GOSTOSA!!!! Agarra e beija).


Frases inocentes que Reluzem

Bibi e Rafa, meus sobrinhos, vindo de carro para minha casa com vovó e vovô.

Quando ela cheia de curiosidade pergunta:

- O que é reluz?

Minha mãe tenta explicar, mas não consegue, fala pra Bia que seria mais fácil se essa palavra estivesse numa frase.

Bia responde:

- Não faz mal vovó que vocês não saibam explicar, vou perguntar para minha Titia que é mais jovem, ela com CERTEZA, deve saber.

Risadas depois, vovó pergunta:

- Mas onde você leu essa palavra Bia?

Ela responde:

- Na placa!

Eles então compreendem que não é Reluz e sim:

Reduza a velocidade!

(Bibi está aprendendo a ler e com a velocidade do carro foi o que ela captou da mensagem)

domingo, 6 de janeiro de 2013

Um espelho de camarim para chamar de meu!

Quase me esqueci...no meio da arrumação toda...eis que...meu papito terminou nosso projeto 2012...rs

O espelho de camarim para chamar de meu está pronto, pendurado e vou te falar...o danado esquenta que é uma beleza...mas como é para apenas alguns momentos acho que vai dar make up...


Não vou mentir, não foi fácil, tivemos diversos contratempos, madeira cortada maior (melhor do que menor né não?) que foi levada no marceneiro para dar um corte (ele não cobrou nada) depois o fura copo da furadeira do meu pai furou errado..rs, tivemos que comprar outra madeira e levar no Sr. Maurinho (nosso marceneiro amigo), e vou te falar tem que ter uma "loção" de elétrica (espero que nada pegue fogo..rs), ohhh também não ficou barato não (nem sei se mandar alguém fazer vale o tempo e a mão de obra que foi).
Falei para meu pai que depois desse ele está liberado dos projetos...rs...tá não posso liberar ele totalmente por que conto com ele e sua furadeira para alguns trabalhinhos...rs

Mas quem quiser saber como fazer, vá neste post que ele te encaminha para o passo a passo detalhado do Blog "Amanhecer a Dois"  http://www.semespacoparalamento.blogspot.com.br/2012/11/projetos-by-prados.html, foi de lá que tirei essa ideia maluca que poderíamos fazer...ei peraí....

Fizemos!!!

Aliás eu mais palpitei do que botei a mão na madeira, então, na verdade é...

Meu pai que fez!!!! By Prado!!!!

Força na peruca para um 2013 organizado.

Estou me preparando para começar o ano e nada mais bacana que começar uma limpeza geral.

Nos pensamentos

Nos planos para 2013

Nos comportamentos

Nas coisas que vamos deixando jogadas nas gavetas...

Organizar os médicos, os exames, a comidinha que pretende ingerir no ano, os sonhos que vai correr atrás para realizar.

Eu limpei o guarda-roupa, a sapateira e todos os armários do escritório (afff como tinha conta velha paga, nota fiscal de aparelhos que não existem mais, e muitas coisas que agora não tem mais valor...tudo pro lixo já), as fotos, as caixas de presentinhos, as bolsas colocadas em saquinhos transparente para a gente ver o que tem....(fala sério a gente tem tanta coisa que nem lembra de usar, fica usando os mesmo sempre), sapatos (fora os que machucam o pé, apertam, incomodam...não tenho mais saco nem pés para usar coisas que me incomodam, fora saltos altos demais, finos demais - perco mais ainda o equilíbrio), o armarinho do banheiro...argh quantos produtos vencidos e por aí vai...

A limpeza aqui foi boa, está tudo arrumado, tudo preparado para fluir melhor no ano que se inicia.

Tive que dar fim em coisas que me acompanham há muitos anos, como esse tubo feito pela minha tia e minha prima Dê, foi com dor no coração, mas está todo descascado...



O desapego esse danado tem tomado conta do meu coração, faz bem, ando mais leve, mais pronta para ir e vir com o que realmente me pertence...Minha alma!.

Esperando os móveis que comprei pra sala para dar uma geral por lá também e finalmente, depois de um ano, a sala vai ganhar ares de mais arrumadinha...rs

Um 2013 arrumado para todo nós.



quinta-feira, 3 de janeiro de 2013

Nas curvas da Raposo Tavares

Não sei se é do conhecimento de todos, mas na Rodovia Raposo Tavares tem várias lojinhas, com descontão..rs

Hoje compramos o novo tampo de nosso mesa de jantar na fábrica que fica numa paralela a Rodovia.

http://www.arquivetro.com.br/
(não é post patrocinado, só dica de uma compradora).

Quase duzentos reais de desconto com frete grátis...pessoal da região se joga!

Tinha peças de decoração de vidro lindas também por lá.

Amei!

Indicação da minha Tia que mora lá perto.

Passando pela rodovia, vimos outlet de móveis de jardim, fábrica de sorvetes e sobremesas (nem parei..rs), muitas lojas de decoração, fábrica de vasos (minha próxima parada..rs)...

Enfim...a Raposo é uma rodovia que vale a parada! Rs

Titulo, nomes e sobrenomes

Ká (minha prima) falando no telefone com alguém...

Diz: A Déa minha prima está aqui!

Sua filha Maria Clara que chamo de sobrinha levanta a sobrancelha e diz:

ELA NÃO É MINHA TIA?????? (Chocada..rss)

Não importa Maria na verdade o que sou, na verdade o que importa é o coração da gente e nele você mora  como priminha, sobrinha, todas as coisas.



2013 interesses

2012 se foi....
Apressado como ele só.
Nem deu tempo de sentir sua falta.
Sim o ano foi de dificuldades, mas apesar de tudo, foi um ano de conquistas, de aprendizados, de determinação e foi para mim um ano de "ajeitar", sabe quando a gente veste uma roupa, puxa de um lado, se ajeita dentro daquele espaço, essa é a definição para esse ano.
Um ano em que me ajeitei as circunstâncias, aos caminhos que a vida me indicou, a uma nova rotina, a coisas que infelizmente eu não posso mudar.
Estou me exercitando muito psicologicamente e emocionalmente para ajeitar as situações que não gosto, ao barulho que me incomoda, as pessoas que muito falam e pouco acrescentam, aos meus pre conceitos, as minhas caretas quando algo me chateia, aos pensamentos que me arrebatam dos quais eu não quero sentir mais.
Percebi que estou muito fechada, que perdi uma grande parte de exaltação à vida que eu tinha latente em mim, estou fechada a novos relacionamentos amorosos, descrente talvez, mas nem um pouco deprimida por isso, eu também estou ajeitando isso tudo aqui dentro de mim.
Mas não posso demorar muito...quem controla o tempo... quem deleta o passado...quem foca no presente....e tem fé no futuro.
Sei que as escolhas que eu fizer agora, serão as sementes que colherei em 2013, 2014..e por aí vai.
Posso escolher viver só e morrer só, essa verdade absoluta!
Ou posso escolher, me iludir (por que não?) e viver acompanhada (num compromisso de almas) e morrer só, porém, com a alma cheia de amor de todos os tipos, jeitos, tamanhos e demostrações.
A verdade é que eu quero me emocionar de novo, quero me expor, expor quem eu sou, desse jeito torto e adoravelmente sensível, confuso, e muito mais complicado pelo turbilhão de uma doença grave.
É EU QUERO MAIS!!!
Como?
Ainda vou descobrir...
...2013 novos interesses...
Eu quero me abrir mais, ser quem eu era, para me tornar quem eu devo ser, numa mistura boa entre nada vai acontecer com tudo pode acontecer.
Também vai ser (eu afirmo) o ano que eu quero perder menos tempo me importando com aquilo que eu não posso mudar, ajudar, ou interferir...rs
Aliás não ouvir direito tem seus benefícios...rs..chega de ouvir bobagens, maldades, coisas que não me interessam.
Foco total no que interessa, como a música lindíssima do Lenine que eu nunca tinha prestado atenção...

Aliás eu quero prestar mais atenção ao que interessa, estar cercada de quem interessa, focar no que interessa, no que me dá prazer, no que faz meu coração sorrir, o que me exalta e faz a vida valer a pena, apesar de todas as dificuldades que criamos.
Que 2013 só apareça na minha vida o que interessa, ou seja, O INTERESSANTE! E que eu possa ser o interesse de um milhão de gentes...rs

Frases inocentes de amor incondicional.

Noite de natal aqui em casa.
Coisa simples, só nós de casa, esse ano, nem o tio Belo apareceu por aqui...sentimos a falta dele!
Sempre nos reunimos, seja quem esteja presente, para orar e agradecer a Deus a oportunidade de estarmos reunidos, com saúde e paz.

Esse ano a Bibi, minha sobrinha, fez a prece inicial, rezou Pai Nosso e Ave Maria de forma lindíssima  deixando todos nós emotivos com suas palavras ditas de forma tão sinceras.

Na hora da oração individual de cada um de nós, ela arrematou meu coração com mais ou menos essas palavras:

Que Deus abençoe TODAS AS PESSOAS DO PLANETA.

Bibi, em seus sete anos de vida sabe mais de amor incondicional do que eu, você, todos nós.

Momento que gerou risos em seu irmão de onze anos que precisa como eu lapidar melhor seu amor sem distinção.

Que eu, o Rafa, você, todos nós aprendamos a amar a todos sem distinções, preconceitos, oscilações sentimentais, julgamentos, superioridade...