sexta-feira, 25 de março de 2016

A praça com o mais lindo Pôr do Sol.

Moro em SP desde que nasci...mas como gosto de dizer sou uma Paulistana meia paranaense e meia paulistana.

Adoro o interior, o céu, as estrelas, o ar puro, a calmaria, o pouco trânsito, mas adoro também as infinitas possibilidades de uma cidade gigante como São Paulo. Vou morrer e não irei ter visto e vivido tudo que essa cidade oferece.

A verdade é que me dá um certo desespero!!! Tanta coisa para ver, tanto lugar para conhecer, alguns dependo de dinheiro, alguns são longes, outros de difícil acesso...eu me sinto correndo uma maratona para tentar ticar o máximo possível de experiências paulistanas que tocam meu coração, muitas eu perco, principalmente aquelas gratuitas, com filas gigantes e com tempo de duração determinada, outras são caras demais para o meu bolso.

Confesso que adoro as novidades, aquelas coisas que poucos conhecem ou tem acesso, adoro descobrir minha cidade e novidades, adoro essa sensação de descoberta e exclusividade, não no sentido ostentativo, mas no sentido especial, único, diferente.

Mas é no tradicional que está o charme da cidade...aquele lugar lotado de gente, com filas, multidão, que todos na cidade já aprovaram e que se esmagam para usufruir...

Já tinha ido diversas vezes na Praça Pôr do Sol, muitas delas para namorar no carro e dar uns amassos (não indico para que façam isso hoje, isso era nos anos 90 e ou a criminalidade era menor ou era menos divulgada), mas nunca tinha ido na famosa praça no horário do Pôr do Sol.

E num domingo de bobeira em que fui encontrar uma amiga no Mirante 9 de Julho, como contei aqui: http://semespacoparalamento.blogspot.com.br/2016/03/mirante-um-lugar-para-mirar-e-se-mirar.html resolvemos estender nossas descobertas e partimos para a praça.

Importante: Checar o horário do pôr do sol no dia que for.

Bom o trânsito ao redor da praça é intenso, deixamos o carro algumas quadras e seguimos á pé até a praça, confesso que senti pena dos moradores (um bairro nobre de SP) que vêem suas ruas serem invadidas por todo tipo de comercio, mas creio que seja apenas aos finais de semana e não sei se horário da muvuca se estenda até tarde da noite, espero que não, por eles.

A praça também estava lotada, todos posicionados para ver o famoso pôr do sol.
Todo tipo de gente, mas a maioria são grupos de jovens.
Muita erva no ar, mas pra mim pouco me importa, estava lá para ver o espetáculo da natureza e ele não decepciona.

Palmas para Deus pela sua perfeita pintura e por momentos como esse que enchem meu coração de alegria e gratidão.



As fotos do pôr do sol foram tiradas por mim e pela minha amiga Gabriela, mas agora já não sei qual é clique de quem.

Foto by Gabriela Fiorentino.


Vai lá também, são dessas coisas que todos paulistanos tem que fazer um dia antes de morrer.
A minha parte eu já fiz.



  1. Ver o pôr do sol na praça do pôr do sol - 


Após o Pôr do Sol saímos rapidinho, por que, imagino que no escurinho a praça seja procurada para outros assuntos... Mas a visão do pôr do sol sempre valerá a pena de ser prestigiado por lá.

Praça Pôr do Sol:
Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros
Sem número
Bairro Pinheiros
São Paulo/SP
Gratuito



3 comentários:

  1. Oeeeeee…….

    Nosssa amei….onde fica?

    Bjks e feliz Páscoa!!!

    Sonia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Soninha,
      Esqueci de colocar o endereço né?
      Falha nossa, já corrigi
      Fica em Pinheiros.
      Praça Coronel Custódio Fernandes Pinheiros s/n
      Vá e nem esquente com o cheiro da erva e a diversidade...rs
      Beijos.

      Excluir