quarta-feira, 27 de novembro de 2013

Eu tenho sorte na vida e amigos verdadeiros - Revista Eco.

Então, lembram que eu contei aqui que eu ganhei um concurso cultural e que eu ia sair na Revista Ecos - distribuição para os pacientes da empresa Audibel de aparelhos auditivos?

Então....hoje chegou em casa... fui correndo ver que foto tinham escolhido...rss.
Achei que fiquei bem e o texto também fico bem bacaninha...
Quem quiser ler...




Para ler a matéria no site da Audibel entre nesse link, a número 25 que é a que saí ainda não está disponível no site, mas creio que em breve ela esteja:


sábado, 9 de novembro de 2013

Frases inocentes....de muito tempo atrás....de aprendizados na prática.

Eu mantenho uma listinha aqui das pessoas que gostaria de visitar no ano...
Riam
Mas é que essa vida é tão corrida, que se não me programas acabo ficando sem ver essas pessoas durante meses, anos...rs
A família é grande e moram muitas vezes em outras cidades, então, aproveito quando todo mundo se junta.
E foi num desses encontros, da família do meu pai, que fui visitar minha Tia Sandra, a que me doou o rim.
Fazia alguns meses que eu não a via e aproveitei a vinda das irmãs delas, para matar a saudade.
Foi uma tarde gostosas, com cantoria do meu pai...e da minha Tia avó Maria.
Aproveitei cada segundo...ouvindo ele cantar tão bonitinho...tão afinadinho...tocando violão.
E bati papo com minhas tias querida.. e adoro ouvir histórias de antigamente...
A minha tia Tereza, a irmã mais velha do meu pai, me contou que minha bisa comprou uma boneca para ela de papelão e que ela deixou lá fora no jardim da fazenda onde eles moravam e caiu uma chuva forte.
Minha tia queria ir pegar a boneca, mas minha bisa e minha avó não deixaram.
Quando parou de chover ela foi pegar a boneca e claro tinha molhado e destruído tudo, afinal era de papelão.
Daí minha bisa falou assim: - Tereza por que você deixou a boneca aqui fora?
E minha tia chorando respondeu: - Eu não sabia que ela morria na chuva...


domingo, 3 de novembro de 2013

É lá que eu moro.....que eu me sinto bem!

Eu amo andar a pé pelo meu bairro e pelos bairros alheios.

Gosto de descobrir novas lojas, fornecedores, coisas diferentes.

Eu sempre ando atenta a isso, sempre gostei e tenho apurado minhas andanças.

Primeiro eu nasci na Lapa e morei durante 19 anos na Pompéia. Andava à pé direto, não tinha carro, nem idade para dirigir, então, eu conhecia a feira, o mercado, a papelaria, o armarinho. Minha mãe tinha conta em vários lugares e era uma delícia ir lá descobrir as novidades.

Depois me mudei para o Morumbi, e aqui eu sinto uma falta tremenda de andar por aí. Tem coisas como onde comprar botão, onde tem uma padoca que vende um fraguinho gostoso, onde tem uma sorveteria, uma papelaria, onde tem uma praça, uma loja que vende doces, onde tem uma que vende coisas para fazer doces, enfim....uma porção de coisas que sofremos muito no começo aqui.

Não tinha, e quando abriu, era tão caro, que muitas vezes continuamos ligando para meu pai (que ainda trabalha na Pompéia) trazer de lá o que a gente precisava....ele trazia errado, esquecia, ou nos ligava do lugar para checar se era daquela cor....daquele jeito.

Chato!!!
O gostoso é ir, ver o que tem, escolher...rs

Depois fomos descobrindo algumas coisas por aqui, mas tenho que confessar, é bem mais caro que em outros lugares.
Mas vou nos bairros vizinhos descobrindo verdadeiras jóias..rs

Em minhas andanças eu descobri muitas coisas na 25, nos prédios que eu temia entrar, no Brás, na Almirante Barroso (tecidos), na Rangel Pestana (tecidos sintéticos, couro, metais), na Zona Norte por onde andei um tempo (o supermercado que só tem lá que é bárbaro, tem tudoooooo que vc imaginar)...e cada lugar tem uma coisinha especial que eu gosto.

E quando eu descobro alguma coisa aqui pertinho de casa, eu fico muito feliz e é por isso que quero dividir com vocês da Zona Sul perto da Vila Sônia, Portal do Morumbi, Taboão, minhas amadas descobertas:

Comercial Marinete - Quase um Bondinho (Pompéia) - Uma rua que é Travessa da Francisco Morato, na altura da Vila Sônia.
Lá você encontra tudo de doces, descartáveis, chocolates e muito mais.
Quando fui para Itália eu comi o Lyndt de chocolate com laranja, infelizmente trouxe um só do free shop brasileiro e amei mais que tudo na minha vida, mas nas minhas outras viagens internacionais e dos diversos amigos a quem pedi, ninguém encontrou para comprar...e morro de desejo até hoje.
Lá no Marinete tem a cópia que eu gosto muito também que me ajuda a não surtar de desejo. É um chocolate Chileno (que comprei quando estive no Chile), bem gostosinho, não tem a qualidade do chocolate da Lindt claro, mas ajuda bem a enganar o meu desejo..rs


Quem não tem Lindt caça com Orly....rss
Quando ir na 25 é só para comprar pouca coisa, a ida no Comercial Marinete vale muito a pena
http://www.marinete.com.br/default.asp

Essa onda agora de comer bolinho caseiro, simples, pegou a gente de jeito e ali perto do Cartório tem uma loja que é uma delícia, e o preço também, bolinhos inteiros (Solteiro - Menorzinho) a partir de R$ 6,00.
Eu comi o de laranja e recomendo muito...viciei...vou lá toda semana.
É bom ter para as visitas e para matar a vontade de um docinho.
http://www.casadebolos.com.br/

E minha descoberta que achei demais é a sorveteria Chicuba.
Eu sou de uma família do interior, lá tem a Sorveterias em cada esquina, baratinho, com um trocado você toma um copinho, sorvete caseiro, cada um tem sua marca, lá em Cornélio tem a Ki-Delícia, a
Todo dia quando estamos lá vamos passear e antes de ir para a casa da minha avó a gente pára lá e toma um copinho.
Eu adoro essa tradição, mas aqui a coisa era complicado, para ir numa sorveteria em Sampa, pega o carro, anda vários quilômetros, tem que pagar para estacionar, e paga uma fortuna pelo copinho...rs
Até que descobri essa sorveteria, aqui perto no Bonfiglioli. (há 20 minutos de casa).
Ainda tenho que pagar o carro, mas pelo menos estaciono na rua, e o copinho custou R$ 3,00.
O de brigadeiro é delicioso, o de iogurte com frutas vermelhas...aiaiaia.
http://www.sorvetechicuba.com.br/



Espero que gostem das dicas e aproveitem....

Ninguém me deu nada ou pagou para escrever sobre isso, são as minhas singelas opiniões sobre lugares e produtos que eu realmente experimentei.