domingo, 28 de dezembro de 2014

Corre Andrea Corre - As última filas paulistanas de 2014.

Eu e vários paulistanos tivemos a mesma ideia ontem....

Feriadão, todo mundo na praia, a cidade vazia, vamos ver uma exposiçãozinha de grátis...

Rs

A fila na Pinacoteca era gigante, mas como meu stress de cidade grande também estava de férias, enfrentamos a fila já que já estávamos por lá...

Chegamos por volta das 15h20 e entramos na Pinacoteca por volta das 17h00.

A moça da portaria me disse que de dia de semana a espera é de 40 minutos...Mas sábado por ser final de semana e grátis lota.
#ficaadica para a próxima visita - Quero levar minha sobrinha.

Bom a exposição é linda, e a interpretação de cada um para as esculturas é única.
Primeira exposição que fui que nos indaga e faz perguntas no folheto além das explicações sobre a obra, creio ser um modo interessante para um público novo que está conhecendo agora obras de arte e espaços culturais.

Eu nem preciso do folheto para criar uma ideia sobre o que eles pensam, sentem, são...rs.
Sempre me pergunto por que o criador criou daquele jeito, daquela forma, mas isso é uma coisa tão pessoal, que só sendo intima pra discutir com ele...rs...#adoraria

O chato é a aglomeração, a impaciência, o não poder observar as obras com calma...
Recomendo se você puder ir num dia mais calmo.
Eu devido ao cansaço da fila e a multidão faminta por um click...rs, vi rapidamente...
Mas as esculturas são lindas e impactantes sejam as gigantes ou as menores, cheias de detalhes, expressões e realismo.

Essa exposição fica até dia 22/02/2015
Pinacoteca
Entrada R$ 6,00 (inteira)
Quinta após às 17h00 até 22h00 (sendo que a entrada é até 21h00) é grátis.
Sábado das 10h00 às 18h00 (sendo que a entrada é até às 17h00 é grátis).
Lembrando que devido ao grande público a fila pode ser terminada antes de uma hora do fechamento do museu.




Nem vi o acervo, devido ao cansaço da fila e da multidão, mas resolvemos seguir para a Praça da Artes na Av São João, onde está havendo a exposição da Mafalda, de quem sou fã.
Apesar de ser no centrão de SP, e ter todos aqueles tipos peculiares, o lugar é lindo, e a exposição está super bem montada, tem quadrinhos espalhados, uma replica do que seria o carro da família da Mafalda e de sua casa.



Foto by Déa



Foto by Déa



Foto by Déa

Foto by internet

Foto by internet


Tudo muito fofo
Super recomendo também
Até 28/02/2015
9h00 às 20h00






Frases inocentes de um paraíso que é luxo.

Bia chegou em casa outro dia e tinhamos dado uma geral na churrasqueira, com flores, almofadas, banco de pallets, tudo arrumadinho, além disso lavamos duas espreguiçadeiras que ela ama sentar e tomar sol e deixamos lá para ela...

Assim que ela deitou ela soltou essa:

- Que vida de luxo!!!

Essa foto é antiga, mas a espreguiçadeira é a mesma da história


Minha mãe tem mania de travesseiro, a bichinha vive procurando o travesseiro ideal para todos nós..rss...O Ri gosta do duro, a Déa do mole...e a Bibi...bom da última vez que ela veio dormir aqui, minha mãe arrumou a caminha dela, colocou um travesseiro novo, tudo cheirosinho, ela deitou e soltou essa:

- Isso é o paraíso!!!

Rs
Ainda bem que a Bibi se sente tão bem aqui.
Ainda bem que a casa da vovó dela será sempre a mais doce e querida lembrança no coração dela.



Vire flor ou amor!

Gente,

Eu fui duas vezes no Ceagesp comprar flores...
Algumas já até morreram...
Oh dó.
Mas fica a dica para quem ama flores e passear.
Não tirei muitas fotos por lá, por que, acabo esquecendo.
Essa pelo jeito foi sem querer...rss
Suculentas, que dizem ser difícil de morrer...tô vendo....se as minhas morrerem...sei não acho que vou considerar que não levo jeito pra coisa.

Mas vai lá.
Terças e Sextas
Das 5h00 às 10h30
Sempre chego por volta das 6h30, mas já é tarde....já está tudo lotado, mas ainda tem bastante coisa.
De sexta tem mais expositores que de terça.
Está no site que tem estacionamento no portão da Marginal, mas está fechado...só os portões 3 e 7 que tem estacionamento. (Av. Dr. Gastão Vidigal, 1946 - Portão 3 é o mais perto da feira, o 7 acho que foi aberto já que o da Marginal foi fechado).
Eu sempre pago o moço pra carregar (R$ 25,00). Se você for comprar pouca coisa e levar um carrinho de feira, ou algo parecido, não precisa de carregador, mas se for comprar mais de duas coisinhas aí amiga, fica complicado...
O oficial ok?


Comprei suculentas, para vasos na garagem.


Vaso de centro de mesa da churrasqueira, mas como coloquei uma cortina pra proteger e a churrasqueira ficou um forno....ela foi sentindo...sentindo e mudei para a escada dentro de casa, mas ela morreu, estamos tentando ressuscitá-la, mas quando ela chegou ela estava assim bonitona:



E fiz um terrário para meu lavabo, acho que ficou muito grande...rs....não sei onde colocar ele...por em quanto ele vai ficar no lavabo mesmo.




Orquideas para três vasinhos da lavanderia. A laranja morreu as flores e essa que tem uma única flor também está morrendo...sniff!

Vaso para orquídeas e apetrechos para nossa parede do corredor.









Vasos de barro que estavam faltando, como para minhas onze horas que ganhei da minha Avó antes dela falecer, são meu xodó, comprei mudas de cores diferentes das que tinha, laranja, um pink, e uma amarela com pingos rosa...torcendo para que peguem e fiquem bem nesse novo vaso.


Uma muda de primavera que tinha flor, mas que sentiu muito o replante e parecia que ia morrer, mas está se recuperando, está com as folhas verdinhas e firmes novamente...e eu ganhei uma mudinha bem pequena do Vô que faz trabalho voluntário comigo no centro...um fofo...plantei junto e estamos torcendo para que elas se recuperem do baque.


E velas para o natal, comprei de uma barraquinha a sua esquerda (indo da rua para o local de vasos), lá no fundo, fora do burburinho e foi bem mais em conta do que uma que tem lá no setor de embalagens. Amei são ultra cheirosas.

Elas estão sendo guardadas nesse caixote bem antigo que eu ganhei da minha Avó Anita da última vez que estive lá, pintei, coloquei esse papel contact bem lindo retrô por dentro, e fiz dele um nicho onde guardo o rádio, as velas, e o porta velas que são na verdade a parte de baixo das garrafas que cortei para fazer o lustre da churrasqueira. O Rádio e um cooler que levei lá pra baixo eu mandei fazer uma capinha com esse tecidinho xadrez amarelo para proteger de bichos.



Dica: Leve dinheiro alguns lugares não aceitam cartão e tem muita coisa baratinha como uma caixa de mudas de onze horas por R$ 8,00, carregador, etc. Alguns lugares aceitam cartão.
Se estiver com fome tem as barraquinhas de pastel...rs
Tem banheiro, mas nunca usei.
O estacionamento do portão 3 é mais perto, não deixem que te influenciem para ir para o 7...rs
E dica de ouro....como estamos sonolentas às 6 da madruga, preste atenção ao dinheiro que está pagando, já dei uma nota de R$ 50,00 pensando que era R$ 20,00...DERRRRRRRRRRRRRRR.
Estacionamento aceita cartão, mas em vista de outros lugares acho o estacionamento de lá justo, nunca gosto mais do que R$ 15,00 por várias horas.

No mais divirta-se muito, vale muito a pena comprar flores para presentear por lá, tem tudo para você fazer o arranjo e o preço é muito inferior a de uma floricultura.

Eu amo!!!

sexta-feira, 26 de dezembro de 2014

A Delícia de ser paulistana

Dezembro é um mês de comemorações para todos.
E o meu final de ano não foi diferente, graças a Deus, com mais encontros do que shoppings e compras.
Tenho um grupinho de amigas blogueiras de quem fiquei mais intima e estamos sempre nos encontrando para trocar risos, mimos, alegrias, comemorar aniversários.
E fizemos um amigo secreto com um almoço na Liberdade. Eu já tinha ido na feirinha, no ano novo chinês ou japonês (?) e adoro o local, mas nunca tinha entrado nas lojinhas e pirei nas latas de chás e nas várias coisinhas diferentes que tem por lá. Infelizmente não tirei fotos, mas voltarei a me aventurar por essas bandas.
Olha quanta fofura eu ganhei:
Pepa (boneca inspirada nas Tildas) que ganhei numa brincadeira no Facebook da Lia Agia.

Biscoitinho fofo da Lia Agio

Meu presente de amiga secreta dado pela fofa da Cici



Se quiser uma boneca linda....parecida...rs...com essa....fale com a Lia por aqui:http://www.otachodapepa.com/

Se quiser um saco para roupa suja+ necessaire, ou sacos organizadores para você fazer o que quiser fale com a Cici por aqui:http://lojinhacdecici.blogspot.com.br/2012/10/puxa-sacos.html


Estive também na Bienal, como tinha citado no post anterior e sempre é um momento que amo, ver arte, e estar no Ibirapuera.



Após sair da Bienal, aproveitamos que teria a meditação da lua cheia, um evento que acontece todos os meses, na lua cheia, em diversos lugares de São Paulo, um evento patrocinado pela  A Arte de Viver (espaço de meditação), eu amei tanto que com certeza será um item da minha lista para o próximo ano....rs....de coisas pra fazer sempre.
Adoro meditar, adorei ser ao ar livre, guiada, uma pena que estava frio, chuviscando e que não vimos a lua...rs, mas a "vibe" desse momento é muito bacana pra mim, pra quem gosta eu recomendo e muito. Doida para chegar dia 04/01/2015 às 20h00 e curtir novamente esse momento vendo a lua e com calor...rs
Dicas: leve uma canga ou tapete para yoga, ou algo para sentar na grama, água, um agasalho caso esteja frio de preferência com gorro, fique descalço, relaxe e mande muitas energias positivas primeiro para você, depois para o outros e o planeta.



Uma grande amiga sempre me convidada para ouvi-la cantar no coral da USP, em diversas apresentações que fez, na sala São Paulo, na Igreja, e eu nunca consegui ir, até que aproveitando a visita de uma amiga de São José no final de semana, fizemos um roteirinho de passeios, e lá fomos nós para o Mercadão, num domingo de Dezembro...rs
Claro, lotado, calor, mas amei, os cantores, por uma desorganização se misturaram aos passantes e começaram ali mesmo a cantar, foi lindo, depois, mais organizadinho, seguiram para o salão de eventos e na parte superior e inferior, mais uma vez misturados ao público cantaram e encantaram. Adorei presenciar minha amiga e esse momento único, apesar, do caos que é essas coisas em São Paulo.



Depois seguimos de metrô para a Paulista, onde almoçamos sentadas na calçada vendo o passa-passa de gente diferentes dessa cidade louca e linda. Eu e a Rita seduzidas pela peça que tínhamos visto e que contei aqui: Ser Paulistana fomos no lançamento do segundo livro do Daniel.
Livros que eu fiz questão de ter, primeiro por serem de uma beleza e delicadeza que toca meu coração, Daniel transforma lindamente o normal em especial, ele colhe causos verdadeiros e os transforma em poesia da melhor qualidade, segundo por que seu primeiro livro chama Joaquim (nome do meu avô materno) e o segundo Sebastião (nome do meu avô paterno), nem preciso dizer que as coincidências não param aí, Joaquim é doce, meigo e Sebastião danado, sedutor, assim como foram meus avôs...eu precisava ter esse livros...rs.
Nesse link Daniel conta o processo de criação, que é lindo, recomendo os livros e recomendo ver, tocar, sentir Daniel e sua alma linda.


Foto tirada por mim da mesa do Daniel onde ele tem esses dois poemas falando sobre os dois livros Joaquim e Sebastião (dois passarinhos)



Livros comprados, duas bobas emocionadas e mostrando os 100 preferidos..., uma pra outra....

Voltamos para a Paulista para encontrar com nossas amigas que ficaram tomando um café no Franz Café da Paulista...típica paulistanas, seguimos à pé, vendo as luzes de natal, as decorações...



Meu pai tem um amigo de muitos anos na Pompéia que tem um estúdio de gravação e toda sexta-feira, alguns músicos passam por lá para fazer uma especie de Jam Session, toca quem quer, quem sabe, quem tem coragem de acompanhar feras do chorinho.
Eu adoro e meu pai também, ele me convidou o ano todo e eu fui (sou dessas) na última apresentação desse ano e amei, amei compartilhar com meu pai, amei conhecer seus amigos, amei o show, os velhinhos e novinhos que arrasam, amei, amo arte, com certeza vou voltar ano que vem e levar meus amigos...o Silvinho (dono) disse que eu posso..rs


Passado algumas semanas minha  Tia (irmã da minha mãe) e minha prima vieram passar um final de semana em casa...e claro as levei para ver a Paulista de noite, nesse típico e lotado passei paulistano, com direito a pipoca, tiara iluminada e descanso no parque Trianon iluminado.
No dia seguinte como boa anfritiã levei meu priminho (que é bem maior que eu) filho da minha prima para andar pela primeira vez no metrô e conhecer a 25, com uma passadinha no Mercadão para eles verem.
Apesar da lotação e das novas compras que eu não deveria ter feito...(quem resiste? RS), foi bem mais sossegado do que imaginei, talvez por que fui preparada psicologicamente para não me stressar...rs.
Voltamos e comemos um árabe, no bairro da Pompéia onde nasci, e fizemos um passeio ao passado, meu e da minha prima que fazia 25 anos que não vinha à São Paulo, desde minha festa de 15 anos (abafa o caso..rs).
Nem preciso dizer que essa é a parte boa de morar em São Paulo e tenho procurado aproveitar ao máximo...a lista só cresce....e a certeza que um dia eu chego lá...e daí haverá novas lugares e coisas incríveis para ver...rs
Amanhã vou tentar visitar a exposição do Ron Mueck na Pinacoteca (Até dia 22/02 – Das 10h00 às 18h00 – Sábado grátis – Estação da luz)  e o da Mafalda (O Mundo segundo Mafalda – Até 28/02 – Grátis - Praça das Artes - Av. São João, 281 - Das 9h00 às 20h00).

Em Dezembro ainda teve: chá de bebê, aniversário da sobrinha, café da manhã com amigas, almoços em família, natal, e muita farra.
O ano vai terminando com gosto de quero mais...quero mais encontros, mais doces, presentes, presenças, carinho, e atenção...
2015 faço 40 anos de nascimento e 10 anos de vida nova.
Vem comemoração por aí...é preciso dividir as alegrias com quem a gente ama também.